Outlander: A Viajante do Tempo - Diana Gabaldon

30 outubro, 2014


Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros.

Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro escocês, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?


            Com o fim da Segunda Guerra Mundial, tudo que Claire Randall queria era curtir seu marido, desfrutar de sua nova lua-de-mel depois de tanto tempo afastada do marido em função de ter servido como enfermeira durante os longos e negros dias de guerra, e seguir com sua vida. Para começar a cumprir esses planos, seu marido Frank Randall a leva até Inverness, um lugar belíssimo para explorarem e onde Frank pode aprender mais sobre seus antepassados, que viviam em Inverness.

            Em uma das visitas, Claire e Frank acabam assistindo um ritual em Craigh na Dun, um círculo de rochas que lendas escocesas dizem ser mágico, pouco depois ela retorna ao círculo e algo estranho acontece quando toca uma das pedras. O que Claire sabe é que depois disso se viu em um lugar distinto, ainda era Craigh na Dun, mas o ambiente parecia outro...

            Ela atravessou pelas pedras e foi levada ao ano de 1743, ano em que a Escócia se via no meio de grandes conflitos entre clãs, mas, mais que isso, duzentos anos antes de sua vida, duzentos anos antes da guerra e de seu casamento.

            O primeiro pensamento de Claire é retornar a Criagh na Dun e voltar a sua época, mas a Escócia é mais perigosa do que seu tio Lamb e seu marido lhe contaram sobre essa época, e logo ela se vê sendo atacada por ninguém menos que o oficial inglês Jack Randall, o antepassado que seu marido tanto pesquisava e que carrega tantas semelhanças com Frank que lhe dói olhar.

            Um oficial que logo se mostra cruel e impiedoso, mas, por sorte, outros homens vêm ao seu regaste e é assim que Claire logo se vê no meio do clã Mackenzie cuidando de seus homens, em especial de um intrigante ruivo de olhos azuis tão profundos quanto o mar chamado Jamie, quem tem um dom especial – ou muita estupidez – para se ferir em batalhas.

            Sua condição entre os Mackenzie’s é frágil devido a sua origem inglesa e a forma como chegou até ali – muito longe da verdade – mas sua ajuda é necessária e isso lhe garante abrigo enquanto formula um modo de retornar a Craigh na Dun.

            Com o passar dos dias a confiança sobre sua capacidade de curar se intensifica, tornando-a cada vez mais necessária conforme começam a confiar em Claire, e sua interação com o jovem Jamie também só aumenta. Ele se mostra um bom rapaz, e, quando tudo se complica, ele pode ser a sua salvação. Ou o motivo da sua entrega total.


            Primeiramente esse livro foi lançado em 2004 pela Editora Rocco, até que esse ano a Editora Saída de Emergência relançou a obra com uma capa nova, fonte confortável para leitura e um preço infinitamente mais acessível, e com isso conquistou toda uma legião de fãs!

Imagine um livro impossível de largar: é esse! Apesar de ser intimidante com suas oitocentas páginas, e de Frank Randall ser monótono como homem e marido, logo no primeiro capítulo a autora capta a atenção do leitor e isso perdura até a última página.

            Temia que por ser tão extenso, e ainda mais sendo o primeiro livro de uma série, a leitura fosse maçante, mas é o completo oposto disso, com muito conteúdo a autora explora as Highlands escocesas de 1743 de forma a transportar o leitor para a época e para todos os conflitos que envolveram a Escócia, tendo sempre a presença de Jamie, que é tão corajoso quanto teimoso e orgulhoso, o que o coloca em diversas situações de perigo por conta própria ou por culpa de Claire.
Do início ao fim tem algo acontecendo que atrai a atenção e torna impossível largar o livro que, apesar de ter uma leitura fluída não foi tão rápida, pois são muitas cenas e lugares e pessoas para absorver. Outlander foi uma leitura que me conquistou tão profundamente que dias depois ainda não saiu da cabeça além de deixar aquela ansiedade gostosa na espera do próximo livro!

10 comentários:

  1. Que história incrível. Tenho esse livro na minha lista de desejados há algum tempo, antes mesmo da nova edição.
    Gosto demais da premissa e tudo que tenho lido são elogios. Aliás, que construção de cenário e época impecáveis. Um verdadeiro trabalho de mestre da autora.
    Com 800 e poucas páginas, ela parece ter sido competente e habilidosa para construir uma história envolvente e bons personagens, deixando o leitor curioso para saber o que vem pela frente.
    Espero ter a chance de ler o livro muito em breve.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Quem lê o livro, realmente se encanta, assim como vc! Confesso que estou bem curiosa também, apesar da série ser bem extensa e com seus livros gorduchos! Mas o que mais me motiva, é a série de tv, pois adoro quando estes dois universos se complementam. Vc chegou a assistir alguma coisa?

    ResponderExcluir
  3. Eu to acompanhando o seriado e amando, mas, quanto a encarar os livros, ainda estou pensando. É uma série extensa, alguns livros divididos entre parte I e parte II… ainda não sei se leio XD

    ResponderExcluir
  4. Aaaaain preciso desse livro! Já morro de vontade de ler por causa da série, mesmo com medo pelas 800 páginas eu já tinha curiosidade de ler, agora sabendo que mesmo com essa extensão o livro é envolvente, sem partes maçantes eu quero ainda mais ler *-----*
    Com toda certeza esse vai ser o próximo livro que vou comprar!

    ResponderExcluir
  5. Li a série até o quarto livro! Gostei muito dela! A outra saber escrever e apesar de ser um pouco extenso é muito brilhante... A saida de emergencia conseguiu me ganhar com os preços mais acessiveis :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Ahhhhhhhhhhhhhh um dos que eu mais quero ler atualmente <3
    E preciso ver a série, .... ainda não deu =/
    Pretendo comprar em breve, pois já tem o segundo volume.... acho que a quantidade de página nem importa se o livro for bom mesmo, rs.

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Fico muito feliz em saber que a leitura desse livro prende, pois estou com ele aqui e vou começar essa semana. Fiquei com medo da leitura ser maçante e eu abandonar, mas agora estou mais tranquila. O segundo em pré venda já e eu querendo ele. kkkk' Tenho muitas coisas sem ler e tentar entrar numa ordem. Irei pra Escócia com Jamie. ;*

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Eu estou doida pra ler esse livro! Comecei a assistir o seriado e me apaixonei por ele. Agora quero muito ler o livro! Adorei saber que a leitura não é maçante mesmo tendo 800 páginas. A única coisa que me desanima é que a série é muuuito grande, mas pelo jeito vale a pena mesmo assim :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. O livro é realmente ótimo, as 800 páginas não pesam. O final não consegui deixar de me emocionar com o relato do Jamie, que aliás conquistou meu coração.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  10. Eu estou encantada com esse livro!!!!!!! Terminei de ler há poucos dias e ele me conquistou de uma maneira que fazia tempo nenhum livro tinha conquistado. Já comprei o segundo volume, só esperando chegar pra continuar a leitura.

    Beijos!!

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo