A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista

18 junho, 2013



Com uma certa atmosfera de Um dia, mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade estatística do amor à primeira vista é uma história romântica, capaz de conquistar fãs de todas as idades. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia.




Hadley nunca pensou que isso pudesse realmente acontecer: por causa de quatro míseros minutos ela perdeu seu voo. Parece inacreditável, o tipo de desculpa esfarrapada em que ninguém acreditaria, mas foi o que aconteceu. O voo que deveria levá-la diretamente para Londres, para o casamento de seu pai com uma mulher que ela ainda não conhece, mas já considera um horror por ser a culpada pelo divórcio de seus pais. Se não fosse por ela, seus pais ainda estariam juntos.
Mas talvez perder o voo não fosse tão ruim, ela não queria mesmo ir a esse casamento.
Só que ao se informar no balcão de informações, um voo saindo dali a três horas consegue deixá-la em Londres a tempo. E é isso que Hadley aceita, agora que já está ali, ela aceita que tem de ir e fica no aeroporto aguardando.
Durante o tempo de espera ela conhece um garoto simpático, mas calado a seu próprio modo, com um sotaque britânico encantador e que também não parece contente por pegar um avião.
Curiosamente, ele é o rapaz que vai sentar ao seu lado durante todo o longo voo, e durante essas horas, Hadley sente que falou com Oliver mais do que com suas amigas, como se ele conseguisse entendê-la de um jeito só dele, e ambos sentem uma confiança mútua e a vontade de continuarem falando por horas e horas, curtindo a companhia um do outro.
Só que o voo uma hora vai acabar, e ao pisarem em Londres seus destinos vão para lados opostos... Mas, de repente, Hadley sente que não gostaria que as coisas fossem assim.

Um livro curtinho e delicioso de ler.
Hadley está magoada por ter de ir ao casamento do pai, pois sente que desde que ele foi para Londres, as coisas nunca mais foram iguais, e ainda há muita magoa nessa relação. Já com Oliver você não é capaz de distinguir como ele se sente quanto a essa viagem, apenas sente que algo não está encaixando nisso tudo, por isso quando o avião pousa e Hadley está decepcionada por terem de seguir caminhos opostos, você compartilha dessa decepção, sentindo que alguma coisa ficou fora do eixo.
Como a própria sinopse diz, o livro se passa em um intervalo de vinte e quatro horas – do momento que Hadley perde seu voo até o casamento de seu pai – mas parece que se passou muito mais. Com diálogos firmes e consistentes, você acompanha as discussões ora engraçadas ora profundas entre esses dois estranhos que compartilham o desejo de saber mais um do outro.
Oliver é o tipo de britânico fofo que te arranca suspiros, enquanto Hadley é a garota que você quer entender e torce para que corra tudo bem. Um livro de conversas intensas e de perdões, bem como de arrependimentos.

Uma história que consegue mostrar como muita coisa pode mudar em apenas vinte e quatro horas, por isso é leitura obrigatória para todas(os) que curtem um romance leve e gostoso de ler, uma história com dramas familiares e conversas sem sentido, além de discussões sobre clássicos da literatura e diferenças entre Inglaterra e Estados Unidos.


5 comentários:

  1. Ah, que história mais fofinha, eu quero!
    Amo ler este tidpo de história, curtinha, leve, apaixonante!
    Já entrou pra minha lista, quero muito este livro, apaixonei!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Parece mesmo ser um livro delicioso!!!
    A capa é muito fofa! Gostei muito da resenha, como amo romance fiquei muito interessada no livro!!!!

    ResponderExcluir
  3. Serio vou ter um treco se eu nao ler esse livro logo! Ja estou estou apaixonada pela historia! Primeiro que se passa em Londres *-* ♥ e segundo que é um romance, tem como ficar melhor? Claro a capa é lindinha!!
    Ps: In Love com o livro.

    ResponderExcluir
  4. Amo livros em que existe uma troca de diálogos inteligentes e interessantes, faz tempo que não vejo um livro assim. Também confesso que fiquei curiosa pra saber como esse romance se desenrola num espaço tão curto de tempo.

    bju

    ResponderExcluir
  5. Eu fiquei logo interessada nesse livro por conta exatamente disso, que ele mostra que poucas horas podem mudar sua vida. E achei bem curioso a história toda se passar num intervalo tão curto de tempo!

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo