As Regras da Sedução - Madeline Hunter

14 maio, 2013



Lorde Hayden Rothwell chega à casa de Alexia Welbourne sem aviso e sem ser convidado – um homem poderoso e sedutor, movido por interesses obscuros. Sua visita anuncia a ruína financeira da família de Alexia e o fim das esperanças da jovem de um dia conseguir um bom casamento. Para se sustentar, a moça recebe a proposta de ser dama de companhia de Lady Henrietta Wallingford e preceptora de sua filha. O problema é que a oferta vem do sobrinho de Henrietta, ninguém menos que lorde Hayden.

Morando na casa da tia de Rothwell, Alexia descobre que a proximidade com o homem que destruiu sua família pode ser perigosamente irresistível. Num gesto impensado, ela se entrega a ele, e ambos se veem obrigados a se casar. O que Alexia não sabe é que os atos aparentemente arrogantes de seu belo e sensual marido são motivados por uma dívida de honra que pode levá-lo a sacrificar tudo.

Com tantas mágoas e segredos entre eles, o casal tem tudo para se manter afastado. Mas Hayden é um homem apaixonante e Alexia, a tentação que o faz perder a cabeça. Morando sob o mesmo teto, eles acabam se aproximando e, juntos, vão descobrir um jogo de sedução em que cada um faz as próprias regras.



Alexia Welbourne já passou pela experiência de ver sua família devastada pela falência. Não foi uma boa experiência, e ela certamente não gostaria de repeti-la, no entanto, isso a tornou uma mulher mais preparada para as surpresas da vida e a ensinou a ter um plano b na manga. Pois agora ela vai precisar desse plano B.

Quando seu pai faliu, Alexia foi morar com Bem e sua família, ele a acolheu com carinho e fez com que ela se apaixonasse, mas, três anos atrás Benjamin partiu para a Grécia e morreu por lá, deixando tudo nas mãos de um irmão que adora esbanjar. Conclusão? A família está falida. E a culpa, acreditam elas, é do Lorde Hayden Rothwell, que ajudou a fazer o banco da família quebrar e os deixou endividados, e Alexia não sente nada além de ódio por este homem.

Até ser surpreendida por uma proposta: seu plano B era se tornar preceptora de alguma jovem prestes a ser apresentada a sociedade, e Hayden tem uma prima nessas exatas qualidades que precisa de alguém que a ajude. Ele pode fornecer uma forma de Alexia continuar naquela casa, ter um emprego digno e seguir com sua vida, enquanto sua família vende tudo que tem e é obrigada a se mudar para uma residência menor. Não parece justo, nem grato da parte dela àqueles que a acolheram. Mas com os argumentos certos Hayden será capaz de convencê-la. E isso a levará em uma jornada de descobertas sobre sua própria família e o homem que ela amou, que vão mudar tudo.



Nunca tinha lido nada da Madeline Hunter, mas sempre ouvi comentários muito positivos e todos estavam certos. A escrita é impecável e a narração é fiel a época em que o livro é ambientado, com muitos detalhes faz você imaginar cada cena como se fosse um filme rodando na sua cabeça. O único detalhe que passou despercebido pela capista, provavelmente, foi que o grande detalhe de Alexia são seus olhos violetas, que não foram retratados na capa original – que é igual a brasileira. Mas, claro, isso é só um detalhe que não afeta em nada a beleza da história, com cenas eróticas e romantismo de verdade, cada página vai te conquistando enquanto você espera por aquele grande desfecho final, que faz tudo valer a pena.


5 comentários:

  1. Fiquei suuuper curiosa para ler esse livro. Estou louca para ler este gênero. *-*
    Espero comprar esse e os outros dois que a editora arqueiro lançou em breve. *-*
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Não sou fã de romance histórico, mas esse me encantou muito. Primeiro pela capa q é linda!!! Depois pela resenha q gostei muito!!! Eu não tinha reparado no detalhe dos olhos.

    ResponderExcluir
  3. eu adoro romances de epoca, acho incrivel os detalhes e a forma de se expressar, gostei demais desse livro a capa dele é super marcante!

    ResponderExcluir
  4. esse tipo de leitura nem sempre me agradam, mas achei esse livro bem intrigante, gostei muito da capa

    ResponderExcluir
  5. Agora que eu vi sua resenha eu realmente fiquei com vontade de ler ,confesso que tinha julgado pela capa e pensando ser um historia meio bobinha ,mas mudei de ideia .

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo