Desejo à Meia-Noite (Os Hathaways #01) - Lisa Kleypas

28 maio, 2013



Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos – uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos.

Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos.

Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raízes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?

               

                Amelia Hathaway já se conformou em ser uma solteirona. Depois de uma decepção amorosa, perder os pais e ver o irmão mais velho definhar dia após dia, Amelia aceitou que seu destino era ser a responsável pela família, afinal ainda tem mais três irmãs que logo chegarão a idade de se casar e toda sua família precisa de alguém de pulso firme para tomar as rédeas da situação, já que seu irmão assumiu o título, mas parece não ter se dado conta disso ainda e prefere passar seus dias acompanhado de garrafas de bebida, mulheres e jogo. Um vício nada saudável para uma família cujo dinheiro está escasso.

                Mas em uma noite, enquanto procurava por seu irmão, Amelia teve ajuda de Merripen – um rom (cigano) que foi criado com sua família – e logo encontraram outro rom, Cam Rohan. Um cigano que muito atraente e decidido, que tenta honrar as tradições de sua cultura, mas acabou vivendo em um lugar só cercado de bens materiais.

                O interesse é mútuo e instantâneo, mas quando Amelia decide se mudar junto dos irmãos para uma propriedade no campo, parece a oportunidade perfeita de tirar Cam de seus pensamentos. Mas mal sabia ela que estava indo justamente para onde Cam estava.



                Dos romances históricos lançados pela Editora Arqueiro, deixei este por último porque a ideia de histórias com ciganos não são exatamente as minhas preferidas, por isso abri o livro sem muita perspectiva – e que surpresa adorável foi!

                Já havia ouvido falar da escrita impecável de Lisa Kleypas e tinha muita vontade de ler uma de suas histórias, e quando comecei esse livro, vi que todos os comentários faziam jus a escrita. Depois dos capítulos iniciais, a narrativa ganha um ritmo bom com muitos diálogos e indiretas entre o casal principal, diálogos esses que te fazem rir e sorrir e só aumentam a vontade de ler toda a história logo.

                Assim, este é mais um romance que eu recomendo e que espero em breve poder ler a continuação!


4 comentários:

  1. um bom livro, acho a capa dele simplesmente marcante e incrivel, adorei a narrativa

    ResponderExcluir
  2. Outra capa q me encantou!!!
    Já li um livro onde a mocinha era cigana e o homem um lord.
    Gostei muito da resenha e também espero q a continuação não demore muito!!

    ResponderExcluir
  3. Confesso que eu só tinha visto o livro pela capa, nunca tinha lido a sinopse. Também não me interesso muito por ciganos, mas já que você recomendou darei uma chance. *-*
    Beijoos!
    http://livrinhoseeu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. o livro é incrivel, não é só beleza de capa, ele é profundo misterioso e marcante, uma narrativa que impressiona

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo