Outside the Bookaholic World #9

28 setembro, 2013

Oiii genteee!!!
Então, depois de zilhões de anos sem postar, finalmente voltei com mais um Outside the Bookaholic World sobre séries! ;)

Bom, só recapitulando um pouquinho, eu Já falei sobre: House, Once Upon a Time, Legendo of The Seeker, Smash, One Tree Hill, Emma, Downton Abbey e 2 Broke Girls, certo?

Então, ainda tenho MUITAS pra indicar, maaas confesso pra vocês que nem todas que eu assisto eu vou indicar porque, primeiro, muitos dizem que eu tenho um gosto meio duvidoso pra séries e filmes (fazer o que, né, cada um tem o seu! :p), e segundo, porque, infelizmente, eu tenho um dedo muuuito podre pra série! HAUSHUAHUSAS Não no sentido da série ser ruim, mas toda vez que eu começo a assistir uma série, e acho ela boa, ela é, logo em seguida, cancelada. Sério, JURO que não faço por querer, mas infelizmente isso acontece mais frequentemente do que eu gostaria de admitir :(

Mas, voltando pra parte das indicações, vou indicar uma que já vejo há um tempinho, mas descobri a pouco que foi baseada em uma série de livros... A série é Rizzoli & Isles.

Rizzoli & Isles é um Drama (considero quase uma dramédia, porque não tem como não dizer que a série tem um humor irônico e inteligente, não ao estilo de House, mas ainda assim, não chega a ser tão séria como Law & Order, Criminal Minds, CSI, e essas outras séries que tem são bem parecidas quanto a temática, mas que ao mesmo tempo são muito sérias e até chocantes), que mostra o cotidiano da detetive Jane Rizzoli e da médica Maura Isles, duas mulheres de origens, educação, classe social e personalidades bem distintas, se não completamente opostas, mas que também são grandes amigas, e trabalham juntas para resolver os crimes mais importantes e violentos da cidade de Boston.

Jane, a única mulher dentre três irmãos, é também a única policial feminina na Divisão de Homicídios da Polícia de Boston. É dura, exigente, implacável e raramente baixa sua guarda (por medo de traição, ou falta de controle, tudo pra ela é levado a sério, enquanto tenta superar um acontecimento do passado em sua carreira, que a deixou marcada, e a vulnerabilidade que passou ainda continua em sua memória, o que a faz se fechar cada vez mais para sua vida pessoal, e se concentrar cada vez mais em seu trabalho), enquanto a impecavelmente bem vestida, instruída, inteligente, intelectual e até um pouco neurótica Maura apresenta um temperamento por vezes frio – ela se sente, afinal, mais confortável entre os mortos do que vivos. Juntas, as amigas Jane e Maura criaram uma relação peculiar e de apoio; deixam cair o escudo protetor em companhia uma da outra, e combinam seus conhecimentos para resolver os casos mais complexos de Boston.

O que mais me entretém nessa série é o fato de que, normalmente quando vemos outras séries com esse mesmo tema, normalmente é o grupinho do Homicídios de um lado, e o grupinho do laboratório forense de outro, ou seja, basicamente eles não se relacionam e comunicam-se apenas quando necessário. Já aqui, vemos a Maura tendo grande participação no processo, desde a cena do crime até onde acham o assassino. Não consigo explicar muito bem em palavras o quão boa e diferente é essa série. Inicialmente, eu comecei a assisti-la porque queria algo pra me entreter e que não fosse a “mesmice” de sempre (que no meu caso são séries médicas. Sério, eu já assisti muitas séries médicas e ainda assisto algumas, mas confesso que estou querendo desapegar um pouco, e tentar algo mais “normal” :p). No entanto, já no início, nos primeiros episódios, a série já me ganhou, e eu não consegui resistir, e tive que continuar assistindo! Acho legal também porque, sempre que você vem e pensa “ah, mas homicídios já é um negócio tão batido”, vem e acontece algo que muda completamente a sua perspectiva sobre o que você esperava da série, e o que ela realmente é. Honestamente, é uma dentre poucas que são boas e passa enquanto as outras estão em hiatos, ou em fase de renovação, o que pra mim é muito bom, porque assim acaba gerando aquele “ciclo” de séries, e no final sempre tem episódio novo pra assistir! :) Por isso, super recomendo! :D


Sinopse: Jane Rizzoli é a única detetive mulher em Boston, e resolve todos os casos em que trabalha. Jane é forte, esperta e nunca baixa a guarda, nem mesmo para sua mãe super protetora. Já Maura Isles é uma médica legista que se veste bem e tende a diagnosticar seus primeiros encontros, além de se dar melhor com os mortos do que com os vivos. O que elas tem em comum?

São melhores amigas e juntas formam a melhor equipe que um departamento de homicídios poderia ter.




E é isso!
Espero que tenham gostado!
Beijoos :*
See ya!

4 comentários:

  1. Ai que bom q voltou ...e com chave de ouro , amei o post esta lindo, boa escolha

    ResponderExcluir
  2. uau parece ser super legal, gostei bastante do que você expos, não conhecia mais já gostei

    ResponderExcluir
  3. Aaaaah que bom que você voltou! =D E pra ficar né? Espero que sim.
    Ainda não conhecia a série, mas só pelo jeito como você falou dela já morri de vontade, já estou indo procurar o primeiro episódio dela.
    Bjsss ;*

    ResponderExcluir
  4. Sou uma viciada assumida em séries. Amo assistir, e embora esteja atrasada em várias, não consigo largar Supernatural e The Vampire Diaries (minhas favoritas) .
    Essa que você falou parece bem legal, acho que vou dar uma chance pra ela, assim que acabar uma das minhas, rs.

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo