Fangirl - Rainbow Rowell

05 fevereiro, 2015

        Cath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida – e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série; está sempre antenada aos fóruns; escreve uma fanfic de sucesso; e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme.

        Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar. Ela não quer isso. Em sua fanfiction, um verdadeiro refúgio, Cath sempre sabe exatamente o que dizer, e pode escrever um romance muito mais intenso do que qualquer coisa que já experimentou
na vida real.

        Mas agora que as duas estão indo para a faculdade, e Wren diz que não a quer como companheira de quarto, Cath se vê sozinha e completamente fora de sua zona de conforto.
        Uma nova realidade pode parecer assustadora para uma garota demasiadamente tímida. Mas ela terá de decidir se finalmente está preparada para abrir seu coração para novas pessoas e novas experiências.
Será que Cath está pronta para começar a viver sua própria vida? Escrever suas próprias histórias?

        Cath e Wren são gêmeas idênticas e por muitos anos foram o complemento uma da outra, abandonadas pela mãe quando crianças e criadas por um pai avoado, as meninas desde cedo aprenderam a encontrar suporte uma na outra. Mas agora elas estão na faculdade e Wren não quer mais ser a mesma garotinha, ela quer experiências reais típicas da faculdade, mas Cath não pensa assim... Ou melhor, ela não sabe como lidar com isso.
        O refúgio de Cath sempre foi Simon Snow, um personagem de uma série de livros que acompanhou a infância e adolescência de Cath. Ela é mais que uma fã, para Cath, Simon Snow faz parte de sua própria vida, um vício tão grande pelo personagem que a levou a escrever suas próprias histórias – fanfics – unindo Simon e outro personagem, e a fanfic fez tanto sucesso a ponto de torna-la extremamente conhecida no site de fanfics, recebendo milhares de visualizações e comentários por dia.
        Quando começou a escrever, Wren era quem a ajudava, escrevia alguma cena, opinava ou mesmo corrigia, mas até nisso Cath está sozinha agora, e ela não sabe como lidar com isso.
Assim, a faculdade se torna para Cath um desafio muito maior que o comum, ela tem de aprender a sair de sua zona de conforto e do mundo fictício de Simon Snow para se adaptar e abraçar as novas oportunidades que surgem em sua vida, mas desapegar pode ser um desafio grande demais para Cath – um desafio para o qual ela ainda não está preparada.

        No novo romance de Rainbow Rowell a autora volta a mexer com personagens cuja personalidade atrai o leitor e o cativa a história, Cath é uma adolescente fascinada por um universo criado nos livros – quem nunca? – mas deixou que o seu fascínio por Simon Snow se sobrepusesse a sua própria vida pessoal, colocou-o em tal pedestal e deu tanta importância a esse personagem que sua própria interação social com as pessoas ao seu redor ficou comprometida, e agora que está na faculdade ela precisa aprender a deixar Simon em segundo plano.
        Quanto a Wren não posso dizer que ela é tão cativante, ao entrar na faculdade ela quis mudar sua vida radicalmente, deixar de ser a gêmea de Cath e curtir noitadas, se embebedar, sair para dançar e todas as demais experiências que sair de casa para morar no campus da faculdade pode trazer – e ela não é bem sucedida em suas ações, além de se comportar como uma vaca com a própria irmã.
        Mas outros personagens secundários acabam ganhando espaço e dispersam a raiva que Wren causa, entre eles temos Reagan, a colega de quarto de Cath já que Wren se negou terminantemente a dividir quarto com a irmã, e Levi, um amigo de Reagan que está sempre no quarto das meninas e, aos poucos, desperta a atenção de Cath. Graças a esses dois Cath pode ter uma chance de se sair bem na faculdade, claro que ela tem que se empenhar, mas o apoio deles é fundamental.
        Esse foi o segundo livro que li da autora e confesso que não estava tão empolgada com a leitura, pois com Eleanor e Park as críticas eram tão positivas que minhas expectativas estavam lá em cima e acabei decepcionada, com Fangirl havia muita crítica positiva também e temi que fosse me decepcionar igual, mas acabou que a história me agradou bastante.
        Esse agrado em grande parte se deve ao fato de eu ter me identificado demais com Cath, apesar de não partilhar da mesma inocência dela, partilho da sua paixão por fanfics, por anos escrevi fanfics, uma atrás da outra, diversos enredos diferentes para meus personagens preferidos e sei como é difícil desapegar, por isso ela despertou um sentimento de solidariedade e acabei por me identificar com a história.
        Com um enredo bem delineado, a autora nos guia pelo crescimento da personagem com seus altos e baixos, enquanto Cath descobre que existe vida fora do seu quarto e do seu notebook.
        Não é um livro particularmente emocionante, mas me agradou bastante, ainda que não seja uma leitura cinco estrelas, pois alguns pontos ficaram soltos, na minha opinião, como a mãe das meninas que abandonou-as quando crianças, ressurge agora e não acontece nada, ou mesmo os trechos que a autora coloca no fim de cada capítulo que seria uma extração de um capítulo da fanfic de Cath outras vezes dos livros originais de Simon Snow, não vi muita relevância nesses trechos.
        Um new adult leve e divertido, que não se mantém estrito a vida sexual dos personagens como acontece na maioria dos livros do gênero, e que se diferencia por seu enredo único e original, que trás o leitor para um mundo diferente do que encontramos nas livrarias.

5 comentários:

  1. Enredo interessante, próximo da realidade de muitas jovens e de todo mundo que lê e consequentemente tem um livro favorito, embora em menor escala. Mas que falta de tato dessa Wren, abandonar a gêmea assim... rsrs

    ResponderExcluir
  2. Tenho acompanhado as resenhas deste livro e apesar de ser bem quisto, não tenho muito interesse nele no momento.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Nunca cheguei a ler algo que abordasse esse mundo das fanfics. Achei bem interessante a autora ter se jogado nesse universo e mostrado um pouco da vida de uma autora desse gênero. Muito legal quando nos identificamos com alguma característica das personagens, não é?!?! Fiquei bem curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  4. Sempre tive curiosidade de ler livros dessa autora, sempre faz um baita de um sucesso,
    Amo as capas, acho elas super fofas, a mais linda é a de Anexos
    bjks

    ResponderExcluir
  5. Esse livro parece incríveeel! Nunca li um livro em que a personagem escrevesse fanfics, mas adorei! Estou super curiosa pra conhecer essa história, que parece divertida e leve do jeitinho que eu gosto! Tomara que eu não me decepcione pois só estou ouvindo boas críticas sobre os livros da autora!
    Beijos

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo