O Risco - Rachel Van Dyken

17 novembro, 2015


Beth nunca fez nada de arriscado. De inconsequente. De divertido. Isso é, até acordar em um quarto de hotel ao lado de Jace, um senador sexy, que ela reencontrou em uma festa de casamento na noite anterior.
O problema é que sua última lembrança da noite é estar na cama, abraçada a uma caixa de biscoitos, chorando copiosamente. E Jace também não se recorda de muito mais. Outro problema? Eles foram fotografados entrando juntos no hotel, e agora a mídia está em polvorosa, especulando quem é a misteriosa acompanhante do senador. Uma amiga? Uma antiga namorada? Uma... prostituta?
O que deveria ser um encontro casual transforma-se em uma aventura de seis dias: a fim de que escapem do assédio dos repórteres, vovó Nadine os envia para um resort no Havaí. Para Beth, são seis dias de conto de fadas junto ao homem por quem é apaixonada desde a adolescência. Para Jace, são seis dias para esquecer as mágoas do passado e aprender que, às vezes, o amor exige atos de coragem.


Vovó Nadine ataca novamente!
Dessa vez as vítimas são Beth, a irmã de Char, e Jace, o senador amigo da família Titus.
Durante toda sua vida Beth foi insegura em tudo que não representasse uma ciência exata, ela é excelente em sua profissão, está a caminho de curar o câncer (ou algo igualmente grandioso) mas não é capaz de se enxergar no espelho e ver uma mulher bonita (que ela realmente é), pelo contrário. É por pensamentos desse tipo que ela jamais imaginou que Jace pudesse lhe despender alguma atenção - sim, é claro que ela lembra que ele já a socorreu uma vez em um baile do colégio, mas faz tantos anos que, na sua mente insegura, é impossível que ele se lembre disso. Ainda assim, após toda a enganação da vovó Nadine que culminou no casamento de Char e Jake, de alguma forma Char acorda na cama de Jace na noite após o casamento, mas tudo que ela se lembra é da bebida, e dos biscoitos (ela poderia se casar com eles se isso fosse permitido, de tão bons que eram!) mas da sua noite com Jace, provavelmente a única em sua vida, ela não se lembra de absolutamente nada. O fato de ele não lembrar não torna nada menos vergonhoso.
Na manhã seguinte os programas de fofoca é que lhes dão as dicas: os dois foram vistos juntos entrando em um hotel, alguns até mesmo tem o disparate de assumir que ela é alguma prostituta que Jace contratou.
Para acabar com o rumor e a má propaganda para cima de Jace, o que pode arruinar sua carreira política, vovó Nadine tem a solução: FÉRIAS. Ela os coloca em um avião para o Havaí, onde deverão passar alguns dias sozinhos e isolados do mundo, esperando a poeira baixar.
Para Beth esses dias são uma promessa de conto de fadas, a chance de pelo menos fingir ter uma vida ótima enquanto Jace está ao seu lado... enquanto que para Jace esses seis dias podem trazer de volta muitas lembranças e nem todas elas são boas.
Com programas para casais, uma ilha paradisíaca e um resort maravilhoso, vovó se encarregou de criar o ambiente perfeito, agora resta aos dois seguirem o caminho certo.

Não adianta, digam o que quiser dessa série, eu continuo adorando. Vovó Nadine é simplesmente ótima e nesse livro ela se destaca ainda mais, por Jace ser senador o fato dele sumir por seis dias não é bem visto pelas autoridades, mas a vovó sabe muito bem como lidar com alguns policiais o que deixa o capítulo divertido desde a primeira linha.
Apesar dos demais casais dessa série serem ótimos, realmente torci por Beth e Jace, talvez porque eu me reconheça nela em vários pontos, ou só pelo meu lado romântica que fica tocada com a história desses dois que começou anos atrás em um baile de formatura sem que eles sequer tenham consciência disso, a questão é que a autora soube como torná-los reais e críveis, carregados de inseguranças como qualquer pessoa normal e, ao mesmo tempo, desejando a mesma coisa: amor.
Um livro que me empolgou desde a primeira página, que me fez rir muito, mas também refletir, tanto que destaquei diversos quotes desse livro - alguns compartilhei no instagram do blog - porque é simplesmente ótimo! A autora soube como fechar com muito carinho essa trilogia tão divertida, e vovó Nadine, sentirei saudades.

9 comentários:

  1. Bom, eu conheci esta série por conta dos mais recentes lançamentos, justamente este livro, O Risco. Mas, não sabia nada da história pois não havia me interessado pelos livros. Mas, com alguns detalhes mais fundos sobre esta família hilária, confesso que fiquei totalmente intrigado com a leitura, especialmente com a Vovó Nadine.

    ResponderExcluir
  2. Não gostei muito da capa ,mas acho q é um bom livro pra Passar o tempo ,o enredo não perece ser muito pesado.

    ResponderExcluir
  3. Não li os outros dois, nunca senti muito interesse, mas já ouvi falar e dizem que é uma história bem envolvente, com uma boa estrutura.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Não gostei dos dois primeiros livros e não to animada pra esse mesmo lendo resenhas positivas... pra não dizer que odiei tudo, eu também amei vovó Nadine hahahahahaha

    ResponderExcluir
  5. Não comecei a série ainda, mas pelo que acompanho dela, você não é a única a gostar dela. Espero ser assim comigo quando começar a leitura.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  6. conheço os livros da autora mais ainda não tive oportunidade de ler nenhum deles, gostei da resenha e espero ler em breve.

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia a série, que bom que você gostou, obrigado pela dica só que eu vou deixar passar achei muito clichê :/

    ResponderExcluir
  8. Oie
    Eu li o primeiro livro tão rapidamente que nem lembro de alguns fatos.A história é boa mas não foi tão surpreende pra mim.Eu não conheço esse personagens já que não li o segundo livro mas é bom ver que a vovó Nadine ataca mais uma vez,quero uma vó dessas pra mim kkk.E se esse livro é tão bom assim quem sabe eu não termine a trilogia,estou curiosa mesmo pra saber o desenrolar da história do Jake.

    ResponderExcluir
  9. Não conheço os livros da autora. Pela sinopse do livro vejo que não é dos que eu gostaria de ler.

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo