Estilhaça-me

02 maio, 2012

Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser um guerreiro.

Isso a acompanha desde que nasceu, alguns chamam de dom, outros de horror, a verdade é que um toque de Juliette é capaz de matar, ao tocar pele com pele ela faz a pessoa sentir tamanha dor e pode não conseguir parar antes que seja tarde demais. Justamente por isso, por ter ido longe demais, seus pais – que nunca foram um exemplo de pais – concordaram em mantê-la em um hospício, presa e vigiada 24horas por dia, um lugar onde ela não poderia fazer mal a ninguém. E assim foi por várias e várias semanas... Até Warner aparecer em cena, sedento por poder e louco para ter Juliette ao seu lado, juntos eles poderiam dominar o mundo. Mas Warner não vem sozinho, um de seus soldados de confiança, Adam Kent, um velho conhecido de Juliette o acompanha e ajuda, porém suas intenções são outras...

Estilhaça-me é uma distopia, esse “novo gênero” de histórias que tem se tornado comum no universo literário, mas que vem sempre com uma história totalmente diferente. Para quem não ouviu falar de distopia, é um gênero caracterizado pela utopia negativa; “As distopias são geralmente caracterizadas pelo totalitarismo, autoritarismo, por opressivo controle da sociedade. Nelas, caem as cortinas, e a sociedade mostra-se corruptível; as normas criadas para o bem comum mostram-se flexíveis. A tecnologia é usada como ferramenta de controle, seja do Estado, seja de instituições ou mesmo de corporações.” (fonte Wikipedia). Nesse primeiro volume da trilogia, o mundo mostra-se um lugar desprezível, destruído pela própria sociedade e agora rigidamente controlado pelo governo imposto, não há comida para todos, nem água, nem sequer lugar onde possam viver tranquilamente; as pessoas morrem de fome, crianças crescem sem os pais nesse mundo caótico.

Warner quer a todo custo convencer Juliette de que o melhor para ela é juntar-se a ele, assim, a tira da realidade no mundo, do lugar desprezível em que está presa, e a leva para o seu “palácio”, onde tudo é limpo, arejado, colorido, há comida e água quente, roupas limpas e novas; a esperança dele é que Juliette se deslumbre com esse mundo e ceda, mas não é bem assim, o forte de Juliette é exatamente não se deixar corromper, desde criança foi maltratada pelos pais, deixada de lado na escola e motivo de zombarias, e ainda assim Juliette tem esperança de que o mundo seja um lugar melhor, ela perdoa e ajuda, não guarda rancor. Exatamente o tipo de heroína que o mundo precisa. Quanto aos seus poderes, tem quem logo se lembre da Vampira do X-Men, e com razão, a autora se baseou na Vampira para criar a Juliette, e vou logo avisando, tem muito mais nessa história! Um romance que te mantém presa a história e ansiosa pela continuação.

17 comentários:

  1. Credo ! Como deve ser não poder tocar em ninguem que dizer ela pode tocar mais coprre risco de ser preza por assacinato ! Que hooroooorr ! Tenho pena dela ! Afinal eu gostei tambem do nome da protagonista "Juliette" acho que combinou com a historia ! Resumindo amei a resenha e pelo o que vi voce adorou ler o livro e me deixou anciosa para le-lo ! Vou tentar ganhar ou comprar ele em algum lugar ! beijos !

    ResponderExcluir
  2. Quero muito ler esse livro tanto pela capa quanto pela sinopse.
    Gostei muito da resenha e ela aumentou ainda mais a minha curiosidade para ler ele.
    Pela sinopse já dava pra notar a semelhança entre juliette e a Vampira.
    Obrigada pela resenha.
    Bjins. ^^

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei a premissa desse livro, e mesmo depois de ter ligo algumas opiniões negativas que foram meio desanimadoras, não desisti de ler :) Só falta oportunidade - e tempo. com a minha fila de leitura do jeito que tá, vai saber quando vou conseguir ler :P

    ResponderExcluir
  4. Não vejo a hora de poder ler esse livro... até porque vi tanto resenhas positivas e negativas, mas sinceramente, acho que vou adorar! hahaha

    ResponderExcluir
  5. AS resenhas que leio de Estilhça-me são maravilhosas, todos o elogiam por ter a pegada de X-Men, que confesso sou fascinado por X-Men, e desde estão estou obcecado pra ler o livro. Sem falar da capa que é metalozada.
    Quero logo ler esse livro.
    Bela resenha!

    ResponderExcluir
  6. Esse livro me assusta um pouco com a historia,e com todas as resenhas negativas que li sobre ele ser cansativo lento e etc..Mas me anima também quando alguém fala bem dele por isso quero muito ler pra tirar minhas próprias conclusões.

    ResponderExcluir
  7. Sou louca por esse livro.
    Não sei por que, o que ele tem de diferente... :)
    Se é o fato de ser a vampira DIGO, a Juliette assim tão x.

    Beijos, Blanc
    Moda e eu

    ResponderExcluir
  8. O que me chamou a atenção nesse livro incialmente foi a capa, que é muito bonita. Eu ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas estou morrendo de vontade de comprá-lo! Juliette parece ser uma protagonista de personalidade forte e eu quero ver como ela vai se relacionar com o Adam

    ResponderExcluir
  9. Desde a primeira vez que vi e li a sinopse desse livro, me encantei. Eu gosto muito desse gênero de literatura e quando vi que a autora baseou-se em uma personagem dos X-Men (sou apaixonado pelo desenho), para criar a protagonista da história, fiquei mais ansioso ainda pra ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  10. Eu não tenho o mínimo interesse por esse livro :/ não curto a sinopse, nem a capa... apesar de muitas resenhas positivas, não é o tipo de livro que eu curto!

    ResponderExcluir
  11. Distopias são legais,a maioria são interessantes e os temas bastante polemicos, tomara que essa seja tão boa quanto essas. =D

    ResponderExcluir
  12. Continuaçoes me fazem roer as unhas(caso eu goste muito da série).Esta parece ser otima e também me lembrei da Vampira do X-Men.
    Beijos
    FAbianne

    ResponderExcluir
  13. Estou ansiosa pela continuação também, apesar de ter sentido um pouco de falta de maiores detalhes sobre a população e avida que levam neste novo mundo, MAS o livro foi muito bom, Warner me deixa arrepiada e estou bem curiosa sobre o que ele vai aprontar no próximo livro, assim como não vejo a hora de ler mais cenas calorosas entre Julliete e Adam e descobrir mais se Adam tem algum tipo de dom/poder que o faz poder tocar em Julliete... Espero que a a continuação seja lancada em breve. (yn)
    Adorei a resenha. *-*

    Beijocas ;*
    http://macckysbookshelf.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Virginia de Oliveira10:27:00 AM

    Gostei desse livro, ele não é exatamente o que eu esperava mais a história é muito boa.

    ResponderExcluir
  15. Estou louca por esse livro.. Todas as resenhas que leio sobre ele são otimas..minha curiosidade só aumenta a cada dia !!!!

    ResponderExcluir
  16. Ai gente até hoje eu ainda nao tenho esse livro.
    Querooooo muuuuuuito ler ele !

    ResponderExcluir
  17. Faz algum tempo em que eu vi esse livro tinha adorado a capa, porem a sinopse nao me chamou muita atenção por iso ignorei o livro, mas depois de um tempo o livro começou a ter otimas criticas positivas e fiquei curiosa em ler uma resenha mas sempre ficava com preguiça, enfim. Realmente quando penso em Juliette lembro da Vampira, realmente o livro me parece ser otimo, o mundo que a autora mostra é interesante me chamou bastante atenção. fique curiosa em ler esse livro, pois tanto a personagem como o local onde a historia se baseia fiquei mito curiosa pra saber um pouco mais.

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo