A Revelação do Súcubo - Georgina Kincaid #6

02 agosto, 2012





Georgina Kincaid tem uma eternidade para descobrir sobre o sexo oposto, mas algumas vezes eles ainda a surpreendem. 
                Veja Seth Mortensen. O homem arriscou sua alma para se tornar namorado de Georgina. Ainda assim, com Lucifer como patrão, Georgina não pode apenas pendurar seus saltos assassinos e sossegar na felicidade doméstica. De fato, ela está sendo forçada a transferir suas operações... para Las Vegas. 
                A Cidade do Pecado é um show de sonho para uma súcubo, mas os aliados de Georgina são suspeitos. 
                Por que os tão-poderosos estão tão ansiosos em afastá-la de Seattle - e de Seth? Georgina é um dos bens mais valiosos do Inferno, mas se existe alguma forma de sair desse negócio de succubus ela planeja conseguir - não importa quantos atropelamentos ela vai deixar para trás. Ela espera apenas que as casualidades não incluam um homem pelo qual ela está arriscando tudo...





Parece que faz tanto tempo que esperei por esse livro, pela solução de todos os problemas e o gran finale da Georgina, que mal sei por onde começar a resenha...
Nesse último livro da série, Georgina está sendo transferida para o melhor lugar do mundo (do ponto de vista das criaturas infernais, principalmente de uma súcubo): Las Vegas! O lugar onde poderá fazer seu trabalho melhor do que nunca, cheio de almas já corrompidas e outras tantas esperando para serem, muita energia a ser sugada, além de muita bebida e diversão. Seria perfeito, se fosse em outra época.
Pela primeira vez em muito tempo Georgina está se considerando feliz, ela finalmente está em um relacionamento sério com Seth e as coisas andam muito bem, afora o detalhe da irmã dele estar seriamente doente, o que faz com que Georgina não possa pedir para Seth acompanhá-la, afinal sua família precisa dele, as cinco sobrinhas precisam de cuidados, atenção e carinho. Algo que ele não poderia fazer estando a quilômetros de distância.
E claro, como na vida de Georgina Kincaid nada é simples, estranhos acontecimentos levam-na a desconfiar dessa transferência, afinal ser transferida para um lugar como Las Vegas, onde seria subordinada do melhor dos chefes que já teve em todos esses séculos de existência, acompanhada de um incubo que poderia ser descrito como grande amigo e ainda descolando um emprego de dançarina? Quão bom pode ser?! O que a faz desconfiar, afinal “quando a esmola é demais o santo desconfia” e uma transferência por estar sendo uma súcubo medíocre deveria ser uma punição, não uma diversão.
Então em seu tempo livre – entre ajudar Seth com as sobrinhas e preparar as malas – Georgina se une novamente a alguns de seus amigos para descobrir por que motivos o Inferno tem tanta pressa de afastá-la de Seattle e, principalmente, de Seth. Não que pudesse esperar algo diferente, afinal, não é como se o Inferno fosse torcer por um relacionamento entre uma súcubo e um mero humano, mas ainda assim, há algo que não encaixa.

Devorei as páginas desse livro como louca! Ao longo dos outros cinco livros diversas pontas vão aparecendo, pontas essas que abrem espaço para os leitores bolarem suas teorias mirabolantes, e como não poderia ser diferente comigo, a cada livro eu tinha uma conclusão diferente de como seria o final de Georgina, mas sinceramente não vi isso chegando (duvido que alguém tenha!).
Mantendo o mesmo humor sarcástico, Roman finalmente tem sua grande participação na história, que valeu todas as outras histórias.
Já adorava a escrita da Richelle com Vampire Academy, mas nessa saga da Georgina Kincaid, passei a adorá-la mil vezes mais! Tem tudo para conquistar: personagens fortes e marcantes, um enredo diferente do que estamos acostumados quando se fala de literatura sobrenatural, um ritmo bom e um desfecho muito bem feito, impecável.
Não preciso nem dizer que super recomendo, não é?!


11 comentários:

  1. Eu não vejo a hora de também devorar este livro.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. Esse série não faz muito meu estilo de leitura, mas como você recomendou muito bem, quem sabe algum dia eu leia. :D

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha visto esse livro, mas depois dessa resenha deu vontade ate de ler *-*

    ResponderExcluir
  4. Estou começando a ter vontade de ler os livros desta série, qualquer dia ainda compro para poder ler.

    http://devaneioselivros.blogspot.com.br
    @DevaneiosLivros
    Viviane de Andrade

    ResponderExcluir
  5. Não curto essa temática.

    Bjoo.

    Nome de seguidora: Gladys Freitas.

    ResponderExcluir
  6. Maryzlane Sarah1:03:00 PM

    Repito esse livro só me faz pensar em uma coisa "sexo" e isso é TENSO hahah

    ResponderExcluir
  7. Nunca li livros dessa série. Não sei se curtiria o livro com esse tema, mas vou tentar ler. Lógico que se não fosse a sua resenha eu dificilmente iria saber da existência desse livro e não teria nenhuma vontade de ler se soubesse. Adorei a resenha!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Não tenho interesse NENHUM pela série, apesar de algumas recomendações de amigos.

    ResponderExcluir
  9. nem tinha lido a resenha e ja estava imaginandu como poderia ser a historia , me surpreendi !

    ResponderExcluir
  10. a capa é legal, porem o livro nao me prendeu

    ResponderExcluir
  11. Não curto muito essa série porque eu não sou muito fã das capas, é esquisto isso em mim. Já ouvi muitas recomendações, porém não me vejo lendo. :/

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo