Faça Amor, Não Faça Jogo - Ique Carvalho

16 abril, 2015


Viver a plenitude do amor é o desejo senão de todas, ao menos da maioria das pessoas. Amar e ser amado incondicionalmente, contar com o apoio de alguém para as horas difíceis e para os momentos alegres, e saber que independentemente do que fazemos, alguém estará ao nosso lado simplesmente pelo que somos é o ideal de vida de muitos.
Viver esse amor na prática, no entanto, nem sempre é fácil. E é exatamente sobre felicidade, vida e amor que Ique Carvalho fala neste livro. O autor, que começou escrevendo em seu blog e já tocou o coração de milhares de pessoas que se envolveram e se emocionaram com suas palavras, descreve com perfeição o amor que muitos procuram e poucos realmente encontram. E ele fala do amor em todas as suas expressões: desde o romântico entre duas pessoas até o mais puro e verdadeiro dos laços familiares, que ele tem com seu pai e mentor.
Como as relações humanas são frágeis e complicadas, os relacionamentos tornam-se difíceis, o que nos faz buscar a felicidade nos lugares ou nas pessoas erradas. Mas o autor nos faz enxergar a vida de forma diferente. Faça amor, não faça jogo é um lembrete de que, no jogo do amor, não é necessário haver ganhadores ou perdedores. Basta olhar e aceitar novos paradigmas e acreditar no que diz seu coração. E vivenciar isso de verdade.

          Nunca fui fã de livros de versos nem de crônicas, para mim história longa, aquele texto corrido é que faz sentido e dá prazer de ler, descobrir capítulo após capítulo a trama e desvendar o que vai acontecer é o que empolga uma leitura. Mas o livro do Ique Carvalho não trás nada disso, e ainda sim fez eu me apaixonar.
          Nos últimos meses livros de versos têm ganhado mais espaço, são mais divulgados e ganham um público cada vez maior, e foi assim que cheguei ao livro Faça Amor, Não Faça Jogo; depois de ver muita gente comentar nas redes sociais como se apaixonou pela escrita do Ique, não pude ficar atrás e fui conferir também, e o que encontrei foram relatos divertidos, carinhosos, sinceros; conselhos que se deve levar para a vida também, e através das palavras ficou claro a emoção do autor ao escrever.
          Ique é um apaixonado declarado, que não tem vergonha de expor seus sentimentos, e o faz através de uma escrita fluída e deliciosa, que te carrega pelas páginas e faz parecer que ele está conversando diretamente com você! E sabe de quem o Ique puxou essa veia artística? Do pai, que apesar de ter sido diagnosticado com uma doença sem cura e que lhe restringe mais e mais a cada dia, é um homem apaixonado pela vida, pela mulher, pelos filhos, por toda a família - e as contribuições dele ao livro tornaram essa obra ainda mais especial.
          Apesar do título, nem todas as crônicas são de amor homem-mulher, esse livro retrata o amor a vida, as pessoas, a família, aos amigos, são todos os tipos de amor reunidos em textos que arrancam sorrisos e tocam o coração.
          Para acrescentar mais pontos ao livro, o projeto gráfico ficou impecável, os textos bem revisados, música no início de cada crônica e um carinho sem igual tornaram esse livro único e completamente apaixonante.


"É importante ter tempo para dizer às pessoas
que você as ama, e o quanto você as ama,
enquanto elas ainda podem te ouvir".

"Acredite. Você não sabe a sorte que tem em ser o novo sonho de alguém"

7 comentários:

  1. Oiiiiêê,
    Caramba, adorei sua opinião, eu tambem não gosto muito e livros desse tipo mas achei bem legal
    Bjks

    ResponderExcluir
  2. Legal, mas acho que me daria falta de paciência ler esse livro, sou meio bruto pra essas coisas kkk

    ResponderExcluir
  3. Realmente está tendo essa nova moda de escrever em versos ou crônicas e eu tenho muita vontade de ler algum livro assim. Esse parece ser um ótimo livro pra quem gosta de ler sobre amizade e família!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Raramente gosto de livros nesse estilo, poucos foram os que me agradaram então não costumo lê-los. Mas esse me atraiu, não que ele tenha se tornado uma prioridade mas já por ter despertado meu interesse ele merece pontos rsrs
    Se tornou uma leitura que pretendo fazer.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  5. Geralmente aprecio livros de crônicas, pois podemos nos dar o luxo de lermos aos poucos. Cada dia uma crônica, e teremos um livro que vai se estender por muito tempo e não vai cansar. Se tiver oportunidade, vou dar uma conferida, sim!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  6. Como vc tbm não curto livros de versos, poesias, crônicas e ou contos, mas amei sua resenha. Resenha simples, objetivas, sem frases floreadas... parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    O livro me pareceu bom mais não gosto de livro de cronicas e nem de versos mais pra quem gosta parece uma boa leitura !!!

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo