Mistérios Noturnos

14 fevereiro, 2013

"Mistérios Noturnos" reúne contos das quatro maiores autoras do romance erótico contemporâneo. Quem é fã da Irmandade da Adaga Negra não pode perder essas histórias de paixões arrebatadoras e criaturas fantásticas. Em um só livro, Sherrilyn Kenyon, J. R. Ward, Susan Squires e Dianna Love revelam aventuras eletrizantes. Vampiros apaixonados que lutam pela sobrevivência da espécie, bruxas sensuais e perigosas e um clã de lobisomens para lá de especial surpreendem a cada virada de página. Uma coletânea irresistível!

Confesso que essa é uma das resenhas mais difíceis que eu já fiz...
Primeiro vou dar uma breve introdução do que cada conto fala, e a minha opinião bem resumida


História Familiar – J.R. Ward.
          História Familiar conta a história de Claire Stroughton, uma advogada que assumiu o lugar de seu pai, e consequentemente os clientes, na empresa em que trabalha. Como responsável por todos os antigos clientes, Claire “herdou” a Srta. Leeds, uma cliente que seu pai havia trabalhado com, por toda a sua vida. A Srta. Leeds queria que fizessem uma reunião para a discussão de seu testamento, e, apesar da relutância de Claire a ir à casa dela, por consideração à memória do pai, e à cliente também, resolveu ir. Quando chegou na casa da Srta. Leeds, ela acertaram brevemente os pontos finais do testamento, e então, tomaram chá. Foi aí que Claire apagou, e quando acordou, estava em um quarto muito escuro, sem nenhuma janela, apenas escuridão em sua volta. Até que viu um homem parado ao pé da cama, dizendo que a libertaria em 3 dias, depois que se alimentasse o suficiente. Ela se desespera por um momento, mas depois de conseguir conversar um pouco mais com ele, descobre que ele nunca teve contato com ninguém, e que apenas de tempos em tempos, sua mãe e o mordomo apareciam com uma garota, para que pudesse se alimentar. Atraída por ele, Claire fará de todo o possível para que aquele homem nunca mais sofra, e consiga enfim a liberdade que merece.

          Então, dentre os quatro contos, acho que esse foi o melhor, não sei se foi pelo fato de ser o único que eu realmente conheço um pouco mais do contexto da história, mas enfim, o que me impressiona na escrita da J.R. Ward é que ela já tem dez livros da série A Irmandade das Adagas Negras publicados, e os livros são sempre um diferente do outro. O que me admira é que nesse conto, contamos com o mesmo mundo vampiro criado por ela, mas em uma situação completamente diferente e gostosa de ler.


A Sombra da Lua – Sherrilyn Kenyon
          Tudo começa quando Fury Kattalakis, a pedido de seu irmão, vai ao Santuário – um bar – entregar um recado do irmão para Aimee. O problema é que, tanto ele quanto o irmão fazem parte dos Kattalakis – lobos que podem se transformar em humanos – e já Aimee é uma Peltier - ursos que tem a capacidade de se transformar em humanos – o que torna esse namorico impossível, já que as espécies não se misturam. Lá, ele encontra não só Aimee, mas vários de seus irmãos, que buscam protege-la, mas, por ser um Santuário, eles não podem derramar sangue, ou seja, não podem brigar lá, sem que sejam expulsos. Sendo assim, para entregar o bilhete em segredo, ele pede para falar com Sasha – também um lobo – sob pretexto de ter assunto de lobos a tratar. No entanto, ao conversar com Sasha, descobre que um Litariano – Leão que pode se transformar em humano – foi atingido por uma espécie de arma, que faz com que não consiga mais exercer sua capacidade de ser transformar em humano, ficando na forma de Leão para sempre. Então Fury, ao sentir os cheiros que haviam no litariano, notou um que não se sobressaia muito, mas que por causa dos anos de convivência, seria incapaz de esquecer. Era o cheiro de Angelia, uma Arcadiana – humanos com capacidade de se transformar em animais – e, depois de tudo o que ela tinha feito e dito a ele, ele jurou que quando a encontrasse, seria a última vez que ela respiraria, e sendo assim, partiu em busca da mulher que tanto o feriu, e feriu aquele leão também.

          Esse, na minha opinião, foi o conto mais confuso, e, vendo a opinião do pessoal, eu realmente acho que todo mundo se sentiu assim. Confesso que no final do conto, eu já estava entendendo melhor a história, e isso me fez quere ler um livro que abordasse todos esses personagens, mas com um texto mais dinâmico, e mais leve, ao contrário do conto, que já mergulha o leitor direto na história, sem saber com que aquilo tudo acontece. Portanto, achei bom, mas muito confuso.


Além da Noite - Susan Squires
          Após longo tempo, Drew Carlowe volta a cidade na qual cresceu, em busca de vingança, e quem sabe, conquistar o coração de Emily, garota por quem foi apaixonado no passado. Nesse tempo que esteve fora, Drew conseguiu juntar muito dinheiro, para que conseguisse executar tudo o que tinha planejado durante aqueles anos todos. No entanto, nem tudo vai como ele esperava que acontecesse. Primeiro, ao chegar à cidade, compra um antigo casarão, que todos têm medo, por achar que é mal assombrado, e que há fantasmas que lá habitam. Mas Drew não acredita em nada disso, e resolve continuar com a mansão de Ashland. Lá, porém, ele descobre que algum dos rumores da cidade não eram totalmente falsos, mas também não eram totalmente verdadeiros.
          Freya, habitante do casarão, e mulher que todos acham ser um fantasma, na verdade não é uma fantasma, e sim, uma vampira. Sua primeira impressão de Drew era que ele não era bem vindo ali, e assim, resolveu tomar uma decisão quanto à sua estadia lá. Mas Drew não cai em seus truques e permanece na casa, e assim, pouco a pouco vai conquistando a confiança de Freya... e algo mais.

          Apesar do que os outros leitores acham, eu achei esse o conto mais hot, apesar de que, eu realmente queria que a história fosse sobre fantasmas. No entanto, apesar de ter uma boa escrita, principalmente nas cenas hot, achei que a autora não se ateve muito ao roteiro/sinopse e ideia inicial que ela teve para o conto, o que deixa a desejar, principalmente porque, quando alguém lê uma sinopse, ela espera que aquilo que diz ali realmente aconteça, o que não foi o caso, portanto, já alertando, apesar de parecer uma história de vingança com personagens fantasmas, nem uma coisa, nem outra acontecem. Mas ainda sim, foi um conto bom, e não tão confuso quanto o anterior.


Beijo de Adeus à Meia Noite – Dianna Love
          Trey é um guerreiro e funcionário de uma agência secreta que lida com pessoas que possuem outros poderes sobrenaturais. Ele mesmo é uma dessas pessoas que possui um tipo de poder, mas no caso dele, ele é um Belador – espécie de guerreiro celta que é escolhido quando uma criança nasce sob uma estrela – e, por causa do que é, seu dever é servir o mundo sobrenatural. Mas quando aceitou seu destino, teve que abandonar tudo o que havia antes em sua vida normal, incluindo a mulher que amava.
           Mas agora, sete anos após aquela terrível escolha que teve que fazer, e depois de uma série de eventos não justificados, ele é enviado de volta àquela cidade a qual a mulher por quem estava apaixonado mora. Sua missão é ir atrás de uma mago chamado Ellika, e descobrir o que ele anda planejando, mas o que ele não esperava era que por trás disso tudo Sasha também estava envolvida. Sasha agora é uma bruxa poderosa, mas que não possui pleno controle de seus poderes, e também está atrás desse mesmo mago, mas com o propósito de ajuda-lo, para que em troca, ele possa ajudar sua irmã, que parece estar possuída por um mal que somente ele pode curar. E agora, eles (Trey e Sasha) terão que trabalhar juntos para que consigam impedir Ellika de completar sua missão, e ao mesmo tempo, salvar a vida da irmã de Sasha.

          De todos os contos, tirando o primeiro, acho que foi o mais fácil de entender, e, apesar da sinopse e do enredo parecerem bons, achei que foi um pouco fraco, no final de tudo, como se algo estivesse faltando na história. Mas ainda assim, teve um bom começo, partes de ação na história, e tudo isso complementou para um final bem fechado. Eu sinceramente esperava um pouco mais de enrolação na história, pra depois ter um final super incrível, mas como é um conto, acho que isso não foi muito possível, e as coisas acabaram se resolvendo rápido demais. Mas ainda assim, também foi um bom conto.


Concluindo...
          Acho que os contos parecem bem promissores, a se tornarem uma série de livros e tudo mais (se é que já não fazem parte de tal), mas, como leitora que não conhecia nenhuma obra das autoras, com exceção da J.R. Ward, achei que os contos estavam muito imersos nas suas próprias histórias e contextos, e acaba deixando o leitor viajando na maior parte do tempo, e se perguntando de onde veio isso, ou aquilo. Então, eu realmente achei que todos os contos têm bastante potencial pra virar história, mas acho que não custava muito dar apenas uma breve introdução do que se trata e como as coisas funcionam em cada mundo, né? Mas pela qualidade da escrita e narração, além das ideias inéditas, acho que o livro merece algo entre 3,5 e 4 estrelas. ;)


E é isso! A resenha ficou gigante, mas foi necessária...
Espero que tenham gostado!
Beijos :*
Thayná.

6 comentários:

  1. Eu não conhecia o livro, mas confesso que a estoria me deixou com vontade de ler. Gosto do gênero terror com suspense, e ainda são quatro autores ótimos.

    ResponderExcluir
  2. Adoreeei a resenha!!!

    Beijo,
    www.estanteseletiva.com

    ResponderExcluir
  3. Muito boa! fiquei com vantade de ler o livro...

    http://contandolivros.blogspot.com.br/
    mil beijos

    ResponderExcluir
  4. fiquei doidinha pelo livro adoro livro assim e a resenha grandinha traz mais detalhes , ansiosa para ler hehe

    ResponderExcluir
  5. ui tenho um pouco de medo de leitura assim sou impressionada demais

    ResponderExcluir
  6. Ótima resenha! Mas confesso que não sera prioridade de leitura no momento. Talvez, com o tempo minha opinião mude, mas agora estou mais interessada em outros...

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo