Ligeiramente Maliciosos (Os Bedwyns #02) - Mary Balogh

14 julho, 2015


Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto, sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima.
Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor.
Judith só não desconfia de que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith.
Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir com seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitável ou se entregar a uma paixão avassaladora?
Neste segundo livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos conquista com mais um capítulo dessa família que, em meio ao deslumbramento da alta sociedade, busca sempre o amor verdadeiro.

Quando a família passa por dificuldades financeiras, uma alternativa para um pai de família é mandar que uma de suas famílias seja enviada para viver com alguma tia endinheirada, que passará a se encarregar de seus gastos, quando essa oportunidade chega a família Law, Judith se dispõe a fazer o sacrifício para poupar as irmãs, uma é bonita demais, certamente conseguirá um bom casamento, a outra é jovem demais para ser condenada a uma vida de solteirona.
Apesar de estar resignada com o seu futuro, isso não a impede de lamentar, afinal aos vinte e tantos parece que todas as emoções que poderiam ser vividas já foram alcançadas: nenhuma. É por isso que quando a diligência em que viajava sofre um acidente e um jovem se dispõe a ajudá-los, levando alguém consigo até a estalagem mais próxima, Judith Law se transforma na coquete Claire Campbell, uma atriz independente que viaja pelo interior com suas peças.
Ao chegar a casa de sua tia Judith só pode relembrar o dia maravilhoso que viveu, e agradecer por isso, porque o que lhe aguarda certamente é um tormento, por sorte tem a avó por perto que lhe faz rir e lhe tratar bem, pois sua tia tudo que quer é deixar seus vestidos largos e cobrir seu cabelo ruivo com as maiores toucas que puder, tudo para não apagar a beleza de sua prima que deve arranjar um marido em breve.
Imagine sua surpresa ao se deparar com o Sr. Bedard, o homem com quem dividiu os melhores momentos de sua vida, e descobrir que na verdade ele é Rannulf Bedwyn, o futuro marido de sua prima. A temporada não deve durar muito, mas cada minuto é um tormento para Judith, principalmente quando Rannulf decide se aproximar dela.

Quando penso que não posso me apaixonar ainda mais pelo gênero, algum romance me torna ainda mais cativa do gênero, e assim foi com Ligeiramente Maliciosos. Apesar de um desenrolar clichê, os meios para chegar até lá foram totalmente originais e todo o desenrolar da história foi apaixonante.
Judith tem um carisma e uma força que pertencem a poucas protagonistas, ela foi criada rigorosamente e sempre foi tratada de forma um pouco hostil pela família por sua aparência, o que a fez crescer pensando ser pouco atraente, mas a verdade é que seus cabelos ruivos ofuscam qualquer outro e sua personalidade fala por si só, ademais, Judith tem um dom para a interpretação capaz de enlouquecer até o mais santo dos homens.
Claro que Rannulf tem seu crédito também, ele é um homem bom, é apaixonado pela família, é honesto, corajoso, leal, e apesar de não ter a intenção de se casar tão cedo, tem uma pessoa que é capaz de fazê-lo mudar de ideia rapidamente: sua avó, seu ponto fraco. Nesse romance as duas senhoras acrescentam ainda mais a história, trazendo diversão e carisma, para tornar um romance irresistível e impossível de largar.

8 comentários:

  1. Olá
    estou atualmente precisando muito de ler livros nesse gênero, kkk, mas está sendo difícil minha situação financeiras kk, adorie a resenha e essa capa é muito top
    Bjks

    ResponderExcluir
  2. Um livro delicioso mesmo, amei os personagens e não tem como não recomendar a leitura.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  3. Ai..
    Adoro romances com protagonistas fortes e aqui me parece que Judith é daquelas ruivas a frente de seu tempo.
    E tomara que mude mesmo Ranulf e tenham um FELIZES PARA SEMPRE...
    Adoro romances de época e fiquei fascinada por esse.
    “É mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que à ponta da espada.”(William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  4. já ouvi falar dessa serie e embora eu ame de todo o meu coraçao livros de época, ainda nao li nenhum livro da serie os bedwyns, adorei a resenha o livro pra mim ja é incrivel e com certeza assim que der vou ler todos eles.

    ResponderExcluir
  5. Eu tô numa vibe de romances de época e a cada dia mais apaixonada pela Arqueiro pelo ótimo trabalho que vem fazendo com essas publicações. Acabei de ler os Hathaways e os Bridgertons ♥ Minha próxima leitura será esta série. Amo mocinhas que não são sonsas e mocinhos decididos, mesmo que no início precisem de um certo empurrãozinho.

    ResponderExcluir
  6. Esses romances de época da Arqueiro conquistaram mesmo os leitores. Ainda não li nenhum, mas pretendo, pois apesar de parecer clichê, é um bom clichê, gostoso de se ler. ^^ Sempre leio nas resenhas que esses romances têm um toque de humor, o que tenho certeza de que irei apreciar muito durante a leitura. :)

    ResponderExcluir
  7. Estou bastante curiosa para realizar a leitura deste livro...Pois somente tenho lido elogios em relação à ele.Adoro romances históricos e agora ainda mais vendo a linda novela das 6 da Globo, estou bastante animada em ler algo do gênero! Creio que seja um romance leve e interessante de se ler!!

    ResponderExcluir
  8. Tem "cara" de que é divertido e o clichê parece que o deixa um tanto mais legal. Fiquei curioso.

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo