A Corrida de Escorpião - Maggie Stiefvater

11 setembro, 2012





A cada novembro, os cavalos d'água emergem do oceano e galopam na areia sob os penhascos de Thisby. E, a cada novembro, os homens capturam esses cavalos para uma corrida eletrizante e mortal. Alguns cavaleiros sobrevivem. Outros, não. Aos 19 anos, Sean Kendrick já foi quatro vezes campeão. Ele é um jovem de poucas palavras e, se tem medos, guarda-os bem escondidos, onde ninguém possa vê-los. Puck Connolly é uma novata nas Corridas de Escorpião. Ela nunca quis participar da competição, mas o destino não lhe deu muita escolha. Sean e Puck vão competir neste ano, e ambos têm mais a ganhar - ou a perder - do que jamais pensaram. Mas apenas um deles pode vencer.
 



Kate Connolly (mais conhecida por Puck) e Sean Kendrick tem uma coisa em comum: o amor por seus cavalos. Mas enquanto Puck tem uma comum égua chamada Dove, Sean galopa Corr, um capall uisce, mais conhecido por cavalos d’água – um cavalo muito maior e sanguinário, carnívoro, e o grande desafio dos moradores da ilha. Todos os anos perto do mês de novembro esses cavalos são atraídos da água para a terra da ilha de Thisby, e o maior desafio dos moradores é capturar um e domá-lo para a corrida que tem início semanas depois... Mas não é uma simples corrida. O grande desafio não consiste em capturar um capall uisce, mas sim em mantê-lo em terra, pois há algo no mar, uma espécie de magia, que sempre os chama de volta, o que torna cada corrida – que ocorre a beira do mar – um grande desafio, pois por menor que seja o percurso, não é fácil mantê-los no caminho certo tendo o mar ao seu lado chamando-os de volta. Por isso as corridas são tão perigosas, por isso tantas pessoas têm medo dos capall uisce, e Puck era uma delas. Por motivos pessoais ela tinha diversos motivos para manter-se longe da praia nessa época do ano, mas então por um motivo muito maior, ela se vê compelida a participar e mais, decidida a ganhar, pois precisa desesperadamente do prêmio.
Para Sam os cavalos são muito mais que simples animais sanguinários usados nas corridas, ele tem verdadeira adoração por esses animais e por isso não pensa em deixar a ilha na primeira oportunidade que tiver, como a maioria dos jovens em Thisby planeja. Tudo que ele quer é ter Corr para si. E mesmo estando trabalhando há anos para o homem que controla a ilha, nunca parece ter o suficiente para ficar com o cavalo. É por isso que ele continua competindo na corrida todos os anos, tendo ganhado as últimas edições, precisa do dinheiro para ter Corr só para si.
Motivos diferentes, a mesma paixão pelos cavalos e uma imensa vontade (e necessidade) de vencer é o que põe Sam e Puck no mesmo caminho, e o sentimento que surge entre eles não poderia ser diferente.

Ainda estou abismada com essa história, confesso que a princípio a ideia de cavalos de verdade e ainda maiores que os que conhecemos saindo da água me parecia um tanto bizarro, mas foi justamente essa originalidade que me fez gostar tanto da história. Baseada em diversas lendas, a autora juntou todas as informações que tinha e transformou nessa história, que definitivamente não tem nada igual por ai.
Os personagens são fortes e destemidos, mas também apaixonados, o carinho deles em relação a seus animais é tocante e inspirador, assim como a coragem para passar por cima de tudo que se põe no caminho e participar da corrida.
Esse é aquele tipo de história bem construída que te deixa cativa até o fim, e com o coração na mão, pois ao mesmo tempo que torce para os dois, só um pode ganhar a corrida.
Definitivamente essa é uma história que eu recomendo!



13 comentários:

  1. Acredito que necessito desse livro depois de ler essa resenha. Bom, de início a capa me cativou depois a sinopse e agora a resenha..realmente tenho que ler. Gostei muito da resenha, está bem elaborada.

    ResponderExcluir
  2. Muuuito bomm o port, adorei, parabéns, fiquei curiosa, assim que achar uma vaga na minha lista de livros, coloco ele kkkkkk.

    ResponderExcluir
  3. A verus ultimamente tem lançado livros com ótimas sinopses vir esse livro na vitrine da livraria,me deu uma vontade terrível de comprar,mas tive que me controlar.

    ResponderExcluir
  4. Me indicaram este livro e fiquei muito curiosa em ler.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. Não curti muito não, agora é esperar e ver né, embora a resenha esteja otima, o livro não me chamou a atenção.

    ResponderExcluir
  6. Eu peguei esse livro no BEA ano passado. Juro que eu tentei, mas era muito cavalo e eu nao ligo para cavalos. Entao nao rolou! Passei p/ frente, e... Ja era!

    ResponderExcluir
  7. Nunca tinha ouvido falar dessa serie dela mas ja conhecia a serie "os lobos de mercy falls" que é ótima...espero que essa seja tão boa quanto a outra...Adorei a resenha!
    xoxo

    ResponderExcluir
  8. interessante, nunca tinha ouvido falar, mas parece ser muito bom

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho o problema de me apaixonar primeiro pela capa, se eu gostar vou p sinopse, e... este livro nao conseguiu me convencer de que preciso dele

    ResponderExcluir
  10. resenha muito boa, embora a capa não pareça muito interessante o conteudo é otimo

    ResponderExcluir
  11. a resenha é boa, mas nao dava nada pela capa

    ResponderExcluir
  12. Palavras para descrever? ORIGINAL. Poxa, como faz falta livros assim! Com enredos inesperados e que desafiam a nossa imaginação, adorei esse livro! Com certeza um dos próximos que irei ler!

    ResponderExcluir
  13. resenha boa , a capa diferente, mas naum chama minha atenção

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo