Replay

14 novembro, 2013

Tudo que Andrew Stilman queria era uma segunda chance. Após partir o coração da mulher que amava, seu maior desejo era voltar no tempo e consertar os erros, mas isso é impossível – ou, ao menos, era o que ele pensava. Na manhã do dia 9 de julho de 2012, durante sua caminhada matinal às margens do Rio Hudson, o prestigioso repórter Andrew Stilman é violentamente atacado, sem conseguir ver o criminoso. Após sua morte, o inesperado acontece. O jornalista não vê uma luz no fim do túnel, nem muito menos abre os olhos no céu, mas acorda dois meses antes de seu assassinato. Quando acorda, Andrew está de volta ao dia 9 de maio do mesmo ano. Ele vai reviver os dois próximos meses atento a qualquer detalhe que possa ajudá-lo a descobrir quem o agrediu – ou melhor, irá agredi-lo – dois meses depois. Do coração de Nova York até as ruas de Buenos Aires, Andrew vive uma aventura repleta de reviravoltas, enquanto tenta salvar a própria pele e não decepcionar seu grande amor mais uma vez. O protagonista de Replay, best-seller de Marc Levy, além de consertar os erros que cometeu, terá de correr contra o tempo para tentar evitar sua morte e encontrar seus possíveis assassinos.

Quando adolescente, Andrew teve uma namorada que ele considerava o grande amor da sua vida, mas por algum motivo, ela fugiu em uma manhã sem nem se despedir. Anos depois, curiosamente o destino a coloca de novo em seu caminho justamente na cidade de Nova York, qual a probabilidade disso acontecer?
Valerie tem um namorado, mas ela também sente que com Andrew tudo foi diferente. É por isso que eles resolvem aceitar essa coincidência de braços abertos e retomarem o romance de anos atrás, sendo que Valerie só lhe pede uma coisa: que não a machuque.
Como não poderia deixar de ser, isso é justamente o que Andrew faz. Ele parte seu coração e se sente muito mal por causa disso, mas no momento não há nada que ele possa fazer, talvez se pudesse voltar no tempo ele não teria agido assim.
Parece impossível, mas é o que acontece. Uma manhã Andrew vai correr no parque, seria um dia normal, senão fosse pela parte em que é atingido mortalmente pelas costas. Quando acorda, Andrew voltou dois meses no tempo e agora precisa correr para descobrir quem pode estar querendo a sua morte, e fazer o possível para evitá-la.
Ao mesmo tempo em que tenta não errar novamente com Valerie, e continua se dedicando a sua carreira de jornalista, afinal uma grande matéria está para ser escrita e Andrew precisa estar focado nisso, dedicado ao trabalho e a viagem que terá de fazer em busca de qualquer evidência que possa melhorar a matéria.

O que me encanta nos livros do Marc Levy – e com Replay não foi diferente – não é o enredo principal, e sim a história por trás dos personagens, como foi com a história do universo em O Primeiro Dia e A Primeira Noite, Replay trás como plano de fundo as pesquisas que Andrew tem de fazer para suas matérias, a começar pela adoção de crianças chineses nos Estados Unidos, um tema tão polêmico e surpreendente. E depois sua principal matéria, a história de um dos membros da ditadura argentina e os horrores que foram feitos no país graças a isso.
São temas tão densos, mas que prendem a atenção de uma forma, que me fazia querer ser o Andrew para estar lá em busca de mais algum detalhe, enquanto a história de seu possível assassinato ficou para segundo plano – para mim, pelo menos!
Os personagens foram bem embasados e desenvolvidos, fora um ou outro detalhe, Replay foi uma leitura muitíssimo agradável. Nos primeiros capítulos eu não colocava muita fé, apesar de gostar do autor, mas assim que tudo começou a acontecer eu não pude mais largar o livro.
O único porém que o impede de ser cinco estrelas foi o final que ficou um pouco bagunçado, alguns eventos se misturaram e acabei não entendendo muita coisa.

Sei que lá fora já foi lançada uma continuação para esse livro – foi o que entendi! – agora é esperar chegar ao Brasil para que tudo se esclareça.


3 comentários:

  1. não conhecia o livro, mas pelo que li parece ser incrivel... goste ida tematica e a capa incrivel... só quero ler logoo

    ResponderExcluir
  2. Ainda nao li nenhum livro do autor, mas gostei da tematica deste livro.


    xx

    ResponderExcluir
  3. um livro muito bom, gostei demais da capa , muito misteriosa.. já quero ele... parabéns pela resenha massa demais

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo