Almanova (Trilogia Incarnate #01)

04 fevereiro, 2014

ALMANOVA
                Ana é nova. Por milhares de anos, no Range, milhões de almas vêm reencarnando, num ciclo infinito, para preservar memórias e experiências de vidas passadas. Entretanto, quando Ana nasceu, outra alma simplesmente desapareceu... e ninguém sabe por quê.
SEM-ALMA.
A própria mãe de Ana pensa que a filha é uma sem-alma, um aviso de que o pior está a caminho, por isso decidiu afastá-la da sociedade. Para fugir deste terrível isolamento e descobrir se ela mesma reencarnará, Ana viaja para a cidade de Heart, mas os cidadãos de lá temem sua presença. Então, quando dragões e sílfides resolvem atacar a cidade, a culpa deverá recair sobre...
HEART.
Sam acredita que a alma nova de Ana é boa e valiosa. Ele, então, decide defendê-la, e um sentimento parece que vai explodir. Mas será que poderá amar alguém que viverá apenas uma vez? E será também que os inimigos – humanos ou nem tanto -- de Ana os deixarão viver essa paixão em paz? Ana precisa desvendar grandes segredos: O que provocou tal erro? Por que ela recebeu a alma de outra pessoa? Poderá essa busca abalar a paz em Heart e acabar por destruir a certeza da reencarnação para todos?

No universo utópico criado por Jodi Meadows, a sociedade se concentra em Heart, uma grande cidade com um templo do Janan, uma espécie de Deus para eles. Essa sociedade é composta por um milhão de almas que, em um ciclo infinito que já dura séculos, reencarnam depois de morrer, trazendo consigo tudo que aprenderam nas vidas anteriores.
Sempre foi assim, até que Ciana não reencarnou... No lugar dela veio Ana, conhecida por almanova e considerada uma aberração dentro dessa sociedade, inclusive por seus próprios pais: a mãe a maltratou a vida toda, inclusive saiu de Heart para criá-la longe dos outros, tamanha vergonha que tinha da filha, enquanto seu pai sumiu no mundo.
Agora, aos dezoito anos (três anos a mais do que as pessoas costumam deixar a casa dos pais) Ana finalmente criou coragem para encarar a vida e descobrir tudo que lhe foi privado, mas, principalmente, ela está pronta para buscar suas origens, desvendar o mistério por trás da morte de Ciana e o motivo por ela não ter reencarnado.
Uma longa jornada aguarda por Ana, cheia de desafios que quase lhe custam a vida, até que Sam a encontra e se empenha em cuidar dela. Ao contrário do que sempre ouviu da mãe, esse rapaz parece não vê-la como uma aberração, ele parece curioso e disposto a ensinar tudo que Ana quer saber, principalmente quando se trata de música, o que leva Ana por um caminho de descobertas que podem colocar em dúvida tudo que essa sociedade prega, desde a existência de Janan a fé nas reencarnações.

Almanova foi uma das distopias mais diferentes que já li, e com ela tinha boas e más surpresas. A começar pelo plano de fundo criado e desenvolvido pela autora, uma sociedade em que sempre as mesmas almas retornam, deixou o livro com uma premissa muito interessante, junto com aquela curiosidade de como seria saber o que se passou há centenas de anos? É uma nova forma de imortalidade, muito bem desenvolvida.
Os personagens também foram muito bem desenvolvidos, como Sam e suas antigas vidas, seus amigos e os membros de Heart que não estão dispostos a aceitar Ana – de certa forma esse livro trás uma grande mensagem sobre o preconceito com o desconhecido, o diferente.
Ao redor desse mundo, criaturas místicas trazem medo e assustam os moradores, dragões e sílfides que queimam são os principais vilões, e algumas coisas em relação a eles acabou ficando para o próximo livro, o que não afeta o desenrolar da história nem a torna mais compreensível (ou menos).
O único porém que me desagradou um pouco foi a batalha principal. Como todo livro, os capítulos iniciais até a metade guiam por um caminho de descobertas que vai acabar em um desfecho principal e de grandes proporções (obs: isso não é spoiler, é uma mera constatação dos enredos das histórias desse gênero!). Então quando o grande desfecho chegou, acabei me perdendo um pouco, algumas cenas ficaram um pouco confusas e difíceis de imaginar, e alguns personagens que prometiam muito foram arrebatados da história.
Isso se desenrolou por alguns poucos capítulos, e tornou a leitura um pouco mais lenta, no entanto não me fez perder o interesse na história nem as esperanças pelo próximo livro. Por ser uma trilogia, esse foi apenas a base de tudo, e o enredo criado pela autora é tão bem montado, mas denso ao mesmo tempo, que muitas dúvidas surgem e tenho certeza que serão respondidas nos próximos livros.

Para os fãs de distopias, aposto que não leram nada igual antes!


21 comentários:

  1. Essa é uma das capas mais lindas que já vi. Não há como não receber elogios, né? Simplesmente impecável. Bom, sobre a história, eu sinceramente achei um pouco confusa. Mas acredito que lendo o livro, será bem mais fácil de entender. Pelo jeito, a história é bem estruturada e o que mais me impressionou, foi o número de páginas, imaginava com mais de trezentas páginas, no entanto, fiquei sabendo a pouco tempo que há sequencias. Como eu já devo ter falado por aqui, ando fugindo de séries, mas acho que abriria uma exceção para essa.

    ResponderExcluir
  2. Eu já tinha ouvido falar desse livro antes mas nunca soube do que se tratava. Achei o tema desse livro beem diferente, nunca vi nada do tipo. Acho que eu leria porque gosto bastante de distopias, mas fico com um pé atrás com essa coisa de reencarnação, não tenho nada contra, mas não sei se gostaria de ler algo relacionado a isso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto muito de distopias, mas confesso que Almanova não me chamou atenção. Eu gosto desse gênero porque ele sempre mostra as mais diversas e diferentes sociedades. No entanto, essa história de almas que reencarnam e ainda dragões não agradou a mim.

    Bjo.

    ResponderExcluir
  4. Lembro desse livro por causa de um concurso cultural onde a pessoa tinha que colocar a foto parecida com essa da capa...kkk
    Enfim, achei a história desse livro ao mesmo tempo que inovadora também achei que ela é um pouco confusa. Esse negócio da alma sempre voltar pelo que vejo é bem tratado e bem desenvolvido.

    Vamos vê o que acontece no segundo livro.

    ResponderExcluir
  5. Desde que vi este livro pela primeira vez, fiquei muito curiosa e interessada! Nunca li nada assim, sobre almas e reencarnações e achei bem diferente o enredo! Fiquei curiosa para conhecer melhor esse mundo, deve ser mesmo um ótimo livro e a capa é lindíssima.Espero conferir em breve!!

    ResponderExcluir
  6. Gosto bastante de distopias e adorei a resenha. A busca do livro é descobrir porque uma alma não reencarnou e Ana nasceu? A capa não me agradou muito, não sei essa borboleta, e uma das coisas que as vezes me faz comprar um livro é a capa.

    Beijos


    Paradise Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso! A Ana, principalmente, vai em busca da história que envolve o nascimento dela, do porque uma alma não reencarnou pela primeira vez em milênios e veio ela...
      Quando a capa, a primeira vista ela não me agradou, mas com o tempo me acostumei com ela e depois de ler o livro, ela fez TODO sentido! Dá uma chance ;)

      Excluir
  7. Muito interessante a resenha desse livro. As vezes muitas distopias acontece em locais parecidos, espero que essa consiga me levar na leitura a um universo diferente de reencarnações. Saber que tem dragões me deixou bem curioso pra ler esse livro.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. A capa desse livro é muito linda, pena que não o li ainda.
    Amei sua resenha, e como amo distopias não vou deixar de ler esse livro por nada, apenas achei que talvez não vá gostar muito dele, por não haver nenhuma situação amorosa envolvida, ou talvez tenha :c vou ler pra saber...

    ResponderExcluir
  9. Me perdi no meio do enredo. Almas que voltam, sempre as mesmas.... Elas lembram, melhoram? É como uma reencarnação? Talvez com a leitura eu entenda melhor.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, elas reencarnam. E quando nascem novamente, trazem consigo a memória de todas as vidas que já viveram :)

      Excluir
  10. Ok livro meio doido... mas eu quero! Bem diferente do que leio mas achei a historia muito boa (e BEM diferente) espero poder ler pois fiquei curiosa pra caramba.


    xx

    ResponderExcluir
  11. Puts que capa bacana, e a história parece muito legal também, me chamou muita atenção, vou colocar na minha lista de livros.

    ResponderExcluir
  12. Eu amo histórias que envolvem reencarnação porque por mais que eu seja católica eu prefiro acreditar que reencarnamos a acreditar que vamos para o céu ou o inferno, isto causa muita discussão entre eu e minha família, mas enfim... O livro parece ser excelente, eu estou faz tempo de olho nele, vendo resenhas e me apaixonando por seu enredo. A única coisa que me preocupa é a batalha principal depois do que você falou, eu não curto muito livros com batalhas, mas pode ser que a forma a qual a autora desenvolveu me encante... Só lendo para saber

    http://worldbehindmywall.fanzoom.net/

    ResponderExcluir
  13. o que mais me chamou atenção foi a tematica, sempre desperta minha curiosidade... capa perfeita .. super quero ler

    ResponderExcluir
  14. Os títulos deste livro são altamente relevantes. As capas são magnificas. A história me mostra ser bem legal cheia de surpresas e uma leitura bem descontraída!

    ResponderExcluir
  15. Faz um bom tempo que não leio distopias. Não acho a capa desse livro tão atraente, mas a resenha me fez ficar com vontade de conhecer mais a histórias e todos os desafios. Espero achar o mesmo que você sobre os personagens!

    ResponderExcluir
  16. não gostei muito , não sei bem pq mais não me agradei, não consegui acompanhar

    ResponderExcluir
  17. Quero muito ler esse livro, parece ser mesmo muito bom! Nunca li nenhuma estória de reencarnações e fiquei muito curiosa com esta. Parece ser uma obra com pontos negativos e positivos, mas muito interessante. A capa é realmente linda e os personagens parecem ter sido muito bem construídos. :)

    ResponderExcluir
  18. Esse é um dos livros da editora Valentina que eu estou muito ansiosa para ler. Realmente me chamou atenção em tudo, a capa, a escritora, a sinopse. Espero ter a oportunidade de ler em breve.

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Já ouvi falar desse livro quando ele ainda estava nos States, mas sinceramente, a história não chamou tamanha atenção, acho a capa linda e a história (como disse) é original... porém ainda falta algo para querer acrescentar na wishlist. Mas quem sabe não tenho uma oportunidade de lê-lo.

    bjs

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo