Lágrima - Teardrop #1

14 janeiro, 2014


Depois de perder a mãe em um acidente no mar, Eureka acha que nunca mais voltará a sorrir. E a promessa que fez à mãe – a de nunca mais chorar – se torna quase impossível… até conhecer Ander. Louro, alto e de pele muito branca, o rapaz parece estar em todos os lugares e saber coisas que não deveria sobre Eureka. Inclusive um estranho segredo relacionado às suas lágrimas e aos três artefatos que herdou da mãe: uma carta, uma pedra e um misterioso livro que conta a história de uma menina com o coração partido. Ela chorou tanto que deixou debaixo d´água um continente inteiro. Logo Eureka vai descobrir que a antiga lenda é mais que uma história, que Ander pode estar dizendo a verdade e que sua vida pode ter um curso mais sombrio do que ela imaginou.



     Gennnte do céu, nem sei por onde começar nessa resenha, porque olha, tá difícil falar desse livro... 
     Primeiramente, acho válido lembrar que a autora é a Lauren Kate – autora da série Fallen, também lançada pela Galera Record, e que é uma série que eu, particularmente, gosto bastante e acompanho desde o lançamento – e que, tendo em vista seus trabalhos anteriores, resolvi arriscar ler o novo lançamento dela, porque né, fã tem sempre essa mania de querer ler sempre mais histórias de seu autor preferido, nem que seja pra saber se os novos são tão bons quanto os antigos. Mas enfim, Teardrop chegou de surpresa aqui em casa, e a Thays, sabendo como gosto de Fallen, já empurrou o livro pra eu ler. Honestamente, não era um livro que eu estava morrendo de curiosidade para ler, e acho que isso se deu principalmente ao tema, que do meu ponto de vista, parecia ser algo MUITO além da realidade que eu pudesse suportar, mas ainda sim, ao mesmo tempo, era algo novo e diferente, e que pudesse me interessar. Sendo assim, resolvi finalmente ler o livro.  
     Teardrop conta a história de Eureka, uma garota que, após sofrer um acidente de carro que resultou na morte de sua mãe, passa por maus bocados para superar a perda, o que a cada dia torna-se mais difícil, levando seus sentimentos cada vez mais para o lado sombrio que era atualmente sua vida. Depois de uma tentativa de suicídio, Eureka se vê obrigada pelo pai e pela madrasta à frequentar a terapia, o que a faz se sentir mais excluída e diferente de todos. Até que um dia, voltando da terapia, alguém bate em seu carro, e assim, ela conhece Ander, um garoto muito diferente e misterioso, que acaba balançando seus sentimentos. Seu encontro é rápido, porém marcante, o que faz, volta e meia, sua mente vagar e voltar àquele momento. 
     Em contraponto, conhecemos Brooks, seu melhor amigo desde que eram pequenos, e cuja amizade permaneceu ao longo dos anos e se tornava cada dia mais importante. Era apenas com Brooks que Eureka conseguia falar, não especificamente a respeito das suas lembranças do acidente de carro, mas sim quando sua mente vagava à lugares mais sombrios e sobre como se sentiam as vítimas de afogamentos, e etc.  
     A premissa mesmo da história, que vai se desenrolando aos poucos, acontece quando o advogado de sua mãe marca um encontro com ela e mais alguns parentes, à respeito de uma herança deixada por ela, para eles. É assim que Eureka se vê com um livro em escritas antigas, que mais ninguém compreende, um colar antigo e oxidado, e uma caixa contendo uma pedra embrulhada em um pano. A princípio, ela não entende nada, e a carta que sua mãe deixou para ela tampouco responde às suas perguntas e questionamentos. Então, tornando-se como uma promessa à sua própria mãe, Eureka resolve fazer de tudo que pode e não pode para conseguir traduzir aquele livro, na esperança de que a ajude mais à entender, e quem sabe superar, a morte da mãe. No entanto, esse caminho se vê cada vez mais sinuoso e perigoso, pondo não somente a vida dela, mas também de todas as pessoas que estão próximas a ela, em perigo.  
     Honestamente, a princípio, no Prólogo, eu me senti muito perdida e confusa, onde a história começava já não fazendo sentido, e onde não havia uma introdução, ou uma história base à que eu pudesse me firmar, para tentar entender o que se passava. Mas então logo veio o primeiro capítulo, e eu resolvi ignorar o prólogo, e tentar entender o livro a partir dali. Deu certo, e a leitura foi fluindo no mesmo estilo em que Fallen costumava fluir para mim. Uma leitura leve, com alguns momentos de tensão, que faziam com que eu ficasse cada vez mais por dentro da história, e sabendo de tudo o que estava se passando. Mas então, o segredo, a intenção da história é revelada, e sinceramente gente, foi demais pra minha cabeça.  
     Eu gosto de pensar que eu tenho a mente aberta para vários tipos e premissas diferentes de histórias, e achava que até estava preparada para o que viria nesse livro, mas a história pra mim, apesar de ter suas conexões e pontas amarradas, acabou resultando em algo "viajado" demais, e chega a um momento, ao menos pra mim, que ela não me convenceu, não pareceu verdadeira, como se tudo o que aconteceu no início do livro nada mais foi do que enrolar para que não fosse desvendado esse “segredo” logo no início. Só que, deixando esses acontecimentos só para o final, acho que acabou ficando muito apertado, e tudo foi acontecendo muito rápido, não dando ao leitor tempo necessário para absorver o que estava acontecendo.  
     Eu acredito que, para algumas pessoas, esse pode ser o tipo de história que os interessa, e eu honestamente respeito muito, e é inegável a qualidade da narrativa da autora e o modo como ela estrutura toda a história, envolvendo o leitor aos poucos, mas sendo sincera comigo mesma, realmente, a história não me encantou. Acho que o livro ganha pontos por causa da premissa interessante, diferente, e até instigante, que te faz querer ler e saber mais sobre esse novo mundo que a autora criou, e eu acho que, se em um futuro, for lançada uma continuação e eu não tenha nada de mais interessante para ler, eu possa até ler a continuação mais como um passatempo, pra saber onde a história vai parar e tudo mais, mas atualmente, não o classificaria como 5 estrelas, mas o recomendo pra quem tem curiosidade sobre o tema, ou gosta dos livros da Lauren Kate, ou se interessa pelo enredo descrito acima.

E é isso!
Beijos :*
Thayná.

13 comentários:

  1. Não li Fallen, então não conheço a escrita da autora, mas pretendo ler a série. Sobre Teardrop, o que mais me encantou foi a capa, muito bem feita! Aliás, devo elogiar também a resenha, que está impecável, fico imaginando se fosse um livro fácil de resenhar, né? Bom, o enredo é interessante, mas também tive essa impressão de ser um tanto fantasioso. No entanto, devemos levar em consideração que trata-se de uma distopia, então não há como esperar algo menos que isso. rs Não sei se é um livro que iria me cativar, mas parece ser uma leitura boa.

    ResponderExcluir
  2. Da autora, eu só li Fallen, e apesar de ter gostado, ainda não me animei pra ler o segundo livro. Mas acho que Teardrop vai me animar um pouco mais, porque gostei bastante da proposta do livro. Sem falar que a capa é realmente linda! Com certeza vai ser uma das minhas próximas leituras!

    Beijos
    Meu Deus, eu não aguento olhar pra toda essa beleza masculina de uma vez só! hahahaha
    Como você, eu sou uma total e completamente apaixonada por séries, e acompanho várias ao mesmo tempo. Então, posso dizer que amei sua lista. Mas vamos combinar né, o Ian (Damon) é simplesmente o mais bonito! Pra mim, não tem melhor. Seguido claro, do Oliver, do Ezra, do Matthew Casey, do Ainden, e não sei se você assiste, mas faltou Supernatural aí. Jensen Ackles é simplesmente o símbolo da perfeição. Jared Padalecki e Misha Collins também não ficam pra trás.
    Enfim, acho que esses são meus preferidos, haha!
    Amei a sua lista!

    Beijos
    http://www.romanceseleituras.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá Thainá, tudo bem??
    Este livro me chamou a atenção desde seu lançamento e confesso que estava bastante curiosa, e fiquei ainda mais quando terminei de ler!! Mas confesso que achei sua temática bem diferente e misteriosa. Mas deu para perceber que sua historia irá de desenrolar aos poucos…Mas fiquei bastante animada =)
    Parabéns pela resenha!!

    ResponderExcluir
  4. Anônimo12:18:00 PM

    Thanks for finally writing about > "L�grima - Teardrop #1" < Liked it!

    Feel free to visit my page; chwilowka

    ResponderExcluir
  5. não conhecia esse livro, mas me deixou bastante intrigada essa resenha, parece ser um bom livro, recheado de misterio e trechos fortes, gostei muito

    ResponderExcluir
  6. Não li Fallen, então não conheço a escrita da autora. Vi outras resenhas que também enfatizou a parte surreal da história, algo um pouco forçado. Acho a capa lindíssima, mas não tenho vontade de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  7. Uma pena que você não gostou do enredo, mas acontece, faz parte da leitura. Eu ainda não li, e tenho interesse em conhecer, mas não agora.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. Eu tambem só li Fallen e acabei não me interansando muito para ler a continuação pois achei o final do livro muito forçado apesar de que gostei do livro todo e não sei se eu iria ler outro livro da autora. Quem sabe?

    ResponderExcluir
  9. Desde que vi essa capa, já me interessei. Tenho uma queda por capas bonitas. Ainda não li nada da autora, mas as resenhas que li da série "Fallen", me deixaram bem dividido se leria algo dela, ou não. É realmente uma pena que você não tenha gostado desse livro, mas quem sabe nos próximos volumes (se tiver) a coisa melhore, né?!?!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  10. ainda não tinha lido nada sobre esse livro, embora muitas pessoas já tenham comentado, achei o livro muito interessante, sua resenha ficou fantastica e me despertou a curiosidade em ler ele. a capa super bonita e chamativa

    ResponderExcluir
  11. A capa é linda e compraria só por ela, confesso.
    Mas se não bastasse isso, a sinopse é incrível, o enredo parece te prender do começo ao fim. Fantástico.

    ResponderExcluir
  12. Também acompanho a série Fallen e gosto bastante do estilo da Lauren Kate. Li Teardrop no começo do ano e gostei bastante. Concordo que no começo ficamos um pouco perdidos, mas gostei muito do enredo criado pela autora, a estória é fascinante! Estou curiosa para ler a continuação...
    beijos!

    ResponderExcluir
  13. A capa ficou lindíssima. Gostei muito dos livros da série Fallen, mas essa história sinceramente não chamou minha atenção. Já li várias críticas negativas e pelo que li parece que ela viajou demais e não consegue convencer o leitor.

    Beijos

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo