Dia de Banca #17 - Traição

28 agosto, 2014


Dia de Banca é uma coluna destinada a esse outro "gênero" da literatura, que muitas gostam e acompanham e agora está ganhando um espacinho aqui no blog!



Como se não bastasse Marley Jameson ter traído a confiança de Chrysander Anetakis e estar grávida dele, ela foi acometida por amnésia. A antiga amante do magnata grego vendeu segredos da empresa dele, e depois foi expulsa de sua vida.Mas agora ela não se lembra de nenhum de seus atos. Chrysander percebe uma ótima oportunidade para se vingar, por isso inventa uma mentira inofensiva: diz para Marley que já estavam noivos antes de ela ter perdido a memória. Para completar seu plano de acerto de contas, ele a leva para sua ilha particular, onde não só aguardará o nascimento do bebê, como também aproveitará a súbita devoção de Marley antes de se livrar dela de uma vez por todas. Só havia um pequeno detalhe não previsto por Chrysander. O fato de que Marley fosse recuperar a memória tão rapidamente.

        

       Marley Jameson sabia que não deveria ter se envolvido com seu chefe em primeiro lugar, mas aos poucos os encantos de Chrysander Anetakis a conquistaram, e quando deu por si estavam em uma aventura, e seu coração havia sido tomado. Apesar de saber que ele não sentia o mesmo, Marley continuou a encontrá-lo, e cada dia era especial. Até a noite em que Marley foi lhe contar que estava grávida - ela sabia que havia sido um acidente, não planejara engravidar e esperava que Chrysander acreditasse nela, afinal não era uma golpista como muitas mulheres podiam pensar. Mas antes de poder explicar tudo, ele a acusou, ele tinha provas em mãos e a acusou de ter traído sua confiança.
               Nessa noite tudo mudou para Marley.
               Ela foi sequestrada, e depois de meses sem que Chrysander pagasse o resgate, por algum motivo a deixaram ir, e motivo esse que nem ela pode explicar, pois perdeu a memória. Agora Marley não se lembra de conhecer Chrysander, nem de ser dele o filho que carrega... o que se torna uma ótima oportunidade para ele atraí-la de volta a sua vida, e estar ao seu lado para quando a verdade vir a tona e toda essa história ficar clara, ele quer ser o primeiro a saber porque Marley fez o que fez.
               Enquanto ela não recupera a memória, Chrysander cria toda uma história para mantê-la por perto, como o fato de que vão se casar e ter o bebê juntos, fazendo soar como um verdadeiro conto de fadas.
               Uma história que Marley custa a acreditar, mas que parece boa demais, um homem como ele que quer se casar com uma mulher como ela, parece um sonho. O que nenhum dos dois esperava era que a história fosse cair por terra tão rápido, quando Marley recupera a memória.

               Como fã de Maya Banks não podia deixar de ler mais esse romance da autora, e a história me cativou, mesmo sendo bem previsível. Por ser um romance de banca, a história é curta e de leitura rápida, mas foi o suficiente para muitos acontecimentos se desenrolarem, tendo como ponto principal a traição que Marley cometeu e o quanto isso afetou Chrysander, pois atingiu diretamente o seu trabalho - o que ele mais presa na vida. Quando a acusa, Marley se diz inocente e com o desenvolver da história é preciso entender o que realmente aconteceu - ainda que fique uma ideia desde o início sobre o que realmente aconteceu, só pude sossegar quando acabou!
               Esse é o primeiro livro de uma série, a trilogia dos irmãos Anetakis, mas a história em si já tem um início, meio e fim, o que deixa claro que serão livros com enredos independentes entre si.
               A diagramação do livro é bem simples, mas as páginas escuras deixam a leitura mais confortável e também teve uma boa revisão ortográfica, um ótimo romance - ainda que despretensioso - ideal para passar o tempo e se deixar levar na leitura.




7 comentários:

  1. Eu gosto de romances de banca, são ótimos pra passar o tempo e se divertir com a leitura. Ainda não li nenhum da autora, mas a história parece ser bem legal, apesar de nada original. Se tiver a oportunidade eu lerei, com certeza!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. O bom deste livros de banca é justamente o fato de podermos ter uma leitura despretensiosa. Adorei esta capa.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro Maya Banks. Ela é uma daquelas autoras que satisfazem tanto com livros de livraria ou de banca. To querendo muito esta série, mas tenho outras na fila de espera há muito tempo. Os gregos dos livros têm a fama de serem precipitados, então gosto quando a mocinha realmente faz algo, engana, trai a confiança, em vez de ficar jurando inocência feito uma lerda.

    ResponderExcluir
  4. Confesso que não gosto muito de romances de banca, mas gosto bastante da Maya Banks, e por isso já me interessei pelo livro. E quero ler ele mesmo sendo meio clichê. E gostei se saber que é independente. Já coloquei na minha listinha :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Vejo muito se falar sobre os romances de banca e cada vez fico mais curiosa para conferir e quem sabe, me apaixonar também!

    ResponderExcluir
  6. É a primeira vez que eu leio algo sobre este livro, nunca tinha ouvido falar antes. A resenha está ótima, ela junto com a sinopse me deixou muito interessada em saber mais sobre este livro.

    ResponderExcluir
  7. Adoro romances de banca e adoro a Maya Banks, então esse livro é a combinação perfeita pra mim *-*
    Gosto de livros assim, que mesmo a gente já sabendo mais ou menos o que vai acontecer são tão bem desenvolvidos que ficamos presos até a última página! Adorei o enredo também, não costumo gostar de nada que envolva traições, mas esse enredo me atiçou a curiosidade!
    Beijos

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo