A Countess Below Stairs

18 outubro, 2012


Sinopse: "After the Russian revolution turns her world topsy-turvy, Anna, a young Russian Countess, has no choice but to flee to England. Penniless, Anna hides her aristocratic background and takes a job as servant in the household of the esteemed Westerholme family, armed only with an outdated housekeeping manual and sheer determination.
Desperate to keep her past a secret, Anna is nearly overwhelmed by her new duties—not to mention her instant attraction to Rupert, the handsome Earl of Westerholme. To make matters worse, Rupert appears to be falling for her as well. As their attraction grows stronger, Anna finds it more and more difficult to keep her most dearly held secrets from unraveling. And then there's the small matter of Rupert's beautiful and nasty fiancée..."

"Após a revolução russa virar seu mundo de cabeça para baixo, Anna, uma jovem Condessa Russa, não tem escolha a não ser fugir para a Inglaterra. Sem dinheiro, Anna esconde sua origem aristocrática e aceita um emprego como empregada na casa da estimada família Westerholme, armada apenas com um manual de limpeza ultrapassada e pura determinação.
Desesperada para manter seu passado em segredo, Anna é quase sobrecarregada por seus novos deveres, sem mencionar sua atração instantânea por Rupert, o bonito Conde de Westerholme. Para piorar a situação, Rupert parece estar se apaixonando por ela também. Conforme a atração se torna mais forte, Anna considera cada vez mais difícil manter seus segredos mais estimados, de serem revelados. E além disso, há a pequena questão da bonita e desagradável noiva de Rupert..."


O livro conta a história de Anna, uma condessa que, após a Revolução Russa, vê sua família destruída, sua reputação perdida, e consequentemente, sem dinheiro. E assim, em busca de abrigo e “asilo”, ela, sua mãe e seu irmão se mudam para a Inglaterra, para morar com sua governanta, a Sra. Winifred Pinfold, que atendia carinhosamente por Pinny. No entanto, Anna sendo uma garota muito correta, achou que não era justo continuar vivendo às custas de Pinny, mas sabendo que ninguém da sua família aceitaria que ela trabalhasse, esperou seu irmão conseguir entrar em um colégio interno, e assim, com a ajuda de Pinny, foi à procura de emprego. Apesar de saber alguns idiomas, ela temia que se soubessem quem realmente era quando morava na Rússia, poderia estar correndo sérios riscos, e assim sendo, o único jeito de ocultar sua identidade era trabalhando com empregada em uma casa, em Westerholme.
Lá, eles a receberam com um pouco de hesitação, afinal de contas, não tinha referências ou qualquer testemunho que confirmasse que era uma boa trabalhadora. No entanto, eles realmente necessitavam de uma empregada, pois o único herdeiro restante de Westerholme, Rupert, estava retornando da guerra, e precisavam de toda ajuda possível para que a casa estivesse em perfeita ordem para sua chegada, bem como para o casamento que estava prestes a acontecer. No entanto, o que não se esperava era que Anna fosse se sentir tão atraída por Rupert, e ele por ela. Mas com o casamento marcado, o que poderia ser feito?

Bom, eu sinceramente comecei o livro achando ser uma história muito interessante, porque, pela sinopse, pelo cenário (confesso que tenho uma paixão secreta pela Rússia – culpa de Guerra e Paz HAUSHUAHUSAS), e o fato de que, tecnicamente, eu nunca tinha lido uma história com esse enredo. E confesso, que no início, a história me pareceu muito atrativa, e bem diferente, com a introdução de como era tudo, e o que Anna e sua família faziam em seu dia-a-dia... Enfim, pareceu bem promissor. No entanto, eu senti que com o avanço da história, pareceu que a autora resolveu ir em uma direção mais “segura”, e acabou se tornando meio clichê.

Não que seja uma história ruim, eu só achei que ela podia ser um pouco mais desenvolvida. Mas enfim, achei muito boa a ideia e o contexto em que ela foi inserida, onde uma família a alta aristocracia russa, em busca de refúgio, acaba na Inglaterra, e sem poderes políticos e/ou recursos financeiros, se veem obrigados a procurar trabalho, passando a fazer parte da classe trabalhadora, o que, convenhamos, é uma mudança e tanto. Mas achei que isso foi interessante, que em vez de empinar o nariz e sair pelo mundo dizendo que eram aristocratas, e que tinham poder, e tudo o mais, eles resolveram se adaptar às condições as quais foram impostas a eles. E o romance proibido deu um toque especial, é claro, mas acredito que qualquer um que lesse o livro ia torcer mil vezes pra ter um romance clichê entre empregada e chefe, do que ver o mais clichê ainda do homem que tem dinheiro, e se casar com uma mulher esnobe só por causa de sua posição na alta sociedade.

Enfim, é um romance meio água com açúcar, porém, pra quem quer uma leitura leve e rápida, eu indico esse livro ;)

E é isso!
Espero que tenham gostado.
Beijoos :*
Thayná.

10 comentários:

  1. kkkkkkk romances água com açúcar é comigo mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Falou romance eu já quero ler.

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto de romances, mas este que você resenhou no blog não me despertou um interesse. Logo, só leria se ganhasse em alguma promoção E criasse coragem para lê-lo rs.

    ResponderExcluir
  4. Acho que esse livro foi feito para mim. Livros água com açúcar são meus preferidos.

    ResponderExcluir
  5. Gosto de livros que envolvem historia, este nao é diferente gostei dele, apesar dele se tornar cliche ao final acho o leria com certeza. Apesar de nao ter gostado da capa.

    ResponderExcluir
  6. Acho que parece ser bem legal...Adorei a resenha

    xoxo

    ResponderExcluir
  7. Nada como um romancinho para embalar uma tarde chuvosa.
    Gosto de livros leves p dias chatos

    ResponderExcluir
  8. A capa é linda, a história aparente ser linda. Adorei!

    ResponderExcluir
  9. a capa perfeita, bonita misteriosa!

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo