Gossip Girl #02 - Você Sabe Que Me Ama

23 maio, 2015



O deslumbre e a crueldade do mundinho cool dos adolescentes privilegiados na Nova York contemporânea ganham cor com o texto ágil e divertido de Cecily von Ziegesar. Formada em uma das escolas mais chiques da big apple e íntima desse universo de festas, dinheiro, alcoólatras, bulímicos, drogados, anoréxicos e mentirosos, a escritora usa muito dessa experiência na série "GOSSIP GIRL", da Record, espécie de "Sex and the City" teen. Segundo volume da série, Gossip Girl - você sabe que me ama mostra os personagens às voltas com entrevistas para universidades, mas sem deixar de lado as fofocas e intrigas. 







No segundo volume da série Gossip Girl, o mundo de Blair Waldorf está ainda mais bagunçado – e a gossip girl adora detalhar cada probleminha que está acontecendo. Desde que Serena retornou do internato na Europa, Blair se sente ameaçada por sua amiga, afinal S sempre foi boa em chamar a atenção para si e conquistar um espaço sob os holofotes, o que pode apagar o brilho de Blair, mas no momento esse é o menor de seus problemas!
Depois de superar o divórcio dos pais, e de superar o choque de descobrir que seu pai, na verdade, é gay, Blair pensa que a tormenta passou, mas o pior está por vir: sua mãe pretende se casar novamente, com um homem que já tem um filho que em nada agrada a Blair, e, como cereja do bolo de desgraças, a festa será no dia do seu aniversário de 17 anos.
Ninguém espera mais por um aniversário que Blair, e quando sua mãe anuncia isso, é como se fosse a pior forma de traição... o que a tira dos trilhos justo depois de ter tido sua entrevista para admissão em Yale – a universidade dos seus sonhos.
Não bastasse, Nate está distante e não tem mais falado com ela, desde que Serena voltou o comportamento dele mudou, sem que Blair entenda o que está acontecendo. Ele parece lhe esconder algo, e a cada dia sua insegurança em relação a Nate e Serena só aumenta – e com razão.
Do outro lado da cidade, Dan está cada vez mais grudado em Serena, que não reage bem a compromissos, então, ao invés de fazê-la se apaixonar, Dan só a está afastando mais e mais com sua quase obsessão por ela.
Enquanto isso Chuck Bass continua fora de foco – nos livros ele demora a ganhar espaço, parecendo bem secundário por um bom tempo. E Jenny faz o que sabe melhor: arrumar problemas!

Esses são os dramas que englobam o segundo volume de uma extensa série de livros, o cenário continua glamoroso como só Nova York sabe ser, as meninas continuam com seus desfiles de modas e a eterna popularidade que Blair não quer abrir mão, mas, conforme os dias passam, a narração acompanha o desenvolver dos personagens enquanto o tema universidade vai ganhando um pouco de espaço.
Repleto de drama familiar e voltas pela cidade, com um bocado de drogas e jogos de lacrosse também, o livro parece frívolo, mas ele é direcionado aos adolescentes e cumpre seu papel, mostrando que além de todo glamour da vida desses adolescentes, há coisas que são iguais a todos os adolescentes, independente de classe social: os problemas familiares, a insegurança em relação a si e aos outros, o medo de errar, a culpa por não ter ido bem, a dúvida a respeito da faculdade... E por aí vai.

Agora, já habituados aos personagens o enredo desenvolve melhor, conforme o mundo de Blair vem abaixo.

9 comentários:

  1. Legal que por trás de toda essa "preocupação adolescente" tem a parte mais séria também.

    ResponderExcluir
  2. Oiiiiê
    eu não sou muito fã dessa serie, portanto não li nada dela, mas sempre achei as capas bem legais e os títulos também,
    Bjks

    ResponderExcluir
  3. gostei do livro e apesar de nao ser muito fã da serie, fiquei bem curiosa com os livros, vou ler eles primeiro e depois assisto a serie.

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Confesso que não faz muito meu gênero, acompanho outras tantas séries que nem me preocupo com essa, mas para quem gosta, deve ser muito boa.

    Desejo uma ótima semana!!
    “O começo é a metade do todo.”(Platão)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Gosto de séries assim, mas, quando vejo a enorme quantidade de volumes dela, ja me desestimulo a ler. Pelo que vi, até agora a coisa está indo bem, mas acho que em determinado ponto, a encheção de linguiça e repetição vai ganhar espaço.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  6. Tentei assistir ao seriado, mas não deu. Achei a história boba, um bando de egoístas... enfim, passando bem longe dos livros.

    ResponderExcluir
  7. Oi! Ainda não conseguir gostar do livro. Mas acho que é porque não faço parte do público alvo. Gosto de tramas mais complexas. Acho que a quantidade de personagem vai continuar atrapalhando o desenvolvimento do livro, quando percebe o livro já acabou e tem a sensação de que não conheceu direito os personagens. Entendo Blair, não é tão fácil aceitar o casamento da mãe com alguém que você não gosta e piora quando descobre que a festa vai ser no dia do seu aniversário.

    ResponderExcluir
  8. Oie! Eu não tenho vontade de ler Gossip Girl por causa dessas capas bem femininas, mass que o enredo parece interessante, parece sim!

    Adorei a resenha! Vou tentar ver a série de tv :3

    Bjs!

    Leitura Silenciosa | Blog | FanPage

    ResponderExcluir
  9. Blair deve realmente passar por uns bocados. Afinal, esse meio que ela vive não acho que seja saudavel para a formação de carater e até mesmo de desenvolvimento como pessoa, ainda mais para uma pessoa tão nova. Enfim, acho que apesar do livro ser mais voltado para o publico juvenil, dramas não faltam e podem agradar quem já tenha passado dessa fase. :)

    beijão amore!!!
    http://ventoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo