Quando uma Garota Entra em um Bar

12 junho, 2014

Então você se arrumou toda para uma noite de amigas, daquelas onde só as mulheres participam, mas suas amigas mudaram de planos sem avisar e, agora, você está sozinha em um bar superbacana, arrumada e perfumada, e sem saber bem para onde ir... O que você faz? Aproveita que já está por ali, pede uma tequila e dá uma boa olhada no yuppie que está na mesa ao lado? Ou pede uma cerveja e vai pra perto do palco arrebatar o baterista? Pode ser que você prefira uma paquera com o rapaz de botas de bico fino e músculos trabalhados que está encostado à parede. Ou, quem sabe, tomar um café com o bombeiro que está cuidando da segurança dos clientes e que, neste instante, está verificando o funcionamento do extintor... E isso tudo só pra começar! A escolha é sua — e você tem um mundo de possibilidades nesta noite que parecia começar mal! Só não espere que esta experiência seja como outra qualquer, porque esta noite ficará definitivamente marcada em sua memória de erotismo e paixão. Divirta-se com esta definitiva experiência sensual onde você, e só você, terá o controle de seu próprio prazer!

Com um enredo planejado para maiores de dezoito anos, essa é uma história erótica contada de forma diferente, na qual o leitor assume o lugar do personagem e é guiado, através de suas escolhas, por páginas e cenas até o desfecho final.

Com uma premissa que parece inovadora, esse livro acabou causando muito mais expectativa do que realmente continha. Sempre gostei de jogos, a ideia de não saber o que esperar da história e ter o controle de mudar os planos, mudar os passos ou voltar atrás se não desse certo soou quase sedutora no momento de iniciar a leitura, e tendo o próprio leitor como personagem ativo, uau.
Mas não condisse com a realidade, infelizmente.
Os pulos em alguns momentos são muito longos, o que torna a história bem rápida de ler, porém sem conteúdo, é quase como se no seu livro favorito, no momento em que a cena ia finalmente deslanchar, está na hora de pular para a próxima etapa e aquilo se perde.
Apesar de não ter gostado do desfecho final, não posso deixar de reconhecer a dinâmica das autoras (isso mesmo, Helena S. Paige não é uma mulher, mas sim três que se uniram para criar esse livro!), e para quem tem incertezas ou medo de como agir, esse livro é uma boa diversão para tentar libertar um lado mais sedutor, ou menos recatado, em que só você responde pelas suas ações e pode acabar gostando do que vai encontrar.

Considero um livro lido e que serviu como passatempo, mas definitivamente não me encantou nem me desperta a vontade de ler de novo, mesmo que a editora tenha feito um excelente trabalho na diagramação e a história seja inovadora.

10 comentários:

  1. Quando eu ouvi falar do livro também achei que ia ser algo super diferente e inovador, que ia ser muito bom, mas quando peguei pra ler nem achei tudo isso. Não gostei muito não, foi divertido, mas assim como você não leria de novo.

    ResponderExcluir
  2. Li esse livro e gostei muito, afinal além de diferente, nos envolvemos totalmente com o enredo, embora o final também não tenha me satisfeito, esperava algo diferente.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei a capa desse livro e pela sinopse também achei que seria algo super diferente. Ainda não li, mas ganhei numa promo, fiquei um pouco decepcionada ao saber que não chega a superar as expectativas, mas ainda estou curiosa pra conhecer o livro.

    Bjok

    ResponderExcluir
  4. Ganhei esse livro em um sorteio e já tinha até esquecido dele. Quando ganhei não senti vontade de ler, não chamou minha atenção e parece que não me enganei. Ainda vou lê-lo, mas não estou com muita pressa pra isso.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  5. Quando este livro foi lançado e soube da sua forma de escrita fiquei super interessada por realmente ser uma forma bem diferente de leitura...Mas depois de conferir tantas resenhas negativas que acabei desanimando e não tenho interesse pela leitura dele, mas achei bem bacana conferir tua resenha.

    ResponderExcluir
  6. A proposta é mesmo inovadora, mas acho que não se deve ter altas expectativas mesmo. Não me interessou muito, mas parece ser uma leitura diferente. :)
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Uma ideia original e boa, pena que não foi bem trabalhada, podia ter sido muito mais atraente para os leitores, é um dos livros da editora que não tenho vontade de ler, não gosto de ser decepcionado com um livro que eu espero muito, por isso prefiro deixar de lado do que me frustar.

    ResponderExcluir
  8. Não gosto do gênero, o livro é até interessante, pelo jeito que é em si, mas ainda assim, não leria! !

    ResponderExcluir
  9. Aproveitei a leitura e percorri vários caminhos, mas apesar de gostar do gênero e de ter gostado da leitura, não é um dos meus favoritos.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  10. Já vi uma resenha sobre ele e fiquei bem curiosa com a possibilidade escolher o meu final de noite, é bem interessante, já o adicionei em minha lista e verei no que vai dar esta leitura.... Amei capa, ficou bem "brasileira" descontraída.....

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo