Elena - A Filha da Princesa - Marina Carvalho

06 julho, 2015



Este não é um conto de fadas comum. Sim, existe uma princesa. Não uma donzela, mas uma jovem moderna, preocupada com os problemas de seu tempo. Há também um príncipe. Só não espere que ele seja um perfeito cavalheiro. Afinal, uma pitada de bad boy nunca fez mal a nenhum herói.

Elena, filha da princesa Ana — a brasileira que se tornou herdeira do trono da Krósvia —, já não é mais a menininha apaixonada pelo primo Luka, com quem deu o primeiro beijo aos 13 anos. Cresceu, namorou, viajou o mundo. Mas uma notícia surpreendente a faz voltar para casa... justamente quando obrigações familiares também exigem a presença de Luka.
O reencontro é explosivo. Luka não estava preparado para adulta que a prima tímida se tornou. Uma mulher que sabe muito bem o quer. E quem quer.





Se não fosse seu sobrenome real, Elena Markov facilmente se passaria por alguém comum, e essa sempre foi a sua intenção. Princesa de Krósvia, ela tem sangue brasileiro e muita bondade no coração, mas também é destemida, independente e luta para ajudar os outros, tanto o faz que parou a faculdade para se unir a um grupo de universitários e partir para Nigéria levando estudo a aldeias distantes.
Mas quando situações familiares a fazem retornar ao palácio, Elena jamais poderia imaginar tudo que aconteceria a seguir. Um casamento está sendo planejado, não é o dela não, é o de Luce, uma prima... e esse casamento traz Luka de volta a Krósvia também.
Luka é primo de Elena, filho de Markus, o homem que no passado tentou roubar o trono para si e cometeu atrocidades com a princesa Ana, mã de Elena, e por isso foi julgado e condenado, além de expulso da própria família. Luka era só uma criança na época desses fatos, mas cresceu com o estigma de ser filho de um sequestrador, ainda criança começou a se mostrar violento e revoltado, e na adolescência isso só piorou. Para o seu próprio bem, Luka foi morar em Estocolmo, onde é dono de uma boate, mas o casamento de sua irmã mais velha é um evento ao qual ele não pode deixar de comparecer, ainda que a família real não o queira no castelo.
Mais do que um jovem problemático, Luka foi o primeiro amor de Elena. Na época ela era só uma adolescente sonhadora, mas quando ele a beijou - um selinho rápido - roubou seu coração, e quando ele reaparece no castelo, Elena logo se dá conta de que esses sentimentos não ficaram no passado. Porém qualquer relação com Luka é errada por vários motivos, a começar por seu próprio pai que não aprovaria jamais, além de todo drama e segredos que Luka carrega consigo... No entanto, depois de tantos anos longe, Luka pode se mostrar um homem completamente mudado, basta que alguém lhe dê essa chance.

Elena, a filha da princesa, é a mais nova obra de Marina Carvalho e se passa depois da duologia Simplesmente Ana. Quem não leu a história de Ana não vai ficar perdido, mas acaba tendo spoilers do que acontece na outra história...
A história é ambientada em país distante, em época de crise com direito a revolta do povo contra a monarquia, mas esse não é o foco principal do enredo, e sim a história de Elena e Luka, mais ainda do Luka. Ele se meteu em muitos problemas na adolescência e ainda é julgado por isso, não importa que ele tenha dado um rumo para a própria vida, ainda é visto como marginal, vândalo e outros adjetivos do gênero, menos por Ana e por Elena, que acreditam que ele realmente possa ter mudado.
Esse realmente não é um conto de fadas comum, não tem um vilão para separar os mocinhos, em Elena, a filha da princesa, os personagens são quem criam as próprias barreiras e o livro vem derrubá-las, com uma leitura dinâmica, intercalando capítulos entre a narração de Luka e de Elena, é possível saber de toda a história e acompanhar cada movimento, emendando um capítulo no outro na torcida pelo final feliz dos contos de fada.

7 comentários:

  1. Olá
    gostaria de comentar primeiro que eu Errei o titulo do livro na postagem de Na Pilha , o nome cento é Elena a Filha da Princesa, desculpa
    mas falando do livro, achei muito top a história ate a algumas semanas atrás eu não sabia que o livro era de uma autora brasileira, fiquei muito encantado quando fiquei sabendo kkk
    Bjks

    ResponderExcluir
  2. Acho muito legal quando os livros trazem essa conexão entre elementos reais e irreais. Também quando não taxam o personagem como "do bem" ou "do mal", mas trazem um dinamismo que é muito mais crível. Gostei de como o enredo mistura algo clássico como a realeza, com uma personagem tão moderna assim. Não conheço a duologia que deu origem a esse livro, mas vou procurar.

    ResponderExcluir
  3. adorei a resenha desse livro, se eu já tava interessada em ler, agora to mais que ansiosa!

    ResponderExcluir
  4. A primeira coisa que me veio à mente foi Mia Thermopolis hahahaha
    Não li os anteriores, mas gosto de personagens que mostrem suas fraquezas. Acho que ninguém é 100% bom ou mau. E gostei de saber que a narrativa é alternada... amo saber os pontos de vista de todos os personagens envolvidos.

    ResponderExcluir
  5. Este livro me chamou muito a atenção assim que foi lançado e esta ansiosa para conferir resenha sobre ele, achei esta mescla de historia mais do que interessante, alias foi isso ao meu ver que mais de destacou....Legal comentar que se tem relação com a duologia...Mais do que interessada, livro incluído a lista de desejados.

    ResponderExcluir
  6. Já li os outros dois livros da autora e gosto demais de todo o clima que ela cria em cima do enredo e das personagens e pelo visto aqui não é diferente.
    Elena parece mesmo uma princesinha dos contos de fada e muito instável.
    Quero constatar se o final é feliz como toda princesa merece.
    “A suspeita sempre persegue a consciência culpada; o ladrão vê em cada sombra um policial.”(William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  7. Eu gostei muito da duologia de Simplesmente Ana e por isso quero ler também Elena.
    Esse conto de fadas incomum, com personagens de personalidades fortes, esse clima de romance com um bad boy foi o que mais me chamou a atenção. Além é claro de querer acompanhar também a vida da filha da Ana.

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo