Os Homens que não Amavam as Mulheres

07 fevereiro, 2012



Primeiro volume de trilogia cult de mistério que se tornou fenômeno mundial de vendas, Os homens que não amavam as mulheres traz uma dupla irresistível de protagonistas-detetives: o jornalista Mikael Blomkvist e a genial e perturbada hacker Lisbeth Salander. Juntos eles desvelam uma trama verdadeiramente escabrosa envolvendo a elite sueca.
Os homens que não amavam as mulheres é um enigma a portas fechadas - passa-se na circunvizinhança de uma ilha. Em 1966, Harriet Vanger, jovem herdeira de um império industrial, some sem deixar vestígios. No dia de seu desaparecimento, fechara-se o acesso à ilha onde ela e diversos membros de sua extensa família se encontravam. Desde então, a cada ano, Henrik Vanger, o veelho patriarca do clã, recebe uma flor emoldurada - o mesmo presente que Harriet lhe dava, até desaparecer. Ou ser morta. Pois Henrik está convencido de que ela foi assassinada. E que um Vanger a matou.


No primeiro volume da trilogia Millennium, Mikael Blomkvist está sendo julgado por ter publicado em sua revista – Millennium – uma matéria falsa. Ao se ver sem dinheiro, prestes a cumprir uma pena de prisão e com a credibilidade de seu trabalho reduzida a pó, além de todas as perdas que tudo isso gerou para a revista, Mikael recebe uma proposta um tanto curiosa e louca, mas que pode ser a única opção para esse tempo ruim de sua vida.
A proposta? Henrik Vanger, um rico sueco que está velho e sabe que não vai durar muito mais tem um mistério ainda sem resposta, em 1966 sua sobrinha Harriet Vanger desapareceu. Outro acontecimento na ilha em que a família Vanger vivia distraiu a atenção de todos e os isolou na ilha, assim, quem quer que a tenha matado faz parte de sua família e escondeu o corpo muito bem. Anos de buscas desenfreadas não o levou até nada, mas algo continua acontecendo, desde nova Harriet sempre lhe dava uma flor emoldurada a cada aniversário, em 1966 ela foi dada como morta, mas as flores continuaram sendo enviada, porém ninguém sabia que a garota fazia isso.
Do outro lado temos Lisbeth Salander, uma garota totalmente perturbada, uma personagem com forte carga emocional e um passado mais pesado ainda, sua aparência incomum chama a atenção e assusta, assim como seu sarcasmo e seu comportamento nada sociável – fatos esses que a levaram a ser mantida sob tutela do Estado, sendo considerava incapaz de administrar sua boa vida. O que o governo não sabe é do real talento de Lisbeth: com um conhecimento que não foi adquirido em escolas, ela é a maior hacker de sistemas do país. Trabalhando para uma empresa de segurança, cada um de seus dossiês é impecável e enorme, vindo de fontes inimagináveis.
Todo esse talento mostra-se útil a Mikael conforme sua pesquisa do que houve há quarenta anos atrás avança, tornando-os parceiros – e muito mais que isso. Lisbeth devido a todo seu passado tem sérios problemas de confiança, mas com Mikael curiosamente isso passa a se esvair.

Definitivamente não é o tipo de livro que quem procura um romance ou algo suave deve se aproximar! Carregado de informações já nas primeiras páginas, conhecer toda a família Vanger a princípio é complicado, e mais além disso, toda a trama criada por Stieg Larsson envolve tamanho mistério que fatos começam a se cruzar prendendo o leitor e chamando atenção para o que ocorreu. Mas a história não é bonita, os acontecimentos são pesado com descrições profundas e bem feitas, que permitem que você imagine exatamente o que está ocorrendo, o que muitas vezes causa arrepios.
O passado de Lisbeth parece acabar com sua vida cada vez mais, tornando a personagem ainda mais misteriosa e sofrida; já com Mikael, ele é cheio de altos e baixos, cético a princípio, derrotado pelo julgamento, otimista ao se aprofundar na pesquisa, amedrontado ao ser ameaçado, estupefato pelas habilidades de hacker dela. Definitivamente faz você querer acompanhar de perto essa história.
O único porém que encontrei nessa edição foi que mesmo tendo sido lançada há pouco tempo ainda está na velha regra ortográfica, sei que não é obrigatório ainda, mas me parece meio perda de tempo/dinheiro lançar agora um livro que ainda usa tremas e acentos em ideia, por exemplo. O que obviamente não prejudica em nada o entendimento da história, mas também não passa despercebido.
E senti falta das notas de rodapé, não sou dessas que sempre as leem, mas sendo o livro original em sueco, a edição brasileira tendo sido traduzida da francesa, muitos termos permaneceram em outro idioma – o que as vezes dificulta, não que o leitor não compreenda o que está ali, mas algumas vezes pode demorar um pouquinho.
Agora o que eu achei realmente interessante foi a ideia de no início do livro ter a árvore genealógica da família Vanger - porque você sempre acaba confundindo alguém! – e conforme a ilha é descrita, tem um pequeno mapa ilustrado que também ajuda bastante, não só para se localizar, mas para imaginar a disposição das casas.
Então fica aqui a resenha de um livro muito recomendado para quem gosta do estilo!

ps: comentários sobre a edição com essa capa preta com fogo!

19 comentários:

  1. Estou doida pra ler esse livro tipo assim , muito curiosa ! Eu ja vi ele nas livrarias mas superrrr caro ! Muito caro ! Não deu ainda pra eu compara mas é so eu arranjar o dinheiro e vou comprar ! Se quizerem me dar de presente eu aceito ! Amei a resenha abalou gerau ! Beijos !

    ResponderExcluir
  2. Eu estou com esse livro aqui e ainda não tive coragem de ler... acho que agora vou me jogar!!
    Estou mesmo precisando dar uma pausa nos romances...

    beijos

    ResponderExcluir
  3. eu AMO esse livro. ele tem todos os ingredientes pra manter o leitor preso e pra manter a história na sua cabeça por dias. os personagens são fortes, a história é marcante e o único defeito é que a série tem só três livros. Stieg Larsson, por que você morreu??

    ResponderExcluir
  4. me pareceu um livro bem pesado e um pouco cmplexo, mas deve ser interessantissmo! quando eu tiver tempo, e minha mente estiver beem relaxada, acho que lerei sim :)

    ResponderExcluir
  5. Estou louca para ler a trilogia.. já comecei há um tempo.. mas parei na metade.. quero ler a série toda!!!
    beijos
    Angelica
    www.angelicabrunatto.com.b

    ResponderExcluir
  6. Sei lá... Não me interessou, sua resenha está ótima, mas sinceramente o livro não me interessou ))=

    ResponderExcluir
  7. Ah, eu não senti falta de nota de rodapé não... confesso que tenho raiva quando as utilizam em excesso - poluem o livro ><
    Eu adorei essa série, mas realmente não é para quem procura aquele tipo de romance romântico não... é um livro policial - para quem gosta do gênero ^^

    Beijos, Nanie - Nanie's World

    ResponderExcluir
  8. O filme que lançaram recentemente me incentivou e muito a ler a série. vamos ver se consigo.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  9. A capa é um pouco diferente ! Mas a historia me conquistou bastante ! Adorei a resenha ! Beijos !
    A capa podia ser melhor !

    ResponderExcluir
  10. Não senti muita vontade de ler esses livros não, achei o filme muito estranho.

    ResponderExcluir
  11. Simplesmente AMO este livro(é um dos meus favoritos).A narrativa é excelente,assim como os personagens.Também gostei do fato de ter uma arvore genealogica,ja que sao muitos personagens.
    Bjus
    Fabianne

    ResponderExcluir
  12. Acho essa capa muito linda, mas estava em dúvida se lia então assisti o filme... e não curti :/

    ResponderExcluir
  13. Virginia de Oliveira11:33:00 AM

    Assisti o filme desse livro e gostei muito dele, quero ler esse livro para ver com mais detalhes essa história.

    ResponderExcluir
  14. A febre desta trilogia passou... ;O
    rs
    Tenho preguicinha de começar a ler devido ao fato de o inicio ser lento, tenho medo de que isso estrague a leitura para mim. :S
    Mas um dia, com tempo, pretendo ler. :D
    Ate pq eu adoro um bom mistério. (;

    ResponderExcluir
  15. esse livro tem tudo que me prende a leitura , sou louca por ele,

    ResponderExcluir
  16. Este é o tipo do livro que vai contra muito do que é escrito por aí. Uma história nada bonitinha, aliás bem pesada. Mas muito bem elaborada, com personagens fortes, muito mistério, ação e tensão!
    Adoro!
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Sou fissurada nesse autor (pena que morreu) amo essa serie li ate o 2, os filmes tambem sao demais.

    ResponderExcluir
  18. Tenho muita vontade de ler esses livros, nem o filme não vi ainda, mas dizem ser bom..

    ResponderExcluir
  19. tenho vontade de ler esse livro² uma capa forte bem marcante!

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo