Para Sempre Minha (Rosemary Beach #09) - Abbi Glines

23 janeiro, 2017

Alguns dos jovens de Rosemary Beach consideram Tripp Newark um herói. Há oito anos, ele abandonou uma vida meticulosamente planejada pelos pais para conquistar a independência. Pilotando sua Harley, Tripp desapareceu da cidade para viajar pelo mundo. E essa decisão o fez perder muito mais do que os milhões que herdaria. Bethy Lowry está vivendo o pior momento de sua vida. Há um ano e meio, Jace, seu namorado, morreu afogado ao salvá-la de uma forte correnteza. Sofrendo um período turbulento e ainda consumida pela culpa, ela vive sua rotina de maneira automática, com a certeza de que nunca mais voltará a amar. No entanto, sua vida está prestes a mudar. Quando tinha apenas 16 anos, Bethy teve um tórrido romance com Tripp, que é primo de Jace. Esse segredo continuaria enterrado para sempre se não fosse por um detalhe: Tripp Newark está de volta e determinado a reconquistá-la.

Na série Perfeição, você conheceu o anjo da guarda de Della e sentiu a dor da perda de Bethy. Agora, Abbi Glines reúne esse surpreendente casal para mostrar que nunca é tarde demais para reviver uma paixão.

Tripp Newark por algum tempo fez parte do grupinho de elite de Rosemary Beach junto com seu primo Jace e alguns amigos, como Rush e Woods; mas ao contrário de seus amigos, Tripp não estava preparado para o que viria em seu futuro.

Tendo sido criado junto aos negócios da família, ao invés de prepará-lo para, um dia, assumir a fortuna da família, tudo que Tripp conseguia pensar era em fugir dessa vida. Até que um romance de verão virou seu mundo de cabeça para baixo.

Em uma praia Tripp conheceu Bethy, e após levá-la para casa teve início um romance intenso e secreto, arrebatador. Quando o fim do verão chegou, Tripp tinha de encarar o seu futuro na faculdade e no mundo dos negócios, então escolheu fugir.

Foram longos anos longe de Rosemary Beach, vivendo dos trabalhos que conseguia, sem se prender a lugar nenhum. Somente quando sua amiga Della se mudou para Rosemary Beach (com a sua ajuda) é que Tripp se permitiu voltar a pensar no que deixou para trás; mas é só depois da morte de Jace por afogamento que Tripp volta de vez, disposto a reconquistar Bethy.

“Cansei de fugir. Não há nada para mim em qualquer outro lugar. O que eu quero está em Rosemary Beach.”

Quando tinha dezesseis anos Bethy teve seu coração partido e nunca conseguiu reconstruí-lo totalmente, sempre faltou um pedaço, mas com Jace essa dor de perda era menor; com ele, ela podia ser livre e espontânea, divertida, fazer o que quisesse porque ele sempre estaria ali para protegê-la. E isso custou a vida de Jace.

Consumida pela culpa, toda a dor que sentiu oito anos atrás parece destrui-la de novo; e o retorno de Tripp só agrava a situação. Tudo que ela quer é manter distância, mas logo percebe que Tripp está de volta para valer, e não vai desistir dela.

"Eu não quero aquela garota de 16 anos que eu deixei para trás. Eu quero a mulher que ela se tornou. A mulher gentil, solidária, fiel e forte que eu observo de longe todos os dias da minha vida. Eu quero essa mulher. Nada mudou para mim."

Abbi Glines para mim é uma diva. Ela pode escrever cinco mil histórias da série Rosemary Beach e eu irei ler todas (e provavelmente amar todas!), porque mesmo que o cenário seja o mesmo, os personagens mudam e crescem e me cativam cada vez mais. Claro que alguns cativam mais, outros menos, mas sempre tem uma lição para tirar dessa série.

Com Bethy e Tripp eu tinha grandes expectativas; os dois não foram muito expressivos na série até o livro da Della e do Woods, mas a perspectiva de reviver um amor do passado me deixa muito muito muito empolgada, e eles alcançaram o que eu esperava.

Ao longo dos outros livros algumas partes foram reveladas sobre o romance de Tripp e Bethy, mas é só em Para Sempre Minha que todo o quebra-cabeça se une para esclarecer porque Tripp fez o que fez, já que se dizia tão apaixonado por Bethy, e também só agora ela é capaz de lidar com alguns dos fantasmas do seu passado.

Empolgante e divertido, Tripp é um conquistador, ele mima e protege mesmo que ela o queira longe, e com tantos gestos bonitos é óbvio que uma hora a pedra cede, afinal ninguém é de ferro!

Esse é o nono livro da série, e apesar dos casais que se formam aparecerem nos livros seguintes, o enredo em si é possível de ler e entender a partir de qualquer parte - mas fica a dica de que começar por Paixão Sem Limites é o melhor caminho.

Com uma diagramação perfeita e uma capa atraente, a Arqueiro consegue conquistar mais e mais fãs a cada lançamento, e assim espero que eles tragam todos os livros da Abbi para cá!

Se ainda não te convenci a ler esse livro, fica com um último quote que eu garanto que é irresistível:

"Eu me apaixonei por você quando tinha 16 anos e isso nunca mudou. Mas confiar o meu coração a você é outra coisa. Com você, preciso saber que será para sempre."

4 comentários:

  1. Thays!
    Uma pena nunca ter lido um livro da autora, porque gosto demais desse estilo de romance com mais pegada.
    Espero esse ano poder ler algum dos livros dela e quem sabe até esse.
    Acho apenas confusa as séries que acabam se misturando, mas acredito que isso não é um grande problema.
    Semaninha De muita luz e paz!
    “Existe apenas um bem, o saber, e apenas um mal, a ignorância.” (Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Thays!
    Comecei a ler a série Rosemary Beach esse mês, ontem finalizei o oitavo livro... amei a escrita da Abbi e como você disse, alguns personagem cativam mais e outros de menos, e confesso que não me empolguei para ler a história da Bethy, não simpatizei com ela ao longo dos livros de Rosemary Beach, mas fiquei curiosa para conhecer um pouco mais sobre o Tripp, sem falar que as partes reveladas sobre o romance deles ao longo dos livros da série me deixaram com uma pequena curiosidade... então, vou embarcar nessa leitura sim. Valeu pela dica!

    ResponderExcluir
  3. Thays!
    Não li ainda nenhum livro da autora, acredita?
    Mas pretendo mudar isso esse ano porque só leio ótimas resenhas dos livros dela e gosto muito do estilo.
    Desejo uma ótima semana!
    “A parte que ignoramos é muito maior que tudo quanto sabemos.” (Platão)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não caí de amores pela série, mas estava gostando. Aí, no segundo livro da série Perfeição, a autora, pra mim, colocou tudo a perder. Aquele drama foi desnecessário. Mais pareceu que a autora pensou "preciso tirar fulano pra inserir fulano", mas só o que conseguiu foi transformar Bethy numa louca, desequilibrada. Detestei. Então tenho um pouco de birra com esse casal.

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo