A Libélula no Âmbar (Outlander #02) - Diana Gabaldon

13 janeiro, 2015


Claire Randall guardou um segredo por vinte anos. Ao voltar para as majestosas Terras Altas da Escócia, envoltas em brumas e mistério, está disposta a revelar à sua filha Brianna a surpreendente história do seu nascimento. É chegada a hora de contar a verdade sobre um antigo círculo de pedras, sobre um amor que transcende as fronteiras do tempo... E sobre o guerreiro escocês que a levou da segurança do século XX para os perigos do século XVIII.
O legado de sangue e desejo que envolve Brianna finalmente vem à tona quando Claire relembra a sua jornada em uma corte parisiense cheia de intrigas e conflitos, correndo contra o tempo para evitar o destino trágico da revolta dos escoceses. Com tudo o que conhece sobre o futuro, será que ela conseguirá salvar a vida de James Fraser e da criança que carrega no ventre?



Esse livro definitivamente não começa da forma que qualquer leitor imaginaria, mas vai muito além das expectativas.
Vinte anos depois que Claire Randall viajou no tempo através do círculo de pedras na Escócia, ela, que vivia nos Estados Unidos, está de volta as Terras Altas da Escócia acompanhada por Brianna, sua filha, uma jovem alta de longos cabelos ruivos e olhos rasgados como o de um gato, de uma cor azul profunda. As semelhanças são inegáveis, mas Brianna desconhece sua origem, e Claire faz essa viagem, dois anos após a morte de seu marido Frank Randall, para contar a sua filha toda a verdade.
Brianna não acredita nas palavras da mãe, teimosa como só um Fraser pode ser, ela se mostra fiel ao homem que considerou seu pai por toda a sua vida, mas se dispõe a ouvir a história de sua mãe, assim, Claire relembra os dias em Paris, depois que Jamie teve de fugir da Escócia, e os caminhos trilhados pelos dois em busca da salvação do povo escocês enquanto tentam mudar o rumo da história desse país durante a revolução jacobita. Claire tenta se lembrar do máximo possível do que leu nas pesquisas de Frank – um historiador particularmente interessado na revolta jacobita – e todos seus esforços são para tentar impedir a grande batalha de Culloden, que destruiu os clãs e devastou a Escócia.

"... eu a odiei um pouco, antes de você nascer, porque foi por sua causa que ele me fez partir. Eu não me importava de morrer... não com ele. Mas ter que continuar vivendo, sem ele... ele tinha razão, eu fiquei com a pior parte do trato. Mas eu o cumpri, porque o amava. E sobrevivemos, você e eu, porque ele a amava. (Pág. 887)

Passado e futuro se unem na narração do segundo livro da série Outlander, e vêm ensinar a Claire que algumas coisas estão predestinadas, não importa o quanto se tente ir em contra, ainda assim não há como impedir. E outros fatos que ela jurava serem verdade, podem ter acontecido de outra forma... ter tido um outro final. Um final feliz.

Desde o primeiro livro a escrita da autora me cativou, no início desse a história dá um salto que soa confuso, mas jamais perde o brilho. Novos personagens de fundamental importância são acrescentados a história, alguns fundamentais para o desenrolar dos fatos na Escócia em 1745, outros, como Roger, filho do reverendo, são importantes para ajudar a entender o que aconteceu depois da batalha de Culloden, jovem historiador ele próprio carrega o sangue Mackenzie e sua origem depende dos fatos que Claire presenciou dois séculos atrás.
Com um enredo atrativo e uma escrita brilhante, a autora leva Claire e Jamie através de grandes eventos ocorridos na Escócia em 1745 e suas consequências, margeado de um grande respaldo histórico e uma veracidade incrível. De sua própria maneira, a autora guia os leitores por esses fatos enquanto romanceia os personagens principais. Repleto de ação, suspense pelo que virá, teorias da conspiração e muito romance, é impossível largar esse livro antes do fim.

"- Eu sei - Disse ele serenamente. - Eu realmente sei, querida. Deixe que eu lhe diga em seu sono o quanto eu a amo. Porque as palavras que lhe digo quando está acordada são sempre as mesmas, não são suficientes. Enquanto você dormir em meus braços, posso dizer-lhes coisas que soariam tolas e loucas, e seus sonhos entenderão a verdade delas. Volte a dormir, mo duinne." (Pág 854).

8 comentários:

  1. Curioso para ler e também para descobrir onde se encaixa "a libélula no âmbar" rsrs, mas ainda não li o primeiro. Pelas citações percebi que é um livro extenso, quantas páginas tem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando comecei a leitura fiquei tentando entender esse título, mas ele tem todo sentido! E remete a algo que aconteceu já no primeiro livro e acaba que tem um fim bem romântico nesse título <3
      Quanto as páginas, são 944!

      Excluir
  2. Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!

    Não faça isso comigo! =/
    Terminei esse livro tem uns dois dias e chorei no final. Agora com as quotes selecionadas e lendo a resenha eu arrepiei e os olhos encheram de lágrimas novamente. Eu simplesmente adorei a resenha. Falou bem de tudo que acontece no livro. E me deixou com vontade de reler apesar das 900 e tantas páginas. Também gosto muito da escrita da Diana e ela me prende totalmente. As vezes ficava irritada com tanta política envolvida e várias páginas disso, mas quando vinha as cenas de meus amores me esquecia disso. Uma ótima autora que conheci no final do ano passado. Estou amando a serie e fiquei sabendo que já estão procurando uma atriz pra a Brianna. Espero que a Saída de Emergência não demore a lançar o próximo livro. Não curti muito a tradução da Rocco e não quero ser fraca e acabar lendo por ela. Falei demais. Adorei vim aqui visitar e encontrar essa resenha.

    Beijinhos gêmeas. <3
    Visite: Paradise Books BR // Sorteio Fim de ano

    ResponderExcluir
  3. Nossa que livro enorme!!! Também ainda não tive a oportunidade de ler o primeiro livro , mas confesso que fiquei tão curiosa devido a tantas resenhas positivas que o primeiro livro esta entre os mais mais desejados. E pelo visto a continuação é tão boa quanto o primeiro. Ainda mais curiosa.

    ResponderExcluir
  4. Olha, tenho muito vontade de ler a série, mas mais de 10 livros e alguns divididos entre parte 1 e parte 2 me desanimam... sem contar que cada livro é imeeenso!
    To curtindo muito o seriado, amando, e mesmo sem ler acho que tudo está perfeito hahahahahahaha

    ResponderExcluir
  5. O que me chama a atenção nessa série são essas viagens no tempo. Me amarro em tramas em que os autores abordam esse tema. E, pelo que vi, a autora consegue trabalhar essas viagens sem se perder em momento algum. Outra coisa que gostei é que ela inseriu personagens interessantes e que dão um gás à trama. Espero ter a oportunidade de ler/assistir essa série em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  6. Também escolhi o primeiro quote quando fui fazer minha resenha, ele é simplesmente inesquecível. Estou adorando a série, apesar de achar alguns momentos do livros chatos. O final me deixou tensa e louca pela continuação.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. Morro de vontade de ler essa série e por pura curiosidade acabei lendo os quotes e pegando spoilers do primeiro livro. QUERO PRA ONTEM ):

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo