Sete Minutos no Paraíso

19 junho, 2012





Raquel só se veste de preto, é antissocial e se acha a esquisitice em pessoa. Diego é só mais um garoto de 16 anos louco por videogames e filmes de terror. Os dois cresceram juntos e são amigos inseparáveis. Mas um dia ela percebe que está perdidamente apaixonada por ele.

                As coisas ficam cada vez mais estranhas entre os dois e, para piorar, eis que chega a Suzi – prima e paixão de infância de Diego. Raquel vê sua vida se transformar num inferno, e então resolve bolar um plano maluco para ficar com ele e viver uma noite no paraíso.



                Raquel e Diego se conhecem desde sempre, não há segredos nem vergonhas entre eles, o tipo de amizade verdadeira que todo mundo gostaria de ter, até Raquel se dar conta de que não gostaria de ter Diego apenas como amigo, ela queria mais dele, mas, como acontece com toda garota aos dezesseis anos que se apaixona pelo melhor amigo, o medo de confessar o que sente e acabar com a amizade de anos, ela prefere manter isso só para isso. Mas fica cada vez mais difícil, afinal eles fazem tudo juntos, vivem na casa um do outro, como resistir?
                E quando a prima de Diego vem passar um tempo na cidade, Raquel se vê em pânico, afinal Suzy é tudo que ela não é: corpo escultural, a mulher dos sonhos de Diego.

                Isso requer medidas drásticas, como uma mudança de visual, que deveria chamar a atenção de Diego... Mas não é só a atenção dele que Raquel desperta. Fred, o garoto dos sonhos, de repente parece muito interessado nela, e isso lhe dá uma ideia brilhante. Um plano mirabolante para ter Diego para si pelo menos uma noite, e depois cada um pode seguir seu rumo com o amor-dos-seus-sonhos, ou o que deveria ser, e continuar a amizade normalmente.

                Mas mal sabia ela que não seria assim tão simples seguir em frente.



                Ao terminar a leitura desse livro fiquei meio incerta por um tempinho, é uma história divertida com abordagens polêmicas da realidade que envolve a escolha sexual dos jovens atualmente, achei muito interessante esse ponto da história, mas, por outro lado a protagonista não me convenceu totalmente. Com dezesseis anos, Raquel é meio que uma rebelde sem causa, só se veste de preto, odeia coisas de menininhas, nunca usa vestido ou salto alto e quer fazer graça de tudo, algumas comparações foram mesmo divertidas, mas outras pareceram demais, entende?

                Digo, ela tem potencial para ir além, ser um pouco mais madura condizendo com a sua idade, mas ela simplesmente escolheu não ser... Por um lado isso me fez desanimar um pouco em relação a ela. Porque fazer gracinhas é bom, é divertido, mas em excesso é forçar a barra.

                Já o Diego, só posso dizer que ele é o tipo perfeito de melhor amigo!

                Achei bem criativa a ideia de Sete Minutos no Paraíso e o que isso representou para a história, assim como a forma que ela foi desenvolvida e a gracinha que ficou a diagramação dos capítulos, mas fica a dica, é ideal para quem curte livros mais para adolescente, mesmo tendo uma temática mais adulta certas horas, o foco principal são os adolescentes!

15 comentários:

  1. Quem nunca quis passar 7 minutos no paraiso ein??? Eu sempre tive a curiosidade de fazer isso, principalmente depois de assistir aqueles filmes que tem essas coisas hahah
    Parece ser um livro legal.

    ResponderExcluir
  2. Eita, só agora q percebi naquela "brincadeirinha"... só lembrei de "De repente 30".
    Eu já tinha visto esse livro, mas quando vi não me chamou a atenção. Mas depois que li, agora, a resenha, fiquei bem afim de ler.

    ResponderExcluir
  3. Gostei da sinopse e da resenha!O livro parece ser engraçado,com para relaxar.
    Bjus
    Fabianne

    ResponderExcluir
  4. Achei a capa e a sinopse legais. O enredo também é bem interessante, mas não é muito o gênero que gosto de ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  5. Já tinha visto esse livro e ele não chamou muito a minha atençao. Mas lendo a resenha até que a história parece legal, mesmo sendo mais adolecente.
    Bjins.

    ResponderExcluir
  6. Capa e sinopse legais. Parece ser bem legal. Quem sabe um dia? :D

    ResponderExcluir
  7. só eu que achei a capa juvenil,apesar de tem gostado da sinopse do livro fiquei em duvida se leria ou não pela sua resenha.

    ResponderExcluir
  8. Parece legal.Queria ter dinheiro p comprar.

    ResponderExcluir
  9. Parece ser super fofo, espero poder ler em breve e eu adorei a resenha. Me deixou curiosa...
    A Gutenberg sempre trazendo livros super bacanas e que nos encantam. *-*

    Beijos ;*
    http://macckysbookshelf.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Virginia de Oliveira11:26:00 AM

    Não gostei da capa desse livro mais ele parece ser muito interessante, gostaria muito de ler ele.

    ResponderExcluir
  11. Não tinha gostado da capa desse livro, por isso não tive interrese em conhece-lo.. Mas agora depois de ler sua resenha vi que estava enganada.. E fiquei super animada para começar a lê-lo...

    ResponderExcluir
  12. Parece ser bem legalzinho esse livro.

    ResponderExcluir
  13. Own essa capa é tão fofinha...adoro o fato de estar surgindo cada vez mais autores brasileiros...o livro parece ser bem legal ja me apaixonei por ele...
    xoxo

    ResponderExcluir
  14. Achei ele fofinho, queria lelo, parece ser rapidinho.

    ResponderExcluir
  15. achei muito mimoso, vou ler , parece ser demais!

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo