Peça-me O Que Quiser

03 dezembro, 2013

Primeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos. Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu. Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais. Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.

Judith é secretária em uma grande empresa, cujo dono não é nada mais que Eric Zimmerman, um alemão conhecido por ser incrivelmente frio e rude, apesar de seus olhos azuis por vezes dizerem o contrário.
Como não poderia deixar de ser nos romances eróticos atuais, eles se conhecem em circunstâncias tão não normais: presos no elevador, quando Judith, sem saber que ele era o grande chefe da empresa, lhe conta como está prestes a ter um troço e como as brotoejas a incomodam na nuca quando fica nervosa.
A partir de então a atenção de Eric se foca nela e não há nada que o faça desistir de tê-la, e Judith, por mais que tente resistir, não consegue dizer não a este alemão por muito tempo. Mas estar com Eric não significa só ter um relacionamento sexual, ele logo lhe deixa claro que o sexo tradicional o entendia, e está disposto a levá-la a conhecer o que realmente o excita – desde que ela esteja disposta a isso!

O negócio com esse livro é que ele é tão bom quanto todos os romances eróticos que estão em evidência nos últimos tempos, mas ao mesmo tempo é diferente. O alemão Eric Zimmerman, apesar de muito sedutor, não me cativou tanto quanto eu gostaria, desde o primeiro capítulo tive um pé atrás com ele e continuo tendo, mas a “mocinha” Judith foi além das expectativas. Como toda mulher ela tem seus momentos de indecisão e neurose, mas também é uma mulher de fibra, ela sabe o que quer e como agir, não ficando toda amuada quando Eric diz que tal ação lhe desagrada, pelo contrário, ela o desafia constantemente e isso torna a história mais interessante.
Não é uma história de submissão de uma mulher a um homem, é uma história sobre sexo entre um homem e uma mulher e seus desejos. Carregado de erotismo, a autora não se limitou a cenas comuns, ela mergulhou no mundo do swingue entre casais e do voyeurismo, com cenas carregadas de orgias e ménages, dando um “plus” a essa história que vai além dos parâmetros, que faz com que a história se destaque um pouco mais.
Para isso, claro, o livro se tornou carregado de cenas eróticas, a introdução entre os personagens é relativamente rápida, e a inserção de Judith no mundo sexual de Eric é que preenche as próximas trezentas e tantas páginas. Não tem nada além disso? Claro que tem, mas a maior parte é sexo, e sexo, e sexo.
Esse é um romance puramente erótico, não tem como esperar outra coisa.

Pensei que ele não me conquistaria, mais me enganei. O modo como Judith sempre desafia Eric dá um tom mais rápido e forte a história, a torna muito mais interessante e quando grandes discussões ocorrem, a raiva é de ambos, até o grande final, que foi totalmente oposto ao que eu imaginava, e por isso foi perfeito!

Com um toque da veia quente e espanhola da autora, esse se tornou um dos romances mais eróticos que já li!



8 comentários:

  1. Vou dar um oportunidade a ele!
    Estava com receio também, mas você me convenceu
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  2. Ola, tudo bem??
    De todos os romances eróticos que tenho visto por aí, esse me parece que é o mais completo em relação a tudo. Existe as cenas de sexo bem hot, as personagens são as mais complexas e a trama em si me parece ser muito bem encaixada. Resumindo, fiquei bem curiosa para ler!!
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  3. Adoroooo livros desse gênero...mas fiquei com pé atrás com relação a ele pois só via resenhas e comentários negativo,mas depois de ler sua resenha fiquei mais curiosa pra ler ^^

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não sou muito fã do gênero erótico, então não me interessei pela história. Um ponto positivo é a personalidade da Judith! Chega de moçinhas que tem medo de dizer o que querem!
    Adorei a capa!

    ResponderExcluir
  5. é um livro que desde que vi a primeira vez me deixou extremamente curiosa , tem uma sinopse incrivel

    ResponderExcluir
  6. Ual. Fiquei imaginando o quanto mais de erótico que tem nesse livro.
    Incrível saber que não é aquela historinha de submissão, me dá vontade de ler.

    ResponderExcluir
  7. Eu não curto muito livros que tem uma pegada tão forte de erotismo, prefiro mais aqueles que tem mais romance.
    Não leria o livro, rs.

    ResponderExcluir
  8. Pensa em uma pessoa que nao ve a hora de poder ler esse livro sou eu! So leio otimas recomendações a respeito.


    xx

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo