Meu Querido Meio-Irmão - Penelope Ward

14 junho, 2016

Não é normal desejarmos alguém que nos atormenta. Quando meu meio-irmão, Elec, se mudou para nossa casa, eu não estava preparada para lidar com um cara tão idiota. Odiei o fato de ele ter descontado sua raiva em mim porque não queria estar aqui. Odiei ele ter trazido garotas da escola para seu quarto. Mas o que mais odiei foi o modo indesejável que meu corpo reagia a ele. 
A princípio, pensei que tudo o que ele tinha a seu favor era o corpo musculoso e tatuado e o rosto perfeito. Mas as coisas começaram a mudar entre nós, e tudo teve um desfecho em uma noite inesquecível. No entanto, do mesmo modo que Elec entrou na minha vida, logo voltou para a Califórnia. Passaram-se anos desde a última vez que o vi. Quando a tragédia atingiu nossa família, tive que encará-lo novamente. E, diabos, o adolescente que me deixou louca se tornou o homem que destruiu o resto de sanidade que havia em mim. Senti que meu coração estava prestes a ser partido. De novo.


Greta Hansen é uma adolescente comum, que vive em uma casa comum com sua mãe e seu padrasto, Randy, mas depois que seu meio-irmão chega para passar uma temporada com o pai, tudo deixa de ser "comum". Dono de um espírito forte e sempre pronto para uma resposta ácida, Elec era o oposto do que Greta imaginava encontrar, e certamente ela não estava pronta para lidar com alguém que a desrespeita e provoca a cada oportunidade. Desde o primeiro momento Elec deixou claro que não era um "bom garoto" e que não pretendia facilitar as coisas para ela, afinal ele estava ali contra a vontade e se ele não podia ter o que queria, tinha uma forma de fazer com que ninguém o quisesse também.
Apesar da casca grossa, com o passar dos dias Greta encontrou fissuras em sua armadura: ele pode ser um imbecil insuportável que rouba suas calcinhas, que a provoca nu em um banheiro pequeno e até mesmo houve suas conversas, mas quando se trata da relação de Elec com o pai, Greta logo percebe que há algo muito errado entre eles e não sossega até descobrir o que é.
Os segredos os aproximam de forma a criar uma estranha rotina, além de uma conexão que mexe com todos os nervos do corpo de Greta.
Mas tão de repente quanto Elec chegou, ele parte.
Quando uma fatalidade faz Elec retornar para casa, os dois não são mais os mesmos adolescentes de antes. Cada um seguiu um caminho diferente, estabeleceu suas prioridades, enquanto Elec se firmou na Califórnia, próximo a sua mãe, Greta se mudou para Nova York e segue aspirações que ela recém descobriu. Mas uma coisa é certa: aquela chama, aquela conexão que eles firmaram sete anos antes ainda segue acesa.

O livro é dividido em duas partes, na primeira eles são adolescentes cheio de hormônios e com poucas preocupações na vida, ainda que ambos já tenham passado por tristes momentos - Greta teve de lidar com a morte do pai e Elec tem diariamente que lidar com os problemas de sua mãe, mas quando a segunda parte chega, é uma versão amadurecida de ambos que ganha os holofotes.
Claro que isso aconteceria, afinal se passaram anos desde que se viram, ambos foram para faculdade e estabeleceram suas vidas, isso faz parte da vida adulta e leve ao amadurecimento, mas no fundo ainda tem uma chama daqueles adolescentes que os transforma. É difícil colocar em palavras os sentimentos que esse livro desperta, e ao mesmo tempo é um dos enredos que mais me agrada: quando mexe com o tempo. Na adolescência não foi o "time" certo para explorarem seus sentimentos, e anos depois cada um ingressou em um novo relacionamento que faz questionar o "quando" será que poderão se entender. Essa expectativa é o que causa borboletas no estômago durante a leitura, despertando a ansiedade do leitor junto com a vontade de descobrir tudo por trás do que houve com a partida de Elec... ele chegou por um motivo, partiu por outro motivo, mas o que tem nesse meio que o fez quem é hoje?
O conteúdo não é tão sexual quanto eu havia imaginado, mas Elec é extremamente sexy (em ambas as versões, tanto adulto quanto adolescente ele sabe como intimidar e como seduzir!), outro ponto a favor é que a autora leva a história por um caminho de surpresas que tornam o enredo muito excitante, de forma que aquilo que parecia ser mais um livro clichê sobre amor proibido entre meio-irmãos se transforma em uma leitura viciante e surpreendente!

-Qual é o seu problema?
-O quê?
-Não importa o quanto eu te trate mal...você ainda quer ficar perto de mim.

7 comentários:

  1. Esse livro me chama muita atenção, principalmente por esse romance proibido, e pela narrativa ser envolvente a ponto de nos deixar ansiosos pelo casal, fico feliz de saber que o livro não é tão HOT

    ResponderExcluir
  2. Oi Thais, essa é a terceira resenha que leio só esse mês desse livro e se ainda não estava convencida de que a história vale a pena, com certeza estou agora rs. O que me preocupa é que quando eles seguem em frente eles tem novos relacionamentos, eu sei que a vida segue, mas esse é em sua essência um romance certo? espero que não surjam triângulos, geralmente não me animam haha Uma coisa é certa apesar da capa ser sensual, sempre leio que o livro não é tão sexual e isso me agrada, já que alguns livros que li com esse tema, se perdem nas cenas quentes e mal investem na história. Enfim, me interessei ;)

    ResponderExcluir
  3. Venho acompanhando algumas resenhas dele e o bendito está me chamando atenção. Não tô lendo muitos assim, mas esse parece mais leve e com aquele tipo de romance que gruda e te faz comer páginas pra saber o que acontece. Achei legal a temática também, essa coisa de meio irmão (que não é tão irmão assim...tinha achado que era livro de incesto até entender como era esse caso xD ) e parece ser bom. Talvez leia.

    ResponderExcluir
  4. Achei toda a polêmica em torno do livro desnecessária. Pra mim, não são irmãos, tanto que nem conviveram juntos por muito tempo e não houve a crianção de um laço.
    E eu preciso dizer que amo essa capa e, mesmo não curtindo muito histórias com adolescentes, todo o bafafá em torno dela me deixou curiosíssima!

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    Eu amei a resenha, li esse livro em inglês e amei, não vejo a hora de tê-lo na minha estante, os personagens são ótimos, fortes e determinados, simplesmente amei.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  6. Achei interessante, como você disse, a obra ser dividida em duas partes. Deve ser legal perceber a evolução dos personagens, como os fatos passados influenciam as pessoas e como algumas coisas nunca mudam.

    ResponderExcluir
  7. Eu já conhecia esse livro, mas nunca tive vontade de ler, acho que acabei ficando saturada de livros assim, um bad boy, uma garota, passados problemáticos e segredos. Mas fico feliz ao saber que você gostou da leitura... mas esse eu vou deixar passar. Beijo!

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo