E Viveram Felizes Para Sempre (Os Bridgertons #09) - Julia Quinn

17 março, 2017

Alguns finais são apenas o começo...

Era uma vez uma família criada por uma autora de romances históricos...
Mas não era uma família comum. Oito irmãos e irmãs, seus maridos e esposas, filhos e filhas, sobrinhas e sobrinhos, além de uma irresistível matriarca. Esses são os Bridgertons: mais que uma família, uma força da natureza.

Ao longo de oito romances que foram sucesso de vendas, os leitores riram, choraram e se apaixonaram. Só que eles queriam mais. Então começaram a questionar a autora: O que aconteceu depois? Simon leu as cartas deixadas pelo pai? Francesca e Michael tiveram filhos? O que foi feito dos terríveis enteados de Eloise? Hyacinth finalmente encontrou os diamantes?
A última página de um livro realmente tem que ser o fim da história? Julia Quinn acha que não e, em E viveram felizes para sempre, oferece oito epílogos extras, todos sensuais, engraçados e reconfortantes, e responde aos anseios dos leitores trazendo, ainda, um drama inesperado, um final feliz para um personagem muito merecedor e um delicioso conto no qual ficamos conhecendo melhor ninguém menos que a sábia e espirituosa matriarca Violet Bridgerton.
Veja como tudo começou e descubra o que veio depois do fim desta série que encantou leitores no mundo inteiro.

Pense num livro gostoso de ler: é esse! Mas atenção, você deve ter lido todos os livros da série antes, porque E Viveram Felizes Para Sempre é uma reunião de epílogos dos livros!

Nos Estados Unidos, conforme foram relançados os livros da série Os Bridgertons, a autora Julia Quinn passou a ser questionada sobre alguns pontos em aberto nos livros/algumas perguntas que nunca foram respondidas, por exemplo, e Hyacinth achou os diamantes? Francesca teve um bebê?

Disposta a sanar as dúvidas dos fãs surgiu "E Viveram Felizes Para Sempre", um livro que reúne em um único volume todos esses "finais felizes". Lá fora, até onde eu sei, cada livro vem com os dois epílogos, mas achei muito interessante essa ideia da Arqueiro: aqueles que já haviam lido o livro com o primeiro epílogo tem a chance de saber o que acontece, e quem começou a ler agora essa série, pode acompanhar já no fim da leitura qual o epílogo correspondente nesse nono livro!

Os novos epílogos estão publicados na sequência dos livros, alguns se passam logo após o término do livro, outros anos depois, mas todos mantém o bom humor e o amor dessa família, tornando a leitura S-E-M-P-R-E divertida!

Uma dica para atiçar a curiosidade: no epílogo de Daphne, a autora criou um modo de "forçar" Simon de ler a carta que o pai deixou para ele; com Anthony e Kate temos mais Pall Mall (risadas na certa!); na vez de Sophie e Benedict, o foco desse pequeno conto passa para alguém muito próxima a Sophie, enquanto ela testa suas habilidades de casamenteira; no seguinte, Penelope nunca contou a Eloise o seu grande segredo - a história de Colin e Penelope se passa quase ao mesmo tempo da história de Eloise, então ela "saiu" antes do gran finale -; como Eloise aparece muito no epílogo anterior, na sua vez quem assumiu foi uma das pestinhas por quem ela tanto se apegou! No livro de Francesca e Michael, para mim o epílogo mais emocionante e romântico de todo o livro, finalmente a revelação sobre filhos; na história de Hyacinth, a retomada pela busca dos diamantes e, para acabar, um epílogo com Gregory e sua esposa na escolha do nome de tantos filhos!

É só para atiçar mesmo, para vocês verem como ainda tem história para contar nessa família!

Mas, por mais que eu tenha adorado esses epílogos, a grande surpresa desse livro é a história de Violet e Edmund!
"-Prometa-me - disse ela. - A senhora tem que me prometer que sempre será mais feliz do que triste."
Ao longo dos livros, o leitor tem vislumbres do romance de Violet e Edmund, até ele morrer prematuramente. Tantos anos se passaram desde o falecimento dele, e Violet, ainda que muito bonita, jamais voltou a se interessar por outro homem em um retrato daquele típico (e tão sonhado) único amor da vida.

Com muito romance - daqueles que emana amor no ar - Julia Quinn traz em algumas poucas páginas um vislumbre do romance de Violet e Edmund, que começou cedo, mas sempre foi muito forte, muito intenso. Como consequência, ao longo dos anos construíram uma vida juntos, sonhando com a casa cheia de filhos que teriam - para que seus filhos nunca fossem solitários como ela, um dia, foi. Até o momento em que, de uma forma tão boba, Edmund partiu, deixando Violet com sete filhos nascidos e um a caminho, para serem educados sem um pai.
"Ele era sua outra metade, aquele que a completava. Eles seriam jovens juntos e então envelheceriam juntos. Andariam de mãos dadas, se mudariam para o campo e fariam muitos e muitos bebês."
Ela sempre fez o melhor que pode e se tornou a mãe tão carinhosa e amorosa que todos os leitores da série se apegam, mas o fato de estar bem hoje, não significa que ela não tenha sofrido para superar a morte de Edmund.

No conjunto, esse é um livro imperdível para os fãs de Julia Quinn e de Os Bridgertons, pois reúne todos os elementos que tornaram a série encantadora do início ao fim, com aquele gostinho de poder rever nossos personagens favoritos e ter um vislumbre do que há depois do "felizes para sempre!".

10 comentários:

  1. OI.
    Eu estou muito ansiosa para ler esse livro, fiquei um pouco decepcionada quando li o oitavo livro e terminou como todos os outros, mas ai descobrir que ia ter este livro e fiquei bem feliz, adorei saber que vai ter epílogos de todos os irmãos, e que tem um pouco da história de Violet, aprendi a amar ela no decorrer destes oito livros, fiquei feliz que gostou, espero gostar também.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  2. Gente, mas adorei essa ideia do livro! Ficaram algumas coisinhas sem resposta mesmo e quando a gente gosta das histórias é sempre legal ver mais delas. Parece o livro pode responder essas questões que ficaram no ar e matar a saudade pra quem já leu a série faz tempos. Acho que iria gostar por rever esses personagens e saber o que aconteceu depois.
    Mas é o conto da Violet que mais me interessa. Essa personagem foi o grande destaque da série e aquela que mais gostei de ver interagindo com os filhos. Queria saber a história dela e finalmente vai dar pra ter uma ideia de como foi o começo dessa família maravilhosa. Ahh, que vontade de ler! Quero ver se pego logo também, parece estar muito bom *-*

    ResponderExcluir
  3. Amo essa família, mas, na boa, achei um livro desnecessário. Quando veio a notícia da publicação, fiquei extremamente feliz e minhas expectativas foram ao céu. De alguns contos gostei muito, mas, no geral, fiquei decepcionada.
    O conto de O Duque e Eu foi muito bom, ri com a agonia da pobre Daphne e a alegria de Simon com a notícia.
    O de Para Sir Phillip, Com Amor foi o que mais gostei, amei mesmo. A narrativa em primeira pessoa, o que difere dos outros contos e da própria escrita da autora, fez a diferença. Amanda cresceu e ficou como eu imaginava, uma garota de muita atitude e sem meias palavras e as cenas com o pai roubaram o livro.
    Em Um Conde Sedutor foi ótimo matar a saudade de Francesca e Michael, adoro Michael, mas aquela reviravolta repentina, mesmo ano após ano tentando, ficou estranha. Mesmo assim gostei.
    Agora, preciso falar de como Julia pesou a mão em A Caminho do Altar. O que eu li ali não é um "felizes para sempre". Não bastou o que Lucy sofreu durante o livro, cheguei a pensar que o final feliz dela não chegaria, aí vem esse conto horroroso. Achei desnecessário.

    ResponderExcluir
  4. Esse e com certeza um livro imperdível para quem vem acompanhando a série desde o começo e virou fan dos personagens de modo geral, além de que vai poder rever os casais favoritos, e se divertida com as cenas engraças. Ainda não li nenhum dos livros, porém pretendo começar esse ano a me deliciar com os livros dessa autora.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Thays!
    Li todos os livros da série Os Bridgertons exceto o livro da Francesca - ela é um personagem que não fiquei curiosa para conhecer e a trama do livro dela não despertou o meu interesse - e quero muito ler E Viveram Felizes Para Sempre, sempre tive curiosidade em saber se Simon leu as cartas que o pai deixou para ele, se a Hyacinth finalmente encontrou os diamantes... Não vejo a hora de ler esse livro e descobrir!
    Ps: Tenho a impressão que vou derramar lágrimas com a história de Violet e Edmund...

    ResponderExcluir
  6. Thays!
    Não li ainda nenhum dos livros da série e adoro os romances da Julia e quero acompanhar todo romantismo desse livro e dos outros também.
    E já tem série nova por aí que também quero ler.
    Semaninha cheia de felicidade!!!
    “Não ganhe o mundo e perca sua alma; sabedoria é melhor que prata e ouro.” (Bob Marley)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Oie Thayse!
    Eu ainda nem comecei essa série, acredita?
    Tenho muita vontade, mas minha prima me deu uma desanimada ao falar que ose primeiros livros dessa série que ela leu não são tudo isso, mas mesmo assim pretendo dar uma chance.
    A Julia tem uma escrita tão elogiada que quero muito conhecer.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  8. Oi Thays!
    Eu ainda não tive oportunidade de nada da Julia Quinn, mas achei incrível ela ter se preocupado em sanar a curiosidade dos fãs e criar um livro com epílogos para responder às principais dúvidas deles e dar bons finais aos personagens. Quem é fã e leu toda a série dos Brindgertons deve ter se sentido presenteado pela autora.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oii!
    Ainda não li nenhum livro da série, mas quero. São tantos livros que fico adiando rsrs mas vou ler, viu? Só fiquei com uma duvida, só tem epílogos ou tem outras coisas também? Fiquei com duvida nessa parte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Nesse livro tem os oito epílogos mais um conto da história da Violet com o Edmund
      Beijo

      Excluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo