Magnífico (Trilogia da Lei #03) - M. S. Fayes

19 maio, 2016


Quando Lana Conner precisou recorrer à ajuda de suas amigas, Kate e Fay, ela mal poderia imaginar que sua vida estivesse à beira de uma reviravolta. Abandonada pelo namorado, grávida e sem perspectiva de trabalho, ela volta a morar com sua mãe no interior, até que uma situação exige que ela saia de seu casulo e retorne a Boston. John Reynolds é um renomado juiz, senhor do destino na vida de muitas pessoas, de repente se vê sem o controle de sua vida quando uma amizade inesperada surge entre ele e Lana. John se fechou para o amor, assim como Lana foge do mesmo sentimento. Mas bastou apenas um olhar para que soubessem que algo poderia mudar em suas vidas. Será que estão prontos para enfrentar as dificuldades do dia a dia? O que o futuro poderia reservar a estes dois para que se permitam a chance de um novo começo?




Lana Conner tinha tudo sob controle: era uma garota comportada, morava com Kate e Fay e as três cursavam direito, até que um dia - cega pelo "amor" - Lana cedeu a proposta de seu namorado, Paul Kingston, para fazerem uma viagem. A ideia era viajar sem rumo, sem um destino certo, aproveitando a juventude para esse tipo de aventura.
Mas durante a viagem Lana engravida e Paul a abandona em um hotel na beira de uma estrada na Califórnia, sem sequer lhe deixar dinheiro para que ela possa voltar para casa. Lana volta a morar com sua mãe na fazenda da família e a ajuda a cuidar de tudo, enquanto leva a gravidez tranquilamente - preparada para ser mãe solteira assim como sua mãe também foi. Até que uma intimação a obriga a voltar a Boston e encarar Paul Kingston no tribunal em uma briga pela guarda do bebê que ainda não nasceu.
Bem recebida por suas melhores amigas, Kate e Fay, e seus respectivos companheiros, Alex e Gabe, eles montam uma equipe com artilharia pesada para garantir a Lana que Paul jamais vai ganhar a guarda, contam, inclusive, com o apoio de um grande amigo deles, John, que é juiz na área criminal em Boston, mas tem algumas dicas valiosas.
Conforme a audiência se aproxima, o contato entre eles é maior e Lana, apesar de muito grávida, não pode deixar de se sentir atraída por John Reynolds. E ele retribui a atração.
Jovem e bem sucedido, John tem seus próprios fantasmas para lidar, mas quando a angelical Lana aparece em sua vida, por mais errado que possa parecer desejar uma mulher grávida - que ele nem sabe se é comprometida - John não consegue se conter.
Em razão de toda a situação - ela está grávida, tem todo o estresse do processo judicial, ele sofreu uma desilusão amorosa e está meio calejado para o romance - os dois tentam manter um clima de amizade, mas quanto mais compartilham experiências, mais difícil fica de resistir.

Esse é o terceiro volume de uma trilogia, os dois primeiros são com Gabe - que é advogado - e com Alex - que é promotor -, agora chegou a vez de John, o juiz, para fechar esse trio de homens da lei. Pela premissa romântica do livro, comecei a leitura por esse volume então algumas informações ficaram jogadas no ar, os casais já estavam todos devidamente formados e há algumas cenas que eles comentam relembrando que eu, por não ter lido os anteriores, não captei. Mas, no geral, é bem tranquilo de entender o enredo, pois cada livro tem seu início, meio e fim.
O livro mostra realmente o que a capa e a sinopse representam, há um romance tranquilo entre John e Lana, o sentimento surge a primeira vista, mas a história entre eles é construída aos poucos, página por página; com as amigas de Lana fica a responsabilidade pelo humor, divertidas e espontâneas elas não perdem uma piada, mas também são leais e apaixonadas.
Um romance doce e gostoso de ler, que abarca não só o sentimento de amor entre um homem e uma mulher, mas também entre mãe e filho e o anseio que todos sentimos por ter uma família - e tudo que ela representa.
Bem escrito, a autora consegue unir todos os personagens da trilogia sem perder o rumo da história, e a escrita repassa os sentimentos tão fielmente que não consegui largar o livro antes da última página!

6 comentários:

  1. Oi,
    Gostei do estilo da trilogia. E o fato de que eles podem ser lidos independente dos anteriores ou futuros me deixa mais empolgada, pois, como já comentei aqui, gosto de ler uma série depois de ter todos, então, quando são independentes não preciso de todos.

    ResponderExcluir
  2. É, parece que o livro é bem fofo e bom de acompanhar. Um romance bonito. Vou tentar dar uma olhada nesses outros, ver o que falam e quem sabe até ler. Acho tão bom quando fazem livros assim que são continuação mas não daquelas que é preciso ler outros para entender. Dá mais flexibilidade... Parece bom e rápido de ler.

    ResponderExcluir
  3. Confesso que a sinopse não me chamou atenção, atualmente parece que todos os livros possuem a mesma premissa e elementos :/ Mas uma coisa que eu gostei no livro foi que o relacionamento entre os protagonistas foi algo que se deu de forma gradual, e isso é uma coisa que eu admiro muito em romances. E também gostei do fato do cenário, da trilogia em si, girar em torno da advocacia e da lei. Mas infelizmente não pretendo ler o livro, beijo!

    ResponderExcluir
  4. Como estudante de direito, gostei e fiquei curioso com a proposta da trilogia, devido à mistura entre o romance e esse plano de fundo jurídico.

    ResponderExcluir
  5. Acho as capas da série linda, mas isso de estarem fechados para o amor e logo depois mandarem tudo pro inferno, pra viverem uma paixão, acho meio contraditório. Gosto muito da lei como pano de fundo.

    ResponderExcluir
  6. Oi.
    Já tinha ouvido falar dessa trilogia e achei realmente ótimo essa resenha.
    Fiquei bem curiosa para saber um pouco mais sobre os livros anteriores, essa capa é linda.
    Bom Dia.

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo