Os Desejos da Bela Adormecida

07 fevereiro, 2013






O conto de fadas A Bela Adormecida ganha uma roupagem nada inocente pelas mãos de Anne Rice. Em Os desejos da Bela Adormecida, primeiro da trilogia erótica, a princesa condenada a dormir por cem anos se torna vítima de um segundo feitiço: virar escrava sexual.











Bela e todos de seu castelo foram amaldiçoados a dormir durante cem anos e isso se espalhou por todos os reinos, atraindo príncipes de todas as regiões para tentarem despertá-la, todos falharam, até Philip aparecer para resgatá-la. Mas, em troca de ter livrado todos daquela maldição, ele requer Bela como sua, para levá-la para viver em seu castelo e tê-la sempre a sua disposição. Gratos por tudo, os pais de Bela concordam com isso e a veem partir junto do príncipe; porém o que Philip quer é mantê-la como sua escrava, levá-la para seu castelo onde outras princesas, e até mesmo príncipes, servem a Philip e sua mãe, a rainha, como escravos sexuais.

Como escrava, Bela deverá aprender a conter seu desejo, a cumprir as ordens que lhe se dão e, principalmente, a se acostumar com todos a vendo nua, sim, porque no castelo é assim que os escravos andam, com o corpo despido, vez ou outra possuem algum ornamento para embelezá-los. Não só isso! São constantemente submetidos a palmatórias, seja por não cumprirem algo ou por simples prazer de seus “donos”, e ainda, Bela é obrigada a andar de joelhos, quando não de quatro, para demonstrar sua submissão, algo que arranca diversas lágrimas da princesa que não quer aceitar sua nova condição de escrava.



Esse é o primeiro livro da trilogia erótica que Anne Rice escreveu muitos anos atrás, mas que só agora – com toda essa modinha de romances eróticos – foi publicado aqui no Brasil. Nesse primeiro livro vemos Bela se adaptar a sua nova realidade, sendo ela muito jovem não havia chegado a conhecer os prazeres do corpo antes de ser condenada a dormir, assim, cada reação de desejo de seu corpo é uma nova descoberta e ela não sabe como se comportar.

A ausência do príncipe, a maldade da rainha, os cuidados de Leon (seu responsável) e a presença de outro escravo, o príncipe Alexi, são sua realidade agora, mas ela não quer se render a isso, por consequência, vive apanhando.

Já falei um pouco do livro no post de Li até a página 100 e digo que a minha opinião não mudou, mas do que um romance erótico, essa história beira a indecência. Nada de tratar da submissão como algo que a mocinha se acostuma e vai aceitando, não, nessa história tudo é imposto a Bela e nem sequer reclamar lhe é permitido, senão apanha ainda mais ou pode até ir para o salão das punições, então tudo que ela faz é chorar.

O jeito do príncipe e a superioridade da rainha são de ferver o sangue, o modo deles tratarem os escravos é repulsivo e há cada relato de escravos na história que quase me fizeram desistir do livro. Gosto de romance erótico, mas esse alcançou outro patamar e para mim não houve erotismo, só abuso sexual do mais forte sobre o mais fraco; por isso acho muito difícil de continuar lendo essa trilogia; cheguei inclusive a pensar em abandonar a leitura, mas a curiosidade de ver o que daria brecha para o próximo livro falou mais alto, no entanto, não foi o suficiente para me animar a procurar por ele.

Há quem diga que era de se esperar por ser um livro da Anne Rice, que ela pega pesado e tudo mais, mas como foi o primeiro livro que li dessa autora, digo que não me animo a ler nenhum outro. E, para quem tiver curiosidade e quiser seguir a leitura, os próximos livros são A Punição da Bela e a Libertação da Bela.

6 comentários:

  1. Uma pena que essa seja sua primeira experiência com Anne Rice! Nos últimos anos acho que ela tentou se "renovar" e entrar nas ondas posteriores aos vampiros - como anjos e romances eróticos - e deu nisso. A coisa é: ela não precisava escrever um romance erótico porque a maioria dos seus romances tem erotismo - de um jeito bem mais sutil e mais interessante.
    Assim, os livros dela são pesados mesmo. Sempre fizeram um estilo meio "Sex and Violence", mas vou te dizer, com histórias muito melhores que essa. Se vc não gostar particularmente desse lado pesado das histórias dela aí é melhor nem ler mesmo, rs, mas eu achei que os livros "originais" dela (do tempo q ela ficou famosa no começo mesmo), são bem melhores.

    ResponderExcluir
  2. Olá !
    Que pena que não quer nd mais de Anne Rice, as Crônicas Vampirescas, cujo primeiro livro é Entrevista com Vampiro é fantástico!
    A escrita de Anne não é fácil ela escreve de uma forma densa, mas é a característica dela.
    Ainda não li essa série da Anne, mas gosto muito dos livros que li dela.
    abraços
    Melissa
    http://decoisasporai.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. É erótico mesmo?
    Mas me pareceu muito bom.

    ResponderExcluir
  4. erotico, nossa nunca imaginei, incrivel demais!

    ResponderExcluir
  5. gostei demais da resenha achei incrivel , um toque erotico ! amei demais

    ResponderExcluir
  6. Sério que pegaram um conto de fadas como basa para uma trama erótica? Não gostei de saber disso e nem da sinopse. Fiquei chateada com a ideia da autora... Leitura dispensada!!

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo