Sempre Teremos o Verão (Verão #03)

13 maio, 2014

ATENÇÃO! Pode conter spoilers dos outros livros da série O Verão que Mudou Minha Vida e Sem Você Não é Verão.


Belly sempre esteve dividida entre os Fisher. Mas isso parecia ter ficado no passado. Assim como os incríveis dias de verão na casa de praia em Cousins Beach. Conrad, seu primeiro amor, se tornou apenas uma recordação. Agora, era Jeremiah quem ela amava, era com ele que Belly imaginava o futuro. Eles resolvem se casar e passar o resto da vida juntos, mesmo que para isso precisem enfrentar as famílias, que desde o início são contra essa decisão. Mas quando Belly retorna à casa de praia e reencontra Conrad, antigos sentimentos vêm à tona. Com o dia do casamento se aproximando, as incertezas só aumentam. Seria possível voltar atrás? Ou melhor, seria o certo a fazer? Mais uma vez ela está na casa de praia, dividida entre os dois únicos meninos que já amou. Neste último volume da série O verão que mudou minha vida, Belly está mais madura e se vê diante de uma importante decisão que mudará sua vida e a dos Fisher para sempre.


Quem acompanha a história de Belly viu como ela sempre foi ligada a família Fisher, sua mãe e Susannah eram melhores amigas, então nada mais natural que Belly e o irmão viverem em companhia dos meninos de Susana, os irmãos Fisher. Foi Conrad, o mais velho, que sempre a cativou, com seu jeito adulto e inteligente, ele a atraiu desde quando Belly mal pode se lembrar, foi um amor que sempre esteve ali, e quando ele correspondeu, Belly se sentiu a garota mais sortuda do universo.
Mas os tempos mudaram, Susana se foi, Conrad partiu seu coração e o único que esteve ali com ela foi Jeremiah, o outro menino Fisher. Completamente oposto ao irmão Jeremiah faz um estágio que não gosta só para agradar o pai, não dá muita importância para nada e agora vê na fraternidade os irmãos que sempre quis ter, mas independentemente do seu jeito, Jeremiah ama Belly e isso é o que lhe importa. Estar com ele representa segurança e certeza, ele sempre foi seu melhor amigo e, ao seu modo, Belly aprendeu a amá-lo.
E é nesse amor que Belly tem de confiar quando aceita se casar com Jeremiah mesmo que os dois ainda estejam na faculdade e que toda família (inclusive Susannah!) sempre tenha tido certeza que era com Conrad que ela iria se casar um dia.
É nesse amor que ela se agarra quando Conrad volta a sua vida e pretende ficar até o casamento, enquanto ela organiza seu casamento com o irmão dele contando apenas com a ajuda de sua melhor amiga. Brigas a levam de volta a casa de praia de Cousins e a uma convivência diária de Belly – que agora atende por Isabel – e Conrad, que está longe de ser o garoto que partiu seu coração, ele parece renovado, parece um homem, e quando Conrad lhe diz que ainda a ama, Belly se vê tendo que fazer a escolha mais difícil de sua vida.

O terceiro livro da trilogia foi o mais aguardado por mim, mesmo que os dois anteriores tenham tido cada um os seus desfechos, ainda faltava algo para fechar essa série e esse algo veio em forma de um livro muito aguardado e do qual não consegui me afastar assim que o tive em mãos. Agora Belly e os meninos não são mais os adolescentes do primeiro livro, eles mudaram e amadureceram no curso da história e estão na faculdade, eles levam vidas adultas e foi muito bom acompanhar o crescimento deles – menos do Jeremiah, porque parece que ele ainda não cresceu não!
Por essa última observação fica claro quem tem minha preferência dentre os irmãos Fisher e assim que li a sinopse desse terceiro volume eu soube que precisava dele logo. Conrad está de volta e não é mais o mesmo babaca (ainda que com motivos) do último livro, ele se tornou um adulto maduro e responsável, o tipo de homem que Susannah o criou para ser, e é impossível não ficar abalada com a sua presença, ainda mais contrastando tanto com a do irmão.
Com diálogos bem construídos, a história ainda carrega um pouco de drama adolescente com as dúvidas de Belly sobre qual irmão Fisher é capaz de fazê-la feliz, e qual ela ama mais, mas quando as respostas tão aguardadas começam a aparecer, a narração se sobressai intercalando o ponto de vista de Conrad e de Belly e tudo que eu tanto esperava para ler finalmente ganha as páginas – depois disso toda a infantilidade de Jeremiah e o draminha do triângulo amoroso ficam completamente esquecidos!
Minha única ressalva com a história foi que esperei tanto por esse fim que gostaria que ele tivesse se prolongado mais, a autora prolongou uma boa parte da história que não ficou cansativo, mas também não faria grande falta, então nesse final ela poderia ter se estendido um pouco mais para o deleite das fãs (confesso que gostei tanto dos últimos capítulos que os li mais de uma vez!).

Em um balanço final posso dizer que finalmente me acalmei e me satisfiz em relação a essa série, a autora soube como guiar o enredo e os personagens, todos receberam seus desfechos e cada buraco foi preenchido, formando uma trilogia muito doce de se ler, um romance gostoso que mostra a transformação daquele amor infantil em algo profundo e sólido que faz tudo valer a pena.


9 comentários:

  1. Já conhecia odiei livro, adoro as capas que são bem simplesmente é ao memorizar tempo lindas, mas nunca tive interesse em ler, Pq não curto muito o gênero.

    ResponderExcluir
  2. Eu não conhecia essa série, e não sei se leria afinal detesto triângulos amorosos, mas confesso que fiquei curiosa pra saber qual a escolha dela no final..
    Vou procurar saber mais sobre o primeiro livro, quem sabe não me animo pra ler!

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia a série, mas ao ler a resenha fiquei muito interessada. Eu gosto de triângulos amorosos e fiquei curiosa pra saber qual vai ser a escolha da Belly.

    ResponderExcluir
  4. Quando vejo livros da Jenny Han ou da Siobhan Vivian, eu fico um pouco receosa, porque achei a escrita delas um pouco fraca no livro "Olho por olho". Não tinha conhecimento sobre essa série da Jenny. Não gostei muito do enredo, por isso passo dessa vez. :T

    ResponderExcluir
  5. Já li o primeiro livro e gostei muito.
    É uma história bem leve e que realmente nos transporta a época bem gostosinha do verão (quando digo 'gostosinha' me refiro ao clima calorzinho suportável e não o verão com calor do deserto do Saara que fez esse ano).
    Enfim, é uma história que mesmo não sendo aquela coisa toda arrebatadora nos faz desejar um pouquinho mais e mais da história.
    Estou louca para ler as continuações.
    Bjokas

    ResponderExcluir
  6. Oi :)
    Bem, já tinha ouvido falar sim da série, mas nunca tive muito interesse em conhecê-la, talvez pela fama de "satisfatório" de Olho por Olho. Curto bastante esse gênero, mas não acho que, pela sinopse, seria o tipo de livro que entra para a minha lista. De qualquer jeito, que bom que você gostou!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Tenho o primeiro volume aqui em casa, mas ainda não o li. Legal que você gostou bastante do final. Tanto é que queria que ele tivesse sido estendido. Isso mostra que a autora guardou o melhor para o desfecho. Agora que a trilogia está completa, vou começar a lê-la.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  8. Bom saber que a série terminou de uma maneira satisfatória. Eu ainda não comecei a ler a série, mas tenho interesse em começar.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  9. Uma série que parece ser ótima, uma pena eu já ter tantas para ler no momento.
    Mas com certeza lerei em breve... parece que tem personagens bem construídos =)

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo