Quero Ser Seu (Os Irmãos Sullivan #06)

03 abril, 2014


Ryan Sullivan sempre gostou muito de Vicki, a quem conheceu na adolescência, quando ela lhe salvou a vida: no estacionamento da escola, um carro desgovernado só não o atropelou porque Vicki o empurrou para longe. Desde então, eles se tornaram melhores amigos — pelo menos, melhores amigos até onde um homem e uma mulher lindos e sedutores conseguem ser...
O tempo passou, Vicki casou-se e se separou, e Ryan seguiu sua vida de solteiro. Até o dia em que Vicki pediu-lhe um favor: será que Ryan poderia fazer as vezes de seu namorado para afastá-la de um homem mal-intencionado e pegajoso?
Ryan não negaria esse favor a sua amiga, de forma alguma... Não só pelo carinho que nutre por ela, mas também por uma característica de sua personalidade: Ryan faz o tipo protetor (o tipo de homem com que toda mulher sonha em algum momento da vida).
Agora, depois de brincarem de namorados, será que os dois conseguirão manter a amizade de sempre?

Ryan Sullivan, o astro de beisebol da família, quem o vê nas câmeras e nos jogos não imaginaria que ele o sempre carinhoso Ryan já teve seu coração partido por sua melhor amiga. Quinze anos atrás ele e Vicki eram inseparáveis, mas ela se mudou com a família, foi para faculdade e casou com outro homem. Na única vez que Ryan tentou arriscar algo, não deu certo.
Apesar de tudo, ele jamais perdeu a consideração ou o carinho por ela, assim que, quando seu telefone apita com uma mensagem de Vicki pedindo ajuda, Ryan não pensa duas vezes antes de sair correndo para ajudá-la.
Depois de anos morando na Europa, Vicki está de volta a São Francisco para se dedicar ainda mais ao seu trabalho como escultora e tentar uma bolsa – que só Deus sabe o quanto ela está precisando. Mesmo já tendo chegado há alguns dias e constantemente pensar em retomar o contato com Ryan, ela jamais imaginou que o momento em que fosse revê-lo seria em uma situação tão drástica.
Um dos membros do conselho da bolsa está disposto a seduzi-la, e na ideia de Vicki só um namorado grande e valentão como Ryan iria afugentá-lo. Mas sendo Ryan tão superprotetor, ele vai além de querer fingir namorá-la por alguns dias, levando-a para longe do hotel desprezível em que estava para que ela fique em sua casa. Vicki sabe que a atração que sentia por Ryan na adolescência ainda está ali dentro, e dividir a mesma casa com ele só torna tudo mais complicado.
Afinal como resistir a um homem desses?

De todos os irmãos Sullivan, Ryan provavelmente é um dos melhores, não só por sua bem sucedida carreira como jogador profissional de beisebol, ou por seu corpo malhado, mas sim pelo seu enorme coração. Todos os homens da família Sullivan colocam a família em primeiro lugar, mas Ryan consegue ir além e estende o sentimento a todos com quem se importa, inclusive Vicki.
A relação dos dois quando adolescentes foi bem delineada, e talvez por isso, por já se conhecerem há tanto tempo, o clima nesse livro seja ainda mais romântico – apesar do clichê. Eles se apaixonaram quando adolescentes, quinze anos depois o sentimento perdura e fica cada vez mais evidente, principalmente com a ajuda de Lori, irmã de Ryan que não tem papas na língua.
Seguindo o mesmo clima dos outros livros da série, esse também possui cenas eróticas, mas continua no nível de erotismo romântico, é sensual, mas nada exagerado, só o desenvolver mais que normal de uma relação entre duas pessoas – por isso continuo a reafirmar a minha posição de que jamais definiria essa série como erótica.
A capa ficou bem montada, gostei dela mais do que das anteriores (exceção do livro 4!), a diagramação foi bem feita e bem cuidada, apesar de alguns poucos erros de concordância verbal.

A escrita da autora continua fluída e o romance impera nesse livro, que me cativou mais que o anterior. Para todos que acompanharam a série até aqui, é uma boa pedida continuar a leitura.

8 comentários:

  1. Estes irmãos são maravilhosos mesmo. O romance entre Ryan e Vicki é lindo por conta de toda amizade existente entre eles.
    Bjs, rose

    ResponderExcluir
  2. Já li algumas resenhas sobre os outros livros, mas simplesmente não consigo gostar da série .

    ResponderExcluir
  3. Bella Andre é maravilhosa mesmo. Acho os livros bem previsíveis, mas não consigo deixar de ler. A narrativa da autora é muito boa, e eu amo esse tipo de livro. Concordo com você, o Ryan deve ser o melhor da série mesmo.
    http://www.romanceseleituras.com/

    ResponderExcluir
  4. Não sou chegada em livros eróticos, mas já ouvi falar muito bem dessa série. Um erótico romântico talvez seja o que eu precise para mudar de opinião... Vou colocá-lo na minha "pequena" listinha!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Tenho muita vontade de ler esta série também, vou ler Se você fosse minha e Só tenho olhos para você em breve e estou muito animada, sempre vejo muita gente elogiando. Gostei muito da resenha, a arte da capa deste volume ficou mesmo ótima e o enredo é bem interessante, gosto muito de romances onde os personagens já se conhecem! :)
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Apesar de não ter lido nenhum livro da série, é que a escritora usa as maiores fantasias (bombeiros, esportistas, famosos) para escrever seus livros. E os trechos que li até agora da série são hot, mas nada indecente. Animada para ler todos os livros.

    ResponderExcluir
  7. Comprei os 6 primeiros livros, mas apenas li 1. Gostei muito do que li e espero em breve chegar nesse e saber mais a respeito do Ryan.

    Visite: Paradise Books /+/ Participe: Top comentarista

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Conheço a Bella Andre pelo livro "Se você fosse minha". Não esperava que o livro fosse bom, que tivesse uma história por trás do erotismo, não é nada pesado, muito pelo contrário é bem sútil. Pelo que já li por aí, a escrita dela melhora a cada história. Em "Se você fosse minha", no último capítulo dá uma prévia de qual Sullivan será a próxima história. Logo depois que li, fiquei sabendo a respeito de "Quero ser seu" e logo corri para saber mais da história do Ryan. Eu gostei bastante da premissa, não sei se irei gostar tanto quanto o anterior, mas estou ansiosa para ler os próximos volumes.

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo