Na Pilha #43

10 junho, 2016



Esse é um meme criado pela Carol, do De Fases, onde ela mostra os livros que está com vontade de ler!
Abril foi O MÊS de leituras, em maio consegui ler quase o mesmo tanto e espero que agora em junho consiga manter o ritmo! De todos esses anos de blog, fazia tempo que eu não conseguia manter um bom ritmo de leitura - e lendo só o que absolutamente me interessa!
Para manter o costume, quatro livrinhos que, no mínimo, serão lidos esse mês:


A Caminho do Altar (Os Bridgertons #08) - Julia Quinn

Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece.
O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la.
Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele?
A caminho do altar, oitavo livro da série Os Bridgertons, é uma história sobre encontros, desencontros e esperança no amor. De forma leve e revigorante, Julia Quinn nos mostra que tudo o que imaginamos sobre paixão à primeira vista é verdade – só precisamos saber onde buscá-la.


Tá Todo Mundo Mal - Jout Jout
Do alto de seus 25 anos, Julia Tolezano, mais conhecida como Jout Jout, já passou por todo tipo de crise. De achar que seus peitos eram pequenos demais a não saber que carreira seguir. Em tá todo mundo mal, ela reuniu as suas "melhores" angústias em textos tão divertidos e inspirados quanto os vídeos de seu canal no YouTube, "Jout Jout, Prazer".
Família, aparência, inseguranças, relacionamentos amorosos, trabalho, onde morar e o que fazer com os sushis que sobraram no prato são algumas das questões que ela levanta. Além de nos identificarmos, Jout Jout sabe como nos fazer sentir melhor, pois nada como ouvir sobre crises alheias para aliviar as nossas próprias!

Amor de Cordel Andrea Marques
Aos 38 anos de idade, Carolina Borges achava que tinha a vida perfeita. Casada com Miguel, era feliz mesmo sem ter realizado o sonho da maternidade. No entanto, a convivência com o marido e seu bom desempenho profissional a deixavam satisfeita e segura. O destino lhe prega uma peça e, sem esperar, ela vê sua vida se modificar significativamente. Seu casamento chega ao fim, e sua carreira como terapeuta ocupacional, que sempre lhe proporcionou alegrias, passa a torturá-la. Isso acontece quando o jovem arquiteto Alexandre Bastos entra em seu consultório pela primeira vez, despertando em Carol sentimentos conflituosos que a farão repensar seus valores e a obrigarão a sair de sua zona de conforto para se arriscar em terrenos desconhecidos que poderão colocar em risco sua própria vida. Permeado por traições e intrigas, Amor de cordel é um romance contemporâneo que traz à tona assuntos do universo feminino, além de despertar a paixão até nas mulheres mais modernas e independentes.

O Amante - Marguerite Duras
Considerado o livro mais autobiográfico da escritora, dramaturga e cineasta Marguerite Duras (1914-1996), O amante, escrito em 1984, recebeu o Prêmio Goncourt, o mais importante da literatura francesa e se consagrou como sua obra mais célebre. O romance narra um episódio da adolescência de Duras: sua iniciação sexual, aos quinze anos e meio, com um chinês rico de Saigon. Se as personagens e fatos são verídicos, a escrita os transfigura e transcende; não sabemos em que medida a história é verdadeira. Os encontros amorosos são, ao mesmo tempo, intensamente prazerosos e infinitamente tristes; a vida da família contrapõe amor e ódio, miséria material e riqueza afetiva. A presença da mãe, sua desgraça financeira e moral, do irmão mais velho, drogado, cruel e venal, e do irmão mais novo, frágil e oprimido, constituem uma existência predominantemente triste, e por vezes trágica, de onde Duras extrai um esplendor artístico que se reflete em sua própria pessoa - personagem enigmática, quase de ficção. Tem sido dito que ler este livro é como folhear um álbum de fotografias - a narrativa se desenrola em torno de uma série de imagens fascinantes. Esse trabalho primoroso com as imagens também pode ser verificado nos mais de vinte filmes dirigidos por Duras e na possibilidade de seus textos se transformarem em filmes, como o fez Jean-Jacques Annaud com O amante em 1991.

E vocês o que pretendem ler?
 Beijooos :*

7 comentários:

  1. Não sei os outros, mas A Caminho do Altar é muito fofo e vale a pena ler. O final então foi de dar suspiros e risadas de felicidade com o rumo que a história levou. Muito bom mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Maio foi um mês bem pobre de leituras para mim !Quero ler A Caminho do Altar, pena que ainda estou no 4° livro da série, muito interessada para ler Tá Todo Mundo Mal

    ResponderExcluir
  3. A Caminho do Altar já tá nos livros que quero ler, mas não sei se ainda esse mês. Vou aguardar ansiosa a resenha. :D

    ResponderExcluir
  4. Leia logo "A Caminho do Altar". Feliz e triste com esse lançamento... é o último, não acredito!

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    Eu amei todos.
    Quero muito completar minha série da Júlia Quinn, a mulher é uma diva escrevendo romances de época.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  6. De tanto livro que eu tenho sem ler,minha pilha tá aleatória,termino um e começo o que der vontade na hora haha. Mas o próximo que lerei será The Kiss of Deception.

    ResponderExcluir
  7. Desses eu quero A Caminho do Altar (apesar de ainda tá no segundo livro da série) e Tá Todo Mundo Mal. Espero ler os dois em breve. Beijo!

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo