23 Noites de Prazer - Julianna Costa

25 outubro, 2016




Nahia era uma garota tímida, insegura e insatisfeita com o seu trabalho em uma editora. Até conhecer, literalmente, o homem dos seus sonhos. Ao visitá-la durante as noites, Amadeo libertou seus desejos sexuais mais profundos e, desde então, ela teve as experiências mais sensuais, quentes e inusitadas que uma mulher poderia ter!
Essas aventuras ardentes a transformarão em uma mulher confiante e deslumbrante, pronta para desafiar todos ao seu redor para fazer a coisa certa e publicar o livro mais cobiçado do momento! 






Nahia sempre foi uma mulher atraente, mas vivia insegura e insatisfeita com seu trabalho e consigo mesma de uma forma que a bloqueava para todos os aspectos, inclusive os sexuais. Até que Amadeo apareceu em seus sonhos... um espectro, sonho, como quiser chamar. Cheio de charme e sedução, a cada noite ele trazia uma lição para Nahia a respeito dos homens e a respeito dela mesma, afinal ela vive na Holanda, um país conhecido pela falta de pudor e de julgamentos; aos poucos ele coloca na mente de Nahia o quanto ela é poderosa por si mesma, o quanto de charme possui e que se utilizá-lo da forma certa, vai alcançar o que quiser.

Pense em mim como o homem dos seus sonhos. Sou o homem com quem você sonha durante a noite e que você deseja durante o dia. E estou aqui para transformar tudo em realidade. O que você quiser, pelo tempo que quiser, eu vou fazer. Se quiser que eu vá embora, é só pedir. Mas enquanto não pedir, eu vou cuidar de você, como homem nenhum nunca cuidou.

Na onda dos livros eróticos, 23 Noites de Prazer prometia inovar o clichê da "garota insegura" de forma muito muito muito apimentada. De certa forma atingiu o objetivo, mas confesso que não consegui ler até o final para avaliar a obra completa.
O início é atemporal, começa com uma Nahia muito segura de si em busca de conselhos com uma terapeuta, e durante essas consultas ela relata toda a história com Amadeo e a forma como ele despertou o seu lado mais feminino e mais sexual. O mistério que envolve Amadeo torna a trama mais convidativa, na expectativa de quem é esse homem, afinal ele pode assumir diferentes formas e rostos, conforme o "subconsciente" de Nahia deseja, e com isso a liberta de suas próprias amarras para torná-lacada vez mais despojada quando se trata de sexo. O início é atraente, a ideia de autoconhecimento e autoestima que ele acaba incutindo nela também, mas o livro - para mim - logo se tornou um milhão de cenas de sexo e só isso.
Há um possível enredo romântico, um homem que desperta a atenção de Nahia; inclusive, um homem que conhece muito do universo "sexual" com dicas de lugares e festas que podem levá-la a loucura, mas lendo até a metade do livro eles não conseguiram me cativar, e até mesmo o Amadeo me cansou.
Infelizmente para mim a obra não funcionou, larguei de lado e não sei se um dia vou retomar a leitura.

6 comentários:

  1. Nossa, que pena que não agradou. Vejo tanta coisa legal desse livro e até me deu uma vontade de ler pra ver se era bom mesmo. Não vejo muita graça nesse tipo de leitura mais, só que ele me deixou curiosa por ver falando tão bem...
    Acho que nem vou ler afinal. Cenas de sexo demais e sem muita história é cansativo e chato =/

    ResponderExcluir
  2. Esse Amadeo, pelo que percebi, é a versão masculina da deusa interior.
    Olha, sou muita chata pra enredos, principalmente esses com clichês enoooormes, gritantes. Nadinha aí conseguiu chamar a minha atenção.

    ResponderExcluir
  3. Eu tinha bastante vontade de ler esse livro. Mas agora nem estou com tanta vontade mais :(
    A história até parece ser boa, mas acho que ter um milhão de cenas de sexo vai me incomodar bastante. E é uma pena que os personagens não tenham te cativado :/

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Eu estou muito curiosa para conferir esse livro, uma pena que não funcionou para você é que mão conseguiu concluir a leitura, mas isso acontece.
    Assim como você não gosto de livros que se resumem a sexo.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, mas essa não foi uma historia que gostei, mesmo achando interessante a proposta do livro parece que a autora acaba se perdendo, e por os personagens não conquistar o leitor acho que não irei gostar desse livro !!

    ResponderExcluir
  6. Olha, é a primeira vez que ouço falar da autora e da obra, então não tenho opinião formada. Saber que vc não gostou já é meio caminho andado, mas vou procurar outras resenhas antes de decidir algo. A capa, no minimo, eu achei bem bonita. E, teoricamente, a ideia tbm parece boa.

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo