Entre Quatro Poderes - Grupo Sic

28 abril, 2015





O prefeito de Suares, uma pequena cidade do estado de São Paulo, passa por um momento crítico. Com a Polícia Federal em sua cola e sua vida pessoal desmoronando, o império construído com sangue e mentiras está prestes a ruir. Churrasco, envolto pelas sombras da vida pública, descobriu da pior forma possível que a caminhada de um político pode ser solitária e que cada decisão tem um preço. Só resta saber o quanto ele está disposto a pagar. No final das contas, todos conhecem a vida do homem público, mas sempre existe a história por trás da história.






Entre Quatro Poderes narra a carreira de Alberto Barão, um garoto que apesar do sobrenome nobre nasceu em família humilde, ele cresceu acreditando no bem, era visionário e cheio de ideais, lutava pela justiça e pelo crescimento da região onde nascera. Com sua simpatia Alberto Barão, vulgarmente conhecido por Churrasco, conquistou espaço na política: primeiro foi vereador, lutou pelo seu povo, até que um grande acontecimento o tirou dos eixos: o político aclamado se tornou omisso, despreocupado com o que importava para aqueles que o elegeram, e, com isso, acompanhamos o caminho que sua vida e sua carreira tomam.
Pessoa muito envolvida com Alberto Barão é Cláudio Barão, seu irmão, que sempre teve inveja do irmão, mas com o tempo aprendeu a manipular os que estão a sua volta para que ele saia sempre na vantagem. Cláudio não poderia ser mais diferente do irmão: é um oportunista sem limites, não tem princípios, nem caráter, muito menos moral, não se importa em prejudicar os outros desde que o seu objetivo seja alcançado.
Para fechar o foco, temos Armando Pimenta, um político de longa carreira e cheio de esquemas, é o reflexo perfeito da imagem que o povo tem dos políticos: espera sempre sair na vantagem, tem um esquema de propinas e privilégios sem tamanho, para sempre garantir todos os buracos e a sua impunidade.
O que os três tem a ver com a história? Tudo.
O livro Entre Quatro Poderes narra a história de Alberto Barão, seu início na política e a forte amizade que nutria com Zé Ribeiro, um político de carreira muito querido pelo povo e que, ao entrar na briga pela prefeitura de Suares, acabou levando a pior. Em seu lugar assumiu Armando Pimenta, com todo o esquema montado, com secretários e apoiadores que contribuíam para a corrupção, para o desvio de verbas de forma a enriquecer em prejuízo da Sociedade.
Por anos o esquema foi bem formado, até uma delegada da Polícia Federal mexer nos arquivos...

Esse livro é interessante do início ao fim! Com uma narrativa bem delineada trás "os podres" que envenenam e destroem cidades no país, no mundo inteiro. O foco principal é a política, com uma narração fidedigna de esquemas que todos os dias são divulgados em manchetes de jornais em todo o país, e os autores dão um foco ao poder que a mídia tem em relação a esses esquemas, pois a mesma mídia que desvenda tudo, é a mídia que desvia o foco dos leitores/espectadores para notícias corriqueiras.
O interessante é mostrar o que envolve a política, não só os debates e discursos em público, mas a vida por trás das câmeras. Por ser de autores nacionais, a história fica ainda mais próxima do leitor, em um retrato verídico da nossa realidade...
A princípio pensei que ficou sem final, mas poucos minutos refletindo sobre a história em um todo e a realidade brasileira deixou claro que o final é reflexo da nossa realidade, não poderia ter sido diferente!
 Um livro cuja leitura envolve e mexe com o leitor, que desperta indignação por saber que ainda que o cenário e os personagens sejam fictícios, no meio da crise que o país todo se encontra, em diversas cidades certamente existe um bom político como o Alberto Barão, e meia dúzia de ruins que o corrompem, como o Armando Pimenta e o Cláudio Barão. Mas, justamente por isso, é um livro que todos devem ler!

11 comentários:

  1. Venho desejando esse livro desde que vi o post da parceria aqui. Me interessou muito essa história que poderia muito bem ser real. E pelo que acontece, falo por experiência própria, pois na minha cidade acabou de ocorrer algo parecido, posso muito bem imaginar esse não-final que você mencionou.

    ResponderExcluir
  2. Oiiiêê!!
    eu já vi bastante resenha sobre esse livro, e achei bem legal a proposta dos autores rsrs
    adoro as capas da Novos Talentos, mas acima de tudos os marcadores... eles são fofos de mais, tenho uma coleção imensa deles inclusive o do Entre Quatro Poderes
    Bjks

    ResponderExcluir
  3. Quando vi do que se tratava esse livro, logo me interessei. Acho que foi em acerto tremendo os autores abordarem esses bastidores da política, e mostrarem toda a sujeira que, muitas vezes são varridas para debaixo do tapete. Enfim quero ler muito em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  4. Oiee!
    No mínimo o livro é bem diferente, raramente vemos livros com o tema político. Pelo momento em que o país se encontra acho que esse livro caiu como uma luva.
    Não é um tema que eu goste muito mas fiquei curiosa sobre essa obra, espero poder lê-lo em algum momento.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  5. Ótima resenha e mais uma vez obrigado por aceitar o desafio de resenhar o livro! Vejo muitas pessoas comentando que não gostam de política, que evitam o tema. Porém, gostando ou não, é a política que move nossas vidas. Tudo está relacionado a ela ou não! Porém, a escolha por melhorias está em nossas mãos, ou melhor, no nosso voto. E certamente as pessoas poderão escolher melhor seus representantes nas diferentes esferas do poder sem saberem o que realmente acontece nestes locais.

    Desta maneira, o livro Entre Quatro Poderes discute o relacionamento entre as pessoas que comandam a política brasileira, reunindo histórias fictícias similares a casos vivenciados pelos autores.

    Entre Quatro Poderes é um romance cujo protagonista é Churrasco, o prefeito da cidade de Suares, que ao perceber que a Polícia Federal está na cidade para prendê-lo, começa a repensar suas ações no comando do Executivo.

    A publicação traz ao público o que acontece nos bastidores da política e quase nunca é divulgado. O romance se passa na cidade fictícia de Suares, porém, representa a realidade política enfrentada em muitos municípios em todo País. Certamente será uma obra literária que aguçará as discussões sobre o verdadeiro papel do político frente as demandas do povo.

    A iniciativa de escrever o livro germinou de repetidas discussões sobre política, quase que diária, depois do expediente de trabalho. Diante das muitas interrogações surgidas das conversas entre os quatro jornalistas, surgiu a ideia de se pesquisar sobre o assunto e colocar tudo no papel. Decidimos pela ficção e criamos personagens para situações que já foram diversas vezes estampadas em capas de jornais.

    Na verdade, o que os quatro pretendem com o leitor é que ele, na sua leitura, entenda como é o processo político, principalmente no caso dos escândalos e da corrupção. Como isso acontece, e como, muitas vezes, mesmo inocentes, e bem intencionados, alguns políticos são envolvidos. A história se desenvolve de forma que o próprio leitor terá a sua interpretação, quanto à inocência ou a culpa de um ou outro político.

    Claro que tem culpados na nossa ficção, e inocentes, e que tudo, se bem entendido na leitura que faz o leitor, tem um porquê, e esse julgamento será feito conforme o entendimento dessa leitura.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  6. Nunca tinha visto um romance que trazia a politica como foco principal, não contemporâneo. Os escritores estão se preocupando bastante em escrever coisas fantasiosas ou muito romantizadas, e não focam na realidade e no agora. Eu achei a proposta do livro genial. Já era hora! Assisto séries que falam sobre politica e corrupção, mas nunca li um romance e eu adoraria ler esse. É algo que os escritores deveriam pensar em escrever mais sobre, ainda mais num país como o nosso.

    ResponderExcluir
  7. O livro vem sendo bem comentado e não deixa de ser oportuna a ideia já que o tema é bastante atual e a história ainda se passa no Brasil.. eu curti!

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Ainda não li este livro mas já li vários resumos sobre ele e a historia parece ser muito boa e a proposta do autor de como ele usa o Alberto Barão para representar varias outras pessoas reais do dia a dia !!!

    ResponderExcluir
  9. O que achei mais interessante foi a forma como o grupo conseguiu transparecer a nossa realidade atual sobre a política e seus bastidores.
    Mesmo sabendo que é um livro de ficção, tem muito da corrupção e do que acontece por trás de tudo.
    Desejo uma ótima semana e um mês carregadinho de sucesso!
    “Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.”(Sócrates)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Caramba!
    Essa foi a única resenha que li desse livro e antes achava que era gringo, acredita?
    Tem um enredo super interessante por nos mostrar de forma bem real como as coisas acontecem não só em nosso país como em outros :S
    Política é um assunto que me interessa bastante, então acredito que tiraria boas lições dessa leitura

    ResponderExcluir
  11. Já li algumas resenhas desse livro, e gostei. Uma história bem real, onde o poder e dinheiro transformam as pessoas.

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo