Obsessão (Trilogia Breathless #01) - Maya Banks

21 fevereiro, 2017

Gabe, Jace e Ash são três dos homens mais ricos e poderosos do país. Eles estão acostumados a conquistar tudo o que querem. Tudo. Para Gabe, tudo significa realizar uma fantasia particular com uma mulher que era um fruto proibido - e que agora está pronta para ser colhida... Quando Gabe Hamilton viu Mia Crestwell entrar no salão na inauguração de seu hotel, sabia que iria para o inferno pelo que tinha planejado. Afinal, Mia é irmã de seu melhor amigo. Contudo, não é mais uma menininha. E Gabe já esperou muito tempo para colocar seus desejos em prática. Gabe já fez parte das fantasias de Mia há muito tempo, desde que era apenas uma adolescente com uma "paixonite" pelo melhor amigo de seu irmão. Mas o que pode acontecer 14 anos depois? Mia sabe que Gabe é como um sonho inalcançável, mas sua atração só fez aumentar ao longo do tempo. Agora ela é adulta, e não há motivo para não agir de acordo com seus desejos mais secretos.



Gabe, Jace e Ash são melhores amigos e juntos construíram um império na rede hoteleira. A dinâmica entre eles funciona bem, com Gabe controlando todas as negociações pelos bastidores e Jace e Ash correndo atrás dos investidores. Na vida profissional todos os três se dão muito bem, agora na pessoal é outra história.

Anos atrás Gabe foi casado, e quando o casamento acabou mal - com direito a humilhação pública - ele jurou a si mesmo que em qualquer relacionamento futuro estaria resguardado. Foi por isso que redigiu um contrato no qual consta explicitamente suas preferências sexuais e suas exigências para um relacionamento, o que funcionava até ele abrir espaço para Mia em sua vida.

Mia é a irmã mais nova de Jace, e depois que os pais deles faleceram, ela acabou por se tornar responsabilidade dos três; quatorze anos mais jovem, Jace, Ash e Gabe se asseguraram de que ela teria tudo que precisasse, mesmo que Mia nunca tenha feito questão de uma vida de luxos. Desde a primeira vez que a viu como mulher, Gabe a desejou, mas em respeito a amizade com Jace, jamais deixou seus sentimentos interferirem, até que uma noite Mia apareceu em uma festa de inauguração do novo hotel deles, como Jace já havia partido, Gabe se encarregou de tomar conta de Mia, e decidiu ceder aos seus impulsos.

Porém, antes de iniciarem qualquer relacionamento - ainda que puramente sexual - Gabe deixa claro todos os termos do seu contrato, o que por um lado amedronta Mia, mas na mesma proporção a excita. Ela escolhe assinar o contrato, para mergulhar em uma jornada de descobrimento sexual e se entregar ao homem que sempre esteve em seu coração (literalmente sua paixão platônica de toda a vida); o problema é que Mia sempre teve sentimentos por Gabe, e quando ele começa a se dar conta do que sente por ela, pode colocar tudo a perder por não saber mais lidar com o amor.

Ela não se deixava intimidar por ele, e ele gostava disso. Não queria uma mulher covarde e dócil, ainda que quisesse alguém totalmente submissa. Havia uma diferença entre fraqueza e submissão.

Para começar: Maya Banks é diva dos romances eróticos!

Mas como a ideia inicial - de um relacionamento baseado em um contrato - remete à premissa de Cinquenta Tons de Cinza, deixei a poeira daquele livro baixar para poder mergulhar completamente no universo criado por Maya Banks. E só posso dizer que é muito excitante - ainda que não seja o meu livro favorito do gênero!

Gabe é um dominador e por muito tempo só teve relacionamentos puramente sexuais; paciente, ele guia Mia através da imersão dela nesse mundo mais sexual composto de posições e aventuras que ela jamais havia vivenciado. Na mesma medida ele sabe ser duro e complacente, paciente, mas também controlador, disposto tanto a ensiná-la quanto a castigá-la.

Basicamente é isso que se resume a história: sexo. O romance de fato não é o foco, mas sim o relacionamento de dominação que se impõe entre eles e as consequências disso: Mia sempre foi dócil, e levá-la a castigos e posições extremadas pode mexer com sua personalidade de uma forma irreversível.

A história é excitante (no quesito erotismo) e tem um enredo bem delineado; mas no final acredito que a forma como a autora colocou os fatos foi um pouco apelativa e, em um apanhado geral, o livro não me apresentou nada que tornasse a leitura marcante. Em um mercado editorial que ainda recebe uma enxurrada de livros eróticos, senti falta de um "quê" a mais que destacasse esse livro, porque Maya Banks, em geral, tem livros excelentes. Mas, dessa vez, não houve nada de espetacular.

14 comentários:

  1. Thays, não sou muito fã de romances eróticos, é raro eu ler algum, mas a premissa desse livro também me lembrou "Cinquenta tons de cinza" e "A garota do calendário", tanto pelo contrato quanto pelo nome da personagem. Entretanto, esse livro não me atraiu muito, eu leio livro eróticos caso haja aquele balanceamento entre erotismo e romance, mas não é o que vemos nesse livro. Porém, para quem é fã desse gênero essa obra parece ser um prato cheio.

    ResponderExcluir
  2. Tinha visto umas coisas desse livro, mas não achei muito atrativo pra ler.
    Lembra 50 tons essa ideia do contrato mesmo. E tem muito sexo pelo visto, mas gosto mais de romance, não se se iria curtir essa leitura. Fica a dica pra quem gosta de eróticos...

    ResponderExcluir
  3. Thays!
    Conforme ia lendo sua resenha pensei logo em 50 tons de cinza.
    Como gosto de romances eróticos, ando bem curiosa por ler o livro e quem sabe toda a série e ver os desdobramentos que esse relacionamento sexual a base de contrato vai dar.
    “Saber encontrar a alegria na alegria dos outros, é o segredo da felicidade.” (Georges Bernanos)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Eu adoro esse livro, mas tenho que concordar com você o livro se resume a sexo, uma coisa que me agradou nesse livro foi que ele meio que ja deu uma introduçãozinha de como será os próximos, espero que goste apesar de tudo.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Na verdade, essa trilogia foi bem decepcionante e foi impossível, mesmo pra mim que não li, não pensar em 50 Tons quando o contrato foi citado. Enfim, não é uma história romântica, as declarações não convenceram e Gabe não foi um cara legal. Tem uma certa cena na qual ele expõe Mia de uma forma não legal, ela praticamente foi abusada por terceiros e só depois disso Gabe parou pra pensar no que estava fazendo.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Thays!
    Já li muitos livros da Maya Banks, e apesar de não ter gostado de uns gostei da sua maioria e curto a escrita dela, mas confesso que até hoje nunca me interessei  em ler a trilogia Breathless, nem tive curiosidade em conhecer as histórias desses três amigos... mas quem sabem algum dia eu decida ler...
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Oiee!
    Concordo com você, eu tenho a trilogia e acho que o romance ficou bem de lado, é muito sexo pra pouco diálogo e romance.
    Gosto de livros do gênero, mas esse se tornou mais do mesmo, igual tem vários e eu esperava uma coisa diferente, já que a autora é tão badalada. Continuo com os livros aqui comigo, mas não sei se por muito tempo.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  8. Eu já li essa trilogia toda a algum tempo. Mas concordo com você que o livro não tem nada de especial. Eu gostei do livro e gostei dos personagem, mas eu já li livros melhores da autora :/
    Mas acho que o terceiro dessa trilogia um pouco melhor...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Romance Erótico não é meu gênero favorito. Na verdade eu nem curto, mas é evidente que quando envolve contrato e sentimentos é evidente que vai muito além de tudo isso, haha. Sim, a sinopse lembra muito a história de 50 Tons. Enfim, vou passar a dica dessa vez.

    ResponderExcluir
  10. Oi Thays!
    Ainda não tive oportunidade de ler os romances eróticos da Maya Banks. Mesmo porque, tenho que admitir que não é meu gênero favorito. A premissa lembrou mesmo 50 Tons, principalmente pelo contrato e por Gabe e Grey possuírem claramente uma personalidade bastante semelhante. Mas pela resenha pude perceber que Mia é uma mulher realmente forte e decidida, ao contrário de Anastasia Steele o que poderia fazer da trama mais interessante. Sinceramente, é um livro que eu leria se tivesse oportunidade, mas não é um que deixou louca para sair pra comprar =\.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  11. Oi Thays...
    Não sou fã de romances eróticos... E o fato de a autora ter sido um tanto quanto apelativa nesta obra realmente faz com que eu não sinta a mínima vontade de ler essa série...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  12. Thays,não tenho nenhum problema com romances eróticos,aliás uma das minhas autoras nacionais preferida é autora desse segmento,porémmm,se livros desse estilo não tiverem um bom enredo e não ser bem trabalhado o romance,fica só sexo mesmo,e creio que ninguém está muito animado para ler,basicamente só isso em um livro,acaba se tornando maçante :/ Eu gostei muito da premissa,mesmo que lembre 50 tons de cinza,não estou saturada dessa história pois só li um pouco do primeiro livro,mas enfim,adoro enredos de amor platônico,e querendo ou não,proibido também,pois ela era a irmãzinha do seu amigo,mas fiquei triste de saber que o romance não é bem o foco...poxa,poderia ter dividido bem o foco do erotismo com romance :/

    Livros contemporâneos dessa autora ainda não me animei a ler,mas os históricos dela estou bem ansiosa para conhecer!
    Bjss

    ResponderExcluir
  13. Nossa, você disse tudo que eu penso. No mercado editorial de hoje tem muitos livros eróticos e se não existir um destaque na história, algo marcante, esse "quê" como você disse, acaba se tornando mais do mesmo. Eu gosto de livros eróticos, mas eles precisam dar uma inovada. Essas histórias repetitivas cansam. Não fiquei interessada em ler. Ainda mais porque já ouvi coisas bem negativas a respeito de como enceraram a trilogia.

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Esse é um livro que já tinha visto também, mas não sei porque nunca parei para ler a resenha dele, gostei dessa historia, pela resenha parece ser interessante, mas do tipo que só lendo para ver se gosto ou não da historia, fiquei curiosa sobre esse casal e sobre o rumo dessa historia !!

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo