150 dias de Chile - Semana Patria

21 setembro, 2014





















Desde que cheguei no Chile muitas coisas aconteceram, e apesar de muitas coisas serem boas, muitas outras não são. Quem está no Brasil deve ter lido notícias sobre explosões de bombas e terrorismo, e desde que cheguei aqui descobri que o Chile, apesar de ser considerado o melhor país da América Latina para se viver, não é assim tão diferente do Brasil, aqui toda semana acontece um protesto, a Universidade do Chile (não é a que eu estudo!) vive fazendo greve e ônibus e pneus são queimados a cada quantos dias como ato de rebelião e vandalismo.
Mas por que estou contando isso?
Porque a ideia dessa coluna é contar mais sobre o intercâmbio e sobre o país, para, quem sabe, empolgar vocês a participarem também, e quem decidir vir pro Chile no mês de setembro, mesmo que seja só para passeio, deve estar informado de algumas coisas.
Por exemplo, dia 11 de setembro é um dia perigoso aqui e não tem nada a ver com o ataque às Torres Gêmeas nos Estados Unidos.

Golpe de Estado de 11 de Setembro, ocorrido no Chile em 1973, consistiu na derrubada do regime democrático constitucional do Chile, e de seu presidente Salvador Allende, tendo sido articulado conjuntamente por oficiais sediciosos da marinha e do exército chileno, com apoio militar e financeiro do governo dos Estados Unidos e da CIA, bem como de organizações terroristas chilenas, como a Patria y Libertad, de tendências nacionalistas-neofascitas, tendo sido encabeçado pelo general Augusto Pinochet, que se proclamou presidente.
Apesar do golpe ter sido tantos anos atrás e hoje o país estar reestabelecido no sistema democrático, todos os anos o dia 11 de setembro é marcado por conflitos e atos de vandalismo, tanto que as oito horas da noite a cidade para, todos os lugares já estão fechados, ninguém sai na rua de noite por medo do que pode acontecer.
Massssss...
Não são só de coisas ruins que eu vim falar não! Estar no Chile no mês de setembro tem suas vantagens, como a Semana Pátria! Nos dias 18 e 19 de setembro se comemora, respectivamente, o dia da Independência Chilena e o dia das Glórias do Exército, e tendo um povo muito mais patriota, o país para nesses dias, algumas universidades param a semana inteira inclusive, toda a cidade é decorada nas cores azul, vermelho e branco que são as cores da bandeira e todas as casas penduram uma bandeira na frente ou em alguma janela (inclusive estão sujeitas a multa as pessoas que não fizerem isso em suas casas!).



Em comemoração a semana pátria diversos eventos são preparados, e os parques da cidade fazem eventos para atrair pessoas de todas as idades, o mais comum são as fondas, que são uma espécie de show com músicas tipicamente chilenas para dançar cueca, que é uma das danças mais tradicionais aqui.








Então mesmo que as notícias sobre bombas tenham assustado vocês, não deixem de vir para cá, ainda mais se você gosta muito de festas!
No fim de semana conto mais!
Beijooos :*

9 comentários:

  1. To amando essa coluna e já quero ir pro Chile *________________*
    Violência não é exclusividade de país algum e isso entristece pq parece que que grande parte doo ser humano tá regredindo e não evoluindo.
    Maaaas, tudo tem seu lado bom, graças a Deus!
    Como sempre, lhe desejo sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Realmente super interessante poder conhecer e saber mais sobre um pais tão rico de cultura, e saber pelos olhos de uma brasileira, fatos que acontecem no Chile. Nos dá outra visão do que vemos na TV. Espero que tudo se resolva.

    ResponderExcluir
  3. Eu não sabia que aí tinha Manifesto e tinha tanta greve assim. E também nem sabia desse golpe, quando penso em 11 de setembro só lembro das torres gêmeas. Essa comemoração parece ser bem divertida, eu ia amar participar :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Será que é normal eu lembrar do México quando vejo as fotos e os relatos?
    Talvez seja por eu ser mais familiarizada com aspectos mexicanos do que chilenos, sei lá...

    ResponderExcluir
  5. Nossa, a gente nunca imagina que outros países passe pela mesma coisa (ou coisa pior) que o nosso país né.. as pessoas costumam ter uma ideia muito fantasiosa sobre morar em alguns outros lugares do planete. Confesso que ficaria morrendo de medo da violência em um lugar que não conheço, mas tomando cuidado acho que dá pra ficar numa boa.
    Quanto as comemorações, devem ser bem legais, eu adoro coisas típicas assim, conhecer a cultura do país e tal.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Amo essa coluna! Acho que preciso ver mais tv, nem sabia sobre bombas e terrorismo... Infelizmente a violência acontece em todos os lugares... Mas amei as fotos, deve ser ainda mais lindo ver tudo isso ao vivo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Violência infelizmente temos em todo lugar. Bom saber que você está bem e o lado bom do Chile.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  8. Como qualquer lugar no mundo existe violência e não é por isso que temos que nos esconder em casa e deixar de visitar paises tão lindos quanto esse... Se tivesse dinheiro com certeza iria pro chile! Várias pessoas da minha turma fizeram intercambio ai e só vi fotos lindas como as suas ;)
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Violência, infelizmente, é no mundo todo. Em alguns países repercute mais do que em outros...
    bj

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo