Delírio

13 junho, 2012



Muito tempo atrás, não se sabia que o amor é a pior de todas as doenças. Uma vez instalado na corrente sanguínea, não há como contê-lo. Agora a realidade é outra. A ciência já é capaz de erradicá-lo, e o governo obriga que todos os cidadãos sejam curados ao completar dezoito anos. Lena Haloway está entre os jovens que esperam ansiosamente esse dia. Viver sem a doença é viver sem dor: sem arrebatamento, sem euforia, com tranquilidade e segurança. Depois de curada, ela será encaminhada pelo governo para uma faculdade e um marido lhe será designado. Ela nunca mais precisará se preocupar com o passado que assombra sua família. Lena tem plena confiança de que as imposições das autoridades, como a intervenção cirúrgica, o toque de recolher e as patrulhas-surpresa pela cidade, existem para proteger as pessoas. Faltando apenas algumas semanas para o tratamento, porém, o impensado acontece: Lena se apaixona. Os sintomas são bastante conhecidos, não há como se enganar — mas, depois de experimentá-los, ela ainda escolheria a cura?.




O mundo não é mais o mesmo. Cada cidade agora vive isolada, rigidamente vigiada e o maior dos maus foi eliminado: o amor, ou, como os cientistas gostam de dizer: amor deliria nervosa; essa doença que nos tempos sombrios causou o caos no mundo e as próprias pessoas, doenças derivavam do amor, pessoas enlouqueciam por ele ou atrás dele... Agora isso não é mais um risco.

 Ao completar dezoito anos todos os jovens sofrem uma pequena intervenção que os faz não sentir mais nada, não há amor e, do ponto de vista deles, consequentemente não haverá dor. Não haverá nada. E assim sim se poderá conviver bem e levar o mundo adiante.

O petróleo é mais que escasso, combustíveis custam uma fortuna e praticamente ninguém tem carro. As garotas estudam em um lugar separado dos garotos. Seu futuro marido é escolhido pelo próprio governo, eles o apresentam a você com a convicção de que aquela é a sua melhor opção e tudo vai dar certo; como ninguém sente nada, não há contestações, apenas uma aceitação mutua.

Lena vê tudo isso ocorrer ao seu redor com a certeza de que sua hora está chegando, e isso lhe dá medo, quase pânico. Como pode um mundo sem sentimentos ser melhor? A princípio achou que seria certo, quem sabe assim os pesadelos-sonhos envolvendo sua mãe a deixassem em paz de uma vez por todas, quem sabe assim pudesse voltar a se sentir uma garota normal e parasse de contestar tudo e todos, parasse de ter tanto medo. Só mais alguns dias de espera... Mas quando Alex entra em sua vida, o sentimento que todos repudiam brota em Lena: eles se apaixonam.

Alex é o jovem que faz seu coração saltar, cheio de mistérios e verdades, carregado de histórias e sonhos. Alex lhe mostra que há vida além das grades que os cercam, que há uma chance para eles.

Enquanto conhece mais e mais esse jovem, a contagem regressiva para sua cirurgia começa, o dia em que ela vai ser igual a todos os demais – e tudo que Lena quer é escapar disso.



Delírio é o tipo de livro que prende sua atenção desde o princípio, uma distopia bem desenvolvida que trás um futuro que parece inaceitável; esse mundo que agora os envolve parece não ter como ficar pior. E no meio disso tudo, diversos mistérios e segredos vão dando gás a história, criando pontas para os próximos livros, enquanto acompanhamos esse romance que possui o tipo exato de personagens que faz você torcer por eles, desejar loucamente que chegue o final feliz!

Sendo o primeiro livro de uma série (não sei ao certo quantos serão), os primeiros capítulos possuem um ritmo mais introdutório para fazer o leitor se situar na história, mas, em momento algum isso me incomodou, pelo contrário, o que incomodaria seria a autora jogar todos os fatos em uma sociedade totalmente nova sem dizer um “ah” sobre isso. Estava super ansiosa para ler Delírio desde o lançamento lá fora, de cara a capa já me conquistou, e quando saiu aqui no Brasil mal pude esperar para ler, e não me decepcionei em momento algum, muito pelo contrário!

19 comentários:

  1. ah, eu me decepcionei um pouquinho, thays... tava esperando demais desse livro e o "o]tom introdutório" se arrastou demais pra mim. claro que o gancho pro segundo livro foi bom, vou continuar a acompanhar a série, mas achei que o enredo tinha mais profundidade, o tema é realmente muito bom e a autora aproveitou pouco. tomara que essa imagem e o potencial da serie sejam bem aproveitados ;))
    beijos,
    samuely
    blackbirdlonely

    ResponderExcluir
  2. Aiai não vejo a hora de ter o meu! Acho que sou a única desse planeta que ainda não leu esse livro! haha
    Está na minha meta e na minha lista de desejados também, então logo logo estará na minha estante.
    Eu vi na internet um capa amarela que seria de uma suposta continuação dessa série, que se chamava Pandemônio. A capa era extremamente linda, não sei se era verdade, mas se for será uma série linda de se exibir na estante!
    parabéns pela resenha,
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Li um livro dessa autora mas não gostei, achei mto enrolado. Tenho Delirio mas ainda não li. Espero realmente tirar essa má impressão. Mas convenhamos a capa é maravilhosa.Bjkss

    ResponderExcluir
  4. Não sei não, quando você lê distopias como Feios e The Hunger Games não tem como não comparar e essa não me chamou muito a atenção.
    E ninguem merece livro enrolado, pare que você lê por orbigação e tals.

    ResponderExcluir
  5. To louca para ler esse livro,me lembra muito outro livros Destino,mas li resenhas falando que esse e melhor.

    ResponderExcluir
  6. A capa è linda,mas estou dividida com opinioes a respeito deste livro(as resenhas sao muito divergentes).
    Beijos
    Fabianne

    ResponderExcluir
  7. Gostei bastante do livro também, principalmente das cenas de fuga. O que não gostei muito é que a autora nos diálogos descreve a cena demais, pois tem algumas falas em que a personagem diz uma pequena frase, aí vem 2 ou 3 linhas de descrição de alguma coisa, e finaliza com outra pequena frase da personagem. Chegou momentos que no meio da descrição já não sabia o que a personagem tinha falado. (Confuso, né?!?! É porque sou louco mesmo) Rsrsrsrs

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  8. Tenho muia vontade de ler esse livro.
    A primeira coisa que me chamou a atenção foi a capa que eu achei linda. Depois que li a sinopse fiquei ainda com mais vontade de ler esse livro.
    Gostei muito da resenha.
    Bjins.

    ResponderExcluir
  9. Eu sou apaixonado por distopias, então, sinceramente, não sei pq ainda não li Delírio. (na verdade, ainda não lí pq falta dinheiro pra comprar) :/

    ResponderExcluir
  10. Todos falando super bem do livro ^^ Eu tenho ele aqui em casa e é o próximo que lerei. Tô DOIDO pra ler algo da Lauren e começarei por esse, apesar de eu ter tb Antes que eu vá.

    ResponderExcluir
  11. Eu achei o inicio lento, mas a narrativa se desenvolve muito bem e você se acostuma com o jeito da Lauren de narrar, poeticamente. Eu amei o livro em todos os sentidos, a narrativa me encantou, os detalhes e descrições, o romance, a sociedade... Recomendo muito MESMO. E depois daquele final estou sofrendo de ansiedade pela sequencia, espero que a Intrínseca seja bondosa e lance logo (yn), e nem preciso dizer que gostei da resenha neah? Afinal, eh sempre bom ver que outra pessoa curtiu um livro que você AMOU. *-*

    Beijocas ;*
    http://macckysbookshelf.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Virginia de Oliveira10:17:00 AM

    Delírio é o primeiro de uma trilogia por enquanto, só se a Lauren resolver lançar outros.
    Li esse livro sem nenhuma expectativa e me surpreendi muito, amei o livro, li ele em apenas um dia e agora estou ansiosa pela continuação.

    ResponderExcluir
  13. Ando viciado em coisas distopicas desde de Jogos Vorazes. Já terminei e tô procurando livros com temas assim.
    Esse livro aparente ser bem diferente. A história é instigante. Quero lê-lo.

    ResponderExcluir
  14. Acho que ainda não é a hora de começar a ler essa serie, gostei da sua resenha...mas eu estou cheia de series pra terminar... Assim meu bolso não aguenta né ...kkk !! Mas assim que eu terminar algumas series começo a ler essa...

    ResponderExcluir
  15. AAAAAAAAAAMEEEEEEEEEEEEEI esse livro! Melhor do ano até agora.

    ResponderExcluir
  16. To louca pra poder ler esse livro ate agora apesar de alguns não terem falado muito bem dele quero ler mesmo assim porque gostei muito da capa e da sinopse do livro super diferente...Adorei

    xoxo

    ResponderExcluir
  17. Haha tmb adorei esse livro, muito muito bom mesmo s2s2

    ResponderExcluir
  18. Gostei da caa dele, espero qe realmente seja bom porque estou tendo muitas decepções em distopias.

    ResponderExcluir
  19. Não li esse livro ainda, mas pretendo lê-lo. A sua resenha me fez curiosa para finalmente ler, assim que acabar o livro que estou lendo (Getúlio: dos anos de formação à conquista do poder) e Delírio será o próximo da lista. :)

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo