O Amor Não Tem Leis - O Julgamento Final - Camila Moreira

13 fevereiro, 2015

ATENÇÃO! Pode conter spoilers do primeiro livro da duologia O Amor Não Tem Leis.


            O destino mais uma vez afasta Maria Clara de seu grande amor.

        Um trágico acontecimento obriga a jovem a abandonar Alexandre Ferraz no momento em que ele mais precisa dela. Sentindo-se culpada pelo acidente que pode ter tirado a vida de Diego, irmão de Alexandre, Maria Clara não vê outra alternativa a não ser fugir e buscar consolo nos braços de Derek Mayer, o ex-namorado.
Desesperado, Ferraz não consegue entender como ela teve coragem de desaparecer. Com a tragédia que atingiu o irmão, ele descobrirá que o que sente por sua menina é mais forte do que imaginava.

       Em O amor não tem leis: O julgamento final, o dr. Alexandre Ferraz tem em mãos o caso mais difícil de sua vida: conquistar o amor de uma mulher determinada a não amar.


Depois de um trágico acidente que deixou Diego, irmão de Alexandre, em coma, Maria Clara fugiu mais uma vez, deixando para trás o amor de sua vida. E mais uma vez é nos braços do cantor Derek Meyer – que não esconde estar apaixonado por ela – que ela busca consolo. A diferença é que dessa vez Clara não está pronta para desperdiçar sua vida como fez quando seu ex-noivo, Felipe, faleceu, agora ela se apoia um pouco mais nos amigos e inclusive está em um emprego novo. Mas não significa que esqueceu Ferraz, está longe disso!
Ela se foi sem dizer uma palavra, e partiu o coração de Ferraz. A breve menção ao nome dela é capaz de transformar seu humor completamente, por sorte – ou não – Alexandre tem estado ocupado com o escritório e com os cuidados com seu irmão, mas quando novas ameaças chegam e podem atingir Maria Clara, ele deixa seu orgulho um pouco de lado e se permite se preocupar por ela, cuidar dela ainda que seja de longe.
Depois de tudo que aconteceu, Maria Clara tirou uma lição: ela pode superar, o primeiro passo é encontrar uma terapeuta e confiar nela e, assim, pouco a pouco o sofrimento que carrega nos ombros, a culpa que sempre sentiu pela morte de Felipe, pode abrandar um pouco.
Os amigos são fundamentais para Clara voltar a ser quem ela era, principalmente Priscila, foi por causa dela que Clara conseguiu o estágio em primeiro lugar, e agora ela está de volta para mostrar a Clara que ficar se afundando em autopiedade não vai fazer as coisas melhorarem.
O próximo passo é lutar pelo que ela quer: Alexandre de volta. E não vai ser uma batalha fácil, pois ele não está disposto a entregar o coração para ser pisoteado novamente.


Depois do final do primeiro livro, estive ansiosa para ler a continuação e foi ainda mais surpreendente do que eu imaginava. Apesar da ladainha de autopiedade da Clara ser um pouco monótona, seus sentimentos são compreensíveis, e conforme suas sessões de terapia avançam, é possível acompanhar seu crescimento; quanto ao Ferraz, ô homem sexy! Ele é do tipo controlador, mas tem um coração enorme e só quer que todos estejam bem – e cada minuto que ele passa ao lado do irmão no hospital mostra isso.

Os personagens secundários dão grande apoio a história e são responsáveis por boa parte do humor. Bruno e Laís trazem a diversão, Priscila sabe como manter Clara na linha, e quando isso não funciona, Nando está lá! E Derek foi realmente surpreendente.

Apesar do primeiro livro ter sido mais sexual, a autora soube manter o enredo bem delineado e o mistério sobre as ameaças teve um caminho diferente e inesperado que tornou a história ainda mais empolgante.


4 comentários:

  1. Pela sinopse me pareceu "novela mexicana". Mas ainda assim eu leria pra saber o veredito do "julgamento final" rsrs

    ResponderExcluir
  2. Protagonista com ladainha de autopiedade e mimimizice não são comigo. A sinopse já não tinha me chamado a atenção, e quando vi esse trecho na resenha, me convenci de que não faz muito o meu gênero.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  3. Amei o primeiro livro, estou super ansiosa em ler esse e conferi a continuação dessa história.

    ResponderExcluir
  4. Que bom que a continuação vale a pena. Com tantas serie e trilogias saindo, sempre fico com um pé atrás.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo