Fingindo (Losing It #02) - Cora Carmack

20 outubro, 2015


Por quanto tempo você consegue prender alguém? 

Meu nome é Cade Winston. Aluno de mestrado em belas-artes, voluntário, abraçador de mães e seu namorado pelas próximas vinte e quatro horas. Prazer em conhecê-la.
Com seus cabelos coloridos, tatuagens e um namorado que combina com tudo isso, Max tem exatamente o estilo que seus pais mais desprezam... E eles nem sonham que a filha vive assim.

Ela fica em apuros quando seus pais a visitam na faculdade e exigem conhecer o futuro genro. A solução que Max encontra para não ser desmascarada é pedir para um desconhecido se passar por seu namorado.

Para Cade, a proposta veio em boa hora: é a chance que ele esperava para acabar com a sua fama de bom moço, que até hoje só serviu para atrapalhar sua vida.

Um faz de conta com data marcada para terminar... E um casal por quem a gente vai adorar torcer. Fingindo vai seduzir você.



Max sempre teve que viver dentro das expectativas de seus pais, ser uma filha comportada, tirar boas notas, se envolver com homens bons, e como todo bom filho que é pressionado, ela se rebelou. Vivendo sozinha Max aprendeu a ser livre, tatuou a pele, deu asas ao seu sonho de ter uma banda e, para manter as contas em dia, trabalha de bartender em um bar, mas todas as vezes que seus pais vem visitá-la a história muda de figura. É por isso que quando ela recebe uma ligação dos pais avisando que a encontrarão em poucos minutos, ela faz algo muito sensato: senta a mesa com um estranho e lhe pede que finja ser seu namorado, afinal os pais já sabem que tem um rapaz na história e ela jamais poderia apresentar o verdadeiro namorado.
Cade Winston não tem muito a perder, na verdade depois que seu coração foi partido, fingir ser o namorado de uma garota de cabelos coloridos e pele tatuada parece divertido, até perceber que perto dos pais Max se torna outra pessoa, ela perde completamente a personalidade e Cade não pode aceitar isso.
O primeiro encontro deveria terminar por ali, mas com o feriado de Ação de Graças e depois de uma interpretação tão boa que conquistou os pais de Max, os dias de farsa juntos se estendem, até eles não quererem se separar por conta própria. Mas Max ainda tem alguns fantasmas para lidar na sua família e Cade ainda está recuperando os pedaços de seu coração partido... quem sabe um não seja exatamente a resposta que o outro procura, mesmo que tudo tenha começado com base em um fingimento.

Cora Carmack é simplesmente incrível! Sua escrita é sútil e faz com as páginas voem, os capítulos passem um atrás do outro até o fim; claro que o jeito cavalheiro de Cade torna tudo ainda mais atraente, e Max não fica atrás, seu estilo roqueira destemida esconde um sofrimento do passado, mas só a deixa ainda mais forte.
Por ser um romance, o final todo mundo já sabe, mas é a forma de chegar até lá que torna tudo tão interessante, e Cora conseguiu criar dois personagens de conteúdo em um enredo que poderia ser dito como comum, afinal pode acontecer com qualquer um, e transformar em algo intenso e especial, e por isso a leitura me empolgou tanto.


8 comentários:

  1. Me impressionei com o livro Fingindo. Logo, pensei que seria um romance quente, mas vai bem além - e arrisco dizer, longe - disto. Já encontrei uma história de mocinha desesperada por um namorado para apresentar seus pais, mas Max me surpreendeu por criar outra personalidade na frente de sua família - inclusive, um outro "namorado". Mas, o que me impressionou mesmo em toda esta história foi o jeito com que Cade Winston se dispõe para mudar as atitudes de Max. Curti!

    ResponderExcluir
  2. Gostei da capa ,mas se eu encontrasse na livraria não compraria :(
    Mas gostei da sua resenha ,fez eu ver o livro com outros olhos e confesso que gostei bastante ,e apesar de não ser muito fã de romances ,eu leria esse.

    ResponderExcluir
  3. apesar de já ter lido algumas resenhas do livro e ter gostado muito do resultado, no momento eu não leria o livro, mas espero em breve ler algum livro da autora.

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nada da autora, mas esta sinopse foi muito mais interessante que a de Perdendo-me. Ando meio saturada de NA e qdo leio coisas do tipo já penso "Putz, mais do mesmo", mas adorei a sua resenha. Deu pra notar que a história vai muito além de somente arrumar um namorado pra apresentar a uma família manipuladora.

    ResponderExcluir
  5. Olhando pela capa pensei que seria mais um livro erótico mas me enganei, a capa é bonita, o livro parece realmente prender o leitor, mas eu também to na listas dos que não comprariam, desconhecia o livro, até ver essa resenha, parabéns, obrigado pelas dicas!

    ResponderExcluir
  6. Apesar do clichê, parece ser bem legal o desenvolvimento da história.

    ResponderExcluir
  7. Nada contra esse livro, ele ate parece ser legal mas eu meio que me decepcionei com o primeiro da série, o Perdendo-me. Eu esperei tanto e não chegou a ser tudo isso. Não gostei muito do Cade no primeiro livro mas acho que ele esta diferente nesse, só que mesmo assim fico "com o pé atras" com esse livro. Talvez, bem talvez, eu chega lê-lo só para saber o final dos personagens mesmo.

    ResponderExcluir
  8. Oi! Isso me conquista nos livros de romance, o final é previsível, mas o caminho até lá é que faz valer apena. Gostei desses dois personagens, parece que eles se complementam, ela é uma roqueira que carrega seus segredos e ele é um mocinho gentil e conquistador, mas que também tem seu coração partido.

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo