O Eterno Barnes

30 abril, 2013



Doutor Barnes, um famoso neurocirurgião, começa a desenvolver na Universidade onde trabalha uma pesquisa científica tentando transformar os dados do cérebro em arquivos de dados, codificando-os de modo que possam ser copiados. Com o avanço da pesquisa, acaba conseguindo copiar para o computador todos os dados de memória que formam o ser humano, como suas experiências, suas emoções, suas recordações, enfim, sua vida. Deslumbrado com a descoberta, começa a perceber que estes arquivos possuem uma estrutura totalmente diferente e uma sinfonia divina, e começa a ficar obcecado pela ideia de que seja possível copiar cérebros de um paciente para outro. Ao contrário do que deveria ocorrer, Barnes, cada vez mais, esconde suas pesquisas, pois seu objetivo passa a ser implantar seu próprio cérebro em outro paciente, mais jovem e sadio, pois está acometido de uma séria doença. Busca, desta forma, alcançar a tão almejada eternidade. Para isto, não mede as consequências de seus atos, que passam a ser justificados pela ambição que lhe domina. Conseguirá Barnes o seu intento?



Doutor Barnes é um famoso neurocirurgião que há um tempinho tem se dedicado a pesquisa, o motivo? Uma doença está corroendo seu corpo, mas ele pensa ser um enorme desperdício ter vivido tudo que viveu, tudo que aprendeu, para simplesmente morrer e tudo acabar por ai. É por isso que a pesquisa que Doutor Barnes tem se empenhado tanto é fundamental para sua própria existência: ele planeja uma forma de transformar as informações contidas em seu próprio cérebro em dados, para que possam ser transferidos a outro corpo, podendo ele deixar esse corpo doente partir sem que nada do seu talento seja perdido.

Mas para desenvolver tamanha pesquisa muita coisa tem que ser superada, e ele não se importa que para isso tenha de usar alguns pacientes ou fazer algo que a ética médica repudiaria, afinal ele busca um bem maior. O problema ganha maiores proporções quando outras pessoas acabam se envolvendo nessa pesquisa, e por mais que Barnes queira lidar com tudo sozinho, há algumas coisas que ele simplesmente não pode fazer sozinho, a própria “transferência de dados” na hora decisiva vai precisar de outra pessoa para auxiliá-lo.

A questão é que grandes experiências geram grandes expectativas e chamam a atenção, e, depois que alguém se interessa por isso, a ganancia pode tomar lugar. Doutor Barnes está disposto a fazer o que for para ter êxito, e outras pessoas também.



A história me chamou a atenção principalmente pela temática, porque esse é um dos poucos livros em que a forma de se tornar eterno não envolve nada sobrenatural, o que faz toda a diferença. A escrita do autor é polida e cheia de citações de clássicos e da própria Bíblia, que dão peso ao seu enredo. Mas o que conquista mesmo é a curiosidade sobre até que ponto um médico pode ir por sua pesquisa, o que ele pode fazer em nome disso.

Confesso que se eu estivesse no lugar de Barnes não ia querer ser o experimento da minha própria pesquisa, mesmo sabendo que ela teria cem por cento de êxito – ou nem tanto.

Já o final da história dá uma premissa para uma possível segunda história que, se ocorrer ótimo, mas que se não ocorrer não vai influenciar, pois essa não fica devendo nada!

6 comentários:

  1. nã ofaz muito o meu estilo de leitura , talvez se tivesse outra capa me interessasse mais!

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse livro!
    Adorei a dica

    Convido você a participar da promoção que vai dar o livro Simplesmente Ana autografado.
    Não perca!
    Rizia - Livroterapias
    Livroterapias

    ResponderExcluir
  3. bem interessante, ele tem uma tematica forte!

    ResponderExcluir
  4. Eu já li O Eterno Barnes, e assim como você gostei do fato da imortalidade não ser explorada com questões sobrenaturais, mas o que mais me chamou atenção com certeza foi a forma como o autor trabalho a questão da ética, moral e princípios se perderem em determinadas situações, como foi o caso de Barnes. Achei isso muito interessante e bem mostrado. *-*
    E verdade, o final abre para um segundo livro, que eu realmente espero que saia...kkk


    Bjs, Yara.
    http://www.ilusoesescritas.com/

    ResponderExcluir
  5. Não me interessei muito,mas parece ser um bom livro, só q pra mim não funcionou até agora. Talvez mais para frente eu possa vir a gostar do livro,mas no momento, não.

    ResponderExcluir
  6. Esse livro não me atraiu não...Tem questões morais que não consegui entender.

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo