O Tremor da Suspeita - Patricia Highsmith

30 maio, 2013



Sob o calor do deserto, nada é tão tranquilo como parece. O escritor norte-americano Howard Ingham vai à Tunísia para reunir material para escrever o roteiro de um filme. Sua ideia é fazer uma história de amor, mas ela parece sórdida demais para ter como cenário os Estados Unidos. Ao chegar em Túnis, no entanto, vê-se totalmente sozinho, praticamente abandonado. O diretor do filme, que iria encontrá-lo na cidade, não aparece. Sua namorada, que ele esperava que sentisse saudades, não lhe escreve. Mesmo assim, por razões que nem ele mesmo sabe explicar, Howard decide ficar na Tunísia e começar um novo romance sobre um homem de vida dupla e amoral. Uma noite, Howard flagra um estranho tentando invadir seu quarto e, instintivamente, joga a sua máquina de escrever sobre o invasor, que é então retirado pelos empregados do hotel. Sem saber a identidade daquele homem, nem se o golpe o teria matado, Howard procura encobrir o possível crime, passando a viver no limite de sua moral. Uma atitude muito semelhante à do personagem que estava criando para o novo livro... 




Howard Ingham chegou a Tunísia para reunir o material necessário para fazer o roteiro de um filme, o que parece algo muito promissor em sua carreira. Mas, ao chegar lá ele esperava logo ter a companhia do diretor do filme, John, que acabou por se tornar um bom amigo. Uma história escrita quando só havia máquinas de escrever e telegramas, nada de computadores muito menos internet, quem dirá a existência de email – então, só resta a Howard aguardar a chegada de seu amigo, ou, pelo menos, notícias dele, mas estando tão longe dos Estados Unidos, isso pode demorar um pouco.

E é durante essa espera que Howard vai descobrindo mais sobre um país que representa exatamente o oposto da nação com a qual ele está acostumado. Até algumas coisas que deveriam ser rotineiras, começarem a lhe trazer desconfiança, por exemplo, furtos, que naquela região não passa de algo corriqueiro, sempre tem alguém esperando você ter um momento de descuido para se apossar do que é seu, mas quando alguém ronda o chalé onde Howard está, como pode ele se sentir seguro?

Querendo uma mudança de cenário, Howard viaja para outras localidades, mas o costume árabe parece estar em todo lugar, ainda assim, consegue desenvolver um pouco da sua história – e é quando as coisas começam a ficar ainda mais estranhas.



O que mais me agradou nesse livro foi a diferença de culturas, de cenário. Apesar de ser de suspense, se passa em um lugar totalmente oposto do que costumamos ver nos livros que enchem as prateleiras, lugares como a Europa ou os Estados Unidos são a grande maioria, e achei muito interessante ver como é um pouco da vida nos países árabes, principalmente por esse livro se passar em uma época em que havia constante suspense sobre a relação deles com o resto dos países, e “presenciar” um pouco disso foi muito bom.

A história é bem construída e faz você querer prever os passos do personagem principal até a última página – o que, devido algumas inconstâncias dele, fica um pouco difícil e torna cada capítulo uma surpresa! Para quem gosta do gênero, esse livro é uma ótima pedida.


4 comentários:

  1. Que livro interessante! Fiquei curiosa para ler. HSAUUASHASU' Apesar de ter lido muitos poucos livros desse gênero, quero começar a ler mais.
    Adorei a resenhaa! *-*
    Beijoos

    http://livrinhoseeu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Apesar da resenha ser boa, não me animei muito com o livro....

    ResponderExcluir
  3. esse livro me envolveu demais, eu comecei a ler e naum queria nem largar. bom demais ... incrivel

    ResponderExcluir
  4. uma resenha muito boa, gostei bastante, , mas não é do estilo que costumo ler, então acho que naum leria.. achei a capa bem curiosa

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo