Sessão de Terapia

19 novembro, 2013




'Sessão de Terapia' traz o relato secreto de Theo Cecatto - seus pensamentos, suas fobias e os acontecimentos antes e depois de cada sessão. É um diário emocional de tudo o que aconteceu com ele enquanto Júlia, Breno, Nina, João e Ana estavam em terapia. Aos 56 anos, dono de uma carreira sólida na psicologia e com um consultório lotado de pacientes, ele se encontra em uma dupla crise. Seu casamento de décadas parece um campo minado. Fora isso, o trabalho, que sempre foi tudo para ele e seu maior aliado para fugir dos problemas, se tornou um fardo insustentável.






Da série de mesmo nome que passa no canal GNT, Sessão de Terapia vem, através do ponto de vista de Theo Cecatto, relatar os problemas que vem enfrentando no dia-a-dia, tanto com seus pacientes, quanto com seus filhos e no seu casamento.
Theo tem cinquenta e seis anos e poderia estar passando por uma crise de meia idade – como alguns diriam, mas a verdade é que ele está confuso. Por anos ele se concentrou em sua carreira, tem uma agenda com uma carga horária bem maior que a comum e isso era o que lhe importava, até uma paciente confessar seus sentimentos.
Ela sofre do que chamam de transferência, que é quando algum paciente se apega ao seu psicólogo em razão de todo o auxilio que tem recebido, como se ele fosse seu herói.
O problema não é o choque pela confissão, mas os pensamentos que surgem com a confirmação do que ele já suspeitava. A partir daí a vida de Theo vira uma miscelânea de confusão, dúvidas pessoais e autoconhecimento, enquanto ele continua tendo de lidar com seus pacientes, e os que surgem nesse momento não facilitam em nada sua vida: há Breno, um atirador profissional que o procura após um erro que custou a vida de uma criança, e que possui pensamentos, no mínimo, contraditórios; tem o casal Ana e João, que brigam dia e noite; e Nina, uma ginasta que tem problemas em casa e pode ter tentado se matar.
Não suficiente, parece que só agora Theo se dá conta da crise que seu casamento vem enfrentando nos últimos dias, o que prova o quanto ele se dedicou ao trabalho e o quanto deixou sua família de lado, afinal, sendo psicólogo não seria difícil compreender o que se passa com sua mulher.
Isso o faz buscar conforto com uma velha senhora que anos atrás o arruinou, mas agora pode ser a única a abrir seus olhos. A questão é que Theo prefere se manter cego e, com isso, acaba perdendo as rédeas da situação dia após dia.

Até ler a sinopse do livro não conhecia essa série, mas me interessou bastante, livros com terapeutas/psicólogos e seus pacientes sempre chamaram a minha atenção, a forma como um problema pode ser discutido e as milhares explicações que podem resultar disso sempre me atraiu. Com esse livro não foi diferente.
Com cenas que intercalam os problemas e as dúvidas, Theo vai nos narrando sua história, ou melhor, a crise que vem vivendo nos últimos dias. A cada capítulo ele se torna mais pessoa e menos psicólogo, livra-se dessa figura de herói para os outros enquanto tenta salvar a sua própria situação, e com isso a narração avança, cresce e agrada ainda mais.
Como tem vários personagens, você facilmente se apega a um ou cria resistência com outros; o importante disso é mostrar como a autora soube desenvolver todos eles, não são análises superficiais enquanto a história se foca em Theo. Ele nos narra, sim, mas no fundo o livro é sobre todos esses personagens e cada um de seus problemas.

Foi uma leitura rápida, mas profunda ao mesmo tempo, pois a autora soube explorar o sentimento e as emoções mantendo o ritmo do livro, nada de pareceres técnicos de um psicólogo, por isso foi de fácil compreensão o que tornou tudo mais ágil.


4 comentários:

  1. huuuum que super post, gostei muito .. incrivel demais e a capa perfeita, fiquei super curiosa

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei da Série, assisti alguns episódios. Fiquei feliz quando soube que o livro seria lançado, mas me desanimei ao mesmo tempo, porque quase nunca capta a mesma "essência", mas fico feliz de saber que é bom, e que a autora soube desenvolver bem cada personagem e seus problemas.
    Beijos c:

    ResponderExcluir
  3. super série, muito bom mesmo, gostei , quero ler em breve

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo