A Voz do Arqueiro - Mia Sheridan

24 novembro, 2015


Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor.

Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.
Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.

Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.

Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

Depois que uma tragédia a fez perder o pai, a vida de Bree nunca mais foi a mesma, inclusive ficar na mesma cidade era um tormento, sem contar os pesadelos sem fim que a impediam de dormir e o medo a espreita em cada esquina. Incapaz de seguir vivendo dessa forma, Bree faz as malas e parte em busca de paz, e é em Pelion, no estado do Maine, que ela se instala para tentar recomeçar.
Surpreendentemente as coisas parecem conspirar a seu favor: sem demora ela encontra um lugar agradável para se instalar, as pessoas na cidade são simpáticas e até um emprego aparece em uma lanchonete. Quer dizer, a maioria das pessoas são simpáticas, outras, como Archer Hale, são um mistério.
Seus caminhos se cruzam logo que ela chega a cidade e a beleza dele a deixa intrigada, porque está escondida atrás de uma barba por fazer e de cabelos compridos, o que lhe da um ar de selvagem - e logo ela descobre que para muitos na cidade essa é a palavra que define Archer: selvagem.
Intrigada em relação a ele, Bree deixa toda a prudência de lado para descobrir mais sobre Archer, e maior não poderia ser a sua surpresa: ele não fala com ninguém na cidade porque é mudo, e tendo crescido com um pai surdo, Bree é ótima na linguagem de sinais, o que pode ser um canal para conectá-la a Archer. O primeiro canal.
Como toda cidade pequena, as intrigas permeiam o ambiente e muita história é ouvida, quase nenhuma se confirma, a maioria delas envolve os homens da família Hale, homens maravilhosos que acabaram destruídos graças ao amor por uma única mulher, e, de alguma forma, Archer também está envolvido nessa história.
Enquanto todos dizem que ela deve se afastar, mas curiosa Bree fica a respeito de Archer, o que é recíproco, tendo ele vivido isolado por tantos anos que sequer sabe interagir com muitas pessoas, o que mostra que eles realmente estão no lugar certo: Bree pode lhe ensinar muito, enquanto Archer pode lhe trazer a paz e o conforto que ela tanto procura, para que ambos se livrem dos fantasmas de seus passados.

Um livro simplesmente encantador.
Desde o início fica clara a escrita delicada da autora, e, ao alternar o ponto de vista entre ambos os protagonistas, é possível uma visão mais ampla do que foi a vida de Bree e de Archer, que se vistos de longe parecem tão diferentes um do outro, mas que carregam cicatrizes das quais só eles sabem e, assim, se complementam.
Ela busca um lugar que traga paz para recomeçar sua vida, enquanto Archer teve paz por grande parte de sua vida, o início da infância não foi fácil, e o fato de crescer recluso em uma casa claro que o tornou "o esquisitão" da cidade, mas mesmo recluso ele soube crescer como pessoa, além de ser um excelente ouvido e muito pouco crítico.
Esse é um livro lindo que aborda diversos temas e traumas, mas mostra como é possível seguir em frente e como devemos ouvir nosso coração, enquanto todos na cidade deram as costas a Archer, Bree resolveu lhe estender uma mão, e isso fez toda a diferença.
É com essa visão singela e delicada que a autora narra dois dramas que se intercalam e, sem querer, quase repetem uma história do passado. Um romance comovente, intrigante e apaixonante que conquista a cada página até a última linha.

10 comentários:

  1. conheço o livro dos lançamentos do mês, gostei da resenha embora o livro não tenha me chamado atençao.

    ResponderExcluir
  2. Eu pensei que o livro seria apenas concentrado em cenas mais quente e, principalmente as de sedução. Mas, pelo contrário, descobri que também possui cenas de demonstração de diversos tipos de carinho, amor e amizade. Eu não leria o livro por suas cenas mais quentes atrasarem minha leitura e, também, por ser uma série enorme. Mas, recomendaria para os fãs românticos.
    Consumidor de Sonhos | consumidordesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Não li este ainda, acabei começando a série pelo segundo volume. Adorei, me apaixonei pela escrita da autora, e agora quero seguir a série.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Já queria o livro, mas é a primeira vez que paro para ler uma resenha dele. Me apaixonei <3. Preciso do livro para ontem...
    Amei a resenha e vou atrás do meu livro :)
    Bjos!!!
    Sentimentos nos Livros

    ResponderExcluir
  5. Gostei da proposta da série ,de cada livro tratar sobre um dos signos do zodíaco ,vou até procurar ver se já tem sobre o meu u.u
    Quando ao livro ,achei bem interessante ,apesar de romance não ser meu gênero preferido ,adoraria ler .

    ResponderExcluir
  6. Fiquei mto curiosa com a série, Pra mim é algo novo histórias inspiradas em características dos signos e quero que publiquem logo o de Libra hahahahaha
    A maioria da resenhas aborda a escrita sensível da autora.

    ResponderExcluir
  7. Nunca tinha lido sobre esse livro e pela capa sempre achei que fosse hot. Bobagem a minha. Linda história, parece emocionante.

    ResponderExcluir
  8. Já ouvi falar nesses livros, é algo que me interessa pensando por um lado! Porém devido as cenas quentes eu deixo passar a dica, aos que gostam boa leitura!

    ResponderExcluir
  9. Oie
    O melhor livro que li esse ano,super emocionante e que me cativou do inicio ao fim.Não queria largar a leitura por nada.A história da Bree e do Archer é linda,o quanto os dois se esforçam pra superar seus passados que sempre voltam a tona.E como odiei a tia dele,uma das personagens mais frias que já vi.Estou super curiosa para ler o próximo livro da Mia lançado por aqui.

    ResponderExcluir
  10. Achei que era livro hot, mas conhecendo mais agora fiquei com vontade de ler. Apesar de que acho que esse recurso aos traumas do passado já está muito batido, achei muito interessante essa mudez.

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo