Volta Para Mim - Mila Gray

24 maio, 2016

Kit Ryan está de volta à sua amada Califórnia, de folga do serviço militar. Conquistador inveterado, ele só quer aproveitar as quatro semanas livres antes de retornar ao trabalho, mas se vê atraído pela irmã de Riley, seu melhor amigo. Há tempos Jessa Kingsley chama sua atenção, porém a família superprotetora dela sempre foi um obstáculo.
Desta vez, contudo, Kit desiste de lutar contra os próprios sentimentos e logo Jessa se rende ao seu charme. O que começa apenas como um romance de verão rapidamente se torna um relacionamento apaixonado.
Quando chega a hora de Kit voltar ao serviço com Riley, nem ele nem Jessa estão prontos para se despedir. Ela enfim está seguindo os seus sonhos e ele descobriu alguém por quem sacrificaria tudo. Jessa promete esperá-lo e Kit garante que voltará para ela. Não importa o que aconteça.
Mas então uma visita inesperada traz uma notícia trágica: uma das pessoas que ela mais ama morreu em serviço. Quem terá sido? Seu irmão ou seu namorado?
Em Volta Para Mim, Mila Gray constrói uma história de tirar o fôlego sobre amor, amizade e família, conduzindo o leitor por uma jornada de superação e autodescoberta.

Jessa Kingsley sempre teve uma quedinha por Kit Ryan, o melhor amigo de seu irmão Riley, mas por algum motivo que ela desconhece, apesar de Kit e Riley se conhecerem a vida inteira, seu pai não aceita o rapaz em sua casa - e certamente não o aceitaria como namorado da sua filha, mesmo que isso seja um sonho distante para Jessa. Ainda mais depois de Kit convencer Riley a se alistar no exército.
Uma decisão que muda a vida de todos eles.
Meses servindo no exterior mostram a Kit o que realmente importa, então quando ele e Riley estão de volta à Califórnia para algumas semanas de folga do serviço militar, Kit resolve perseguir seus sentimentos e conquistar a garota de seus sonhos, que ocorre de ser a irmã mais nova de seu melhor amigo. Quando Jessa retribui seus sentimentos, parece que o dia mais feliz da vida de ambos finalmente chegou, mas por saberem que nem o pai nem o irmão de Jessa reagiriam bem a esse namoro, eles optam por manter tudo em segredo, o que não tira a beleza e a pureza desse sentimento.
Todo tempo livre possível eles passam juntos, dispostos a lutarem contra o mundo tudo para continuarem se amando... até que chega a hora de Kit voltar ao serviço militar. Jessa promete que vai esperá-lo e Kit garante que sempre voltará para ela, mas quando, algumas semanas depois, o pai de Kit (que também serviu no exército) aparece em sua casa com uma notícia do governo, o mundo de Jessa desaba, não importa qual dos dois tenha sido ferido, se Kit ou se Riley, a vida nunca mais será a mesma.

Para prender o leitor a autora utilizou de uma tática muito boa: o livro já começa com o pai de Kit aparecendo em sua porta com uma grave notícia, na página seguinte a história dá um salto para meses antes desse dia e mantém o leitor cativo de suas palavras e do rumo que a vida de todos eles toma nessas semanas de férias, o que faz o leitor se apegar o todos os personagens e inevitavelmente sofrer quando chega a resposta.
Achei um pouco previsível, mas não tornou menos bonita e empolgante a história de Kit e Jessa. Eles são novos e apaixonados, donos de um amor puro, mas intenso, e cada linha que descreve essa relação faz o leitor se apaixonar mais e mais por eles, ainda mais que nenhum dos dois tem uma vida fácil: Kit é filho de um ex-militar que não pôde suportar a morte da esposa e se tornou alcoólatra, para depois encontrar a paz como reverendo (mas no meio do caminho foram dias infernais), enquanto Jessa é filha de um coronel militar agressivo e intolerante, rigoroso com cada minuto de sua vida.
O fato deles se conhecerem desde crianças torna a história mais delicada, mais "fofinha" porque mostra aquele amor infantil, a paquerinha do início da adolescência, até o dia em que eles assumem seus sentimentos.
Um livro com uma temática diferente dos young adults por aí, que aborda além do romance, a vida de um soldado e os impactos que isso gera para todo o sempre. Apaixonante do início ao fim, não consegui largar até confirmar minhas suspeitas sobre o rumo dessa história - que se concretizaram, diga-se de passagem!

7 comentários:

  1. Oi,
    Mesmo ele sendo um pouco clichê amei o livro. Aliás, até gosto quando é um pouco clichê, a leitura fica mais tranquila. Amei eles terem se conhecido ainda crianças e com o tempo esse amor foi se solidificando mais e mais, muito fofo!

    ResponderExcluir
  2. Esse livro já começou com uma onda de sentimentos de angustia pra mim e na primeira página já tinha sido conquistada. Adorei a forma como a autora escreve, ela passa emoção e isso foi muito bom na história. É um romance bonito o desses dois. Mas também a parte familiar, as dificuldades e a ambientação da vida de soldado dos garotos e etc foi muito bem feita, por passar os sentimentos conflitantes. É um livro que me pareceu uma enxurrada de emoções, simples assim. E até é clichê, se parar pra analisar, mas é aquele clichê mais bem feito e gostoso de ler. Não é bobinho. Um YA diferente mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Na primeira vez que vi esse livro ele me pareceu muito clichê, mas depois acabei lendo uma resenha dele e acabei o adicionando na minha lista.
    Gostei muito da sua resenha e adorei essa táctica da autora de não revelar quem se feriu, e já estou curiosa pra saber quem foi, apesar de já ter as minhas desconfiancas.
    Acho que esse livro vai me emocionar muito e não vejo a hora de lê-lo. Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Gostei da proposta do livro e do suspense que a autora criou para prender o leitor, só a capa que achei que não combina com a história.

    ResponderExcluir
  5. Amo o mote amigos apaixonados ou amigo que se apaixona pela irmã do melhor amigo e vice e versa, mas fico muito apreensiva com esse mistério todo em torno da notícia bombástica, apesar de já imaginar quem seja.

    ResponderExcluir
  6. Oi.
    Achei a premissa muito interessante, apesar do livro ser muito mais muito clichê, a capa é bonita e eu achei interessante esse mistério de quem voltará para casa e tudo mais.
    Irei ler com toda certeza.
    Bom Dia.

    ResponderExcluir
  7. Abordar a temática do alistamento, ser chamado para servir é algo interessante nessa estória, realmente é fácil se identificar por vários casos assim terem acontecido na vida real.
    Esse salto no tempo deixando para depois a revelação do que aconteceu e com quem é uma sacada muito inteligente, motiva o leitor a ler e descobrir.
    Um amor assim que nasceu desde quando eram pequenos e é coroado com o início do relacionamento tem a força para superar todas as dificuldades por piores que sejam, uma leitura para passar o tempo e torcer pelos personagens encontrarem seu final feliz.

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo