O Dia da Caça

06 dezembro, 2011


Alex Cross está diante do criminoso mais cruel que já enfrentou Quando o detetive Alex Cross é chamado para investigar um caso de assassinato, depara-se com a cena de crime mais terrível que já viu em toda a sua carreira: uma família inteira foi morta dentro de casa. Tudo fica ainda mais chocante quando ele descobre que uma das vítimas é Ellie Cox, sua ex-namorada dos tempos de faculdade. Furioso, Cross decide pegar o assassino a qualquer custo Logo depois outro crime acontece, novamente envolvendo uma família inteira, só que dessa vez alguns membros dela estavam nos Estados Unidos e outros, na África. A investigação leva a crer que o assassino, conhecido apenas como Tiger, viajou para a Nigéria. Sem hesitar, Cross vai atrás dele. O detetive entra numa caçada implacável, numa terra sem lei Ao chegar lá, Cross se vê diante de um terrível cenário de miséria, violência e guerra civil iminente. Sem nenhuma ajuda, ele se envolve numa luta contra a corrupção e contra uma conspiração que parece não ter fronteiras, que pode pôr em risco sua vida e a de todas as pessoas que ele ama.

Alex Cross é um detetive que adora o seu trabalho, mas nunca imaginou se ver tão preso em um caso. Uma série de assassinatos vêm acontecendo na cidade, a começar pelo da família Cox, cuja uma das vitimas era amiga de Alex. A característica marcante desses assassinatos? Quem quer que os tenha cometido, não poupou ninguém. Famílias inteiras assassinadas dentro de suas próprias casas.
A princípio não há ligação, o que torna tudo ainda mais misterioso, até evidências começarem a aparecer... Tudo leva a um cara negro e grande, e crianças, também negras. Todos africanos. O nome dele é Tiger. Assim o mistério aumenta? O que um africano viria fazer nos EUA com um bando de crianças e o levaria a assassinar famílias inteiras?
E por que essas pessoas?
Em uma primeira investigação não há nada que os ligue. O que leva Alex a fazer algo impensado: ir para a África atrás do assassino.
Assim começa sua caçada nesse país louco e sem leis, onde todos são comprados por quem domina a região, o que logo vai fazer Alex perceber que está em desvantagem ali, em um lugar que não consegue nem entender o que estão falando. Contando com ajuda de poucas pessoas do bem, Alex segue em uma viagem arriscada atrás desse homem, e depois que todos sabem de sua presença no país, a caça agora é ele, e todos que o acompanham.

Confesso que demorei para ler os primeiros capítulos e agora me pergunto por que? Sério. Acabou se transformando em um mistério tão bem bolado com ligações muito bem feitas que quando dei por mim queria descobrir logo tudo que estava acontecendo ali.
Outro ponto que me atraiu muito foi a realidade transmitida na história, contando como é a vida na África, relatando a tragédia de pessoas que tentam seguir em frente nas cidades que foram devastadas pelas guerras civis, onde os próprios guardas se deixam vender e elas não contam com ninguém para protegê-las, vivendo em abrigos praticamente somente mulheres e crianças, todas indefesas contra um mundo de pessoas cruéis e impiedosas. James Patterson acabou retratando bem cenas que já foram exibidas em filmes, como no filme O Jardineiro Fiel, explorando essa realidade na África.
Capítulos são curtos e a leitura acaba fluindo rápido, numa trama que prende cada vez mais!


13 comentários:

  1. Ainda não li nenhum livro desse autor, mas adoro suspense! Sou fã do Harlan Coben e foi com ele que aprendi a gostar desses livros cheios de mistérios que me fazem ficar careca. hehe Eu gostei do filme o Jardinheiro fiel (apesar de ter cenas bem 'difíceis') e se explorar mesmo essa realidade (além da trama principal) deve ser mesmo pra lá de interessante. Espero poder ler em breve. ^-^

    PS: entendo porque você demorou a se animar. Livros assim geralmente são muito lentos no começo. =/

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. não li nada do patterson ainda e acho que o primeiro dele que vou ler não vai ser desse gênero que tanto adoro, suspense/policial... vai ser o diário de suzana para nicolas.
    a lentidão no comecinho chega a desanimar mesmo, isso acontece muito comigo, mas nem sempre é por causa do gênero não...
    gostei muito da resenha, talvez eu tente comprar esse e 4 de julho!
    ;**

    ResponderExcluir
  3. Bom, eu sempre assisto a séries policiais, mas até agora não li nenhum livro nesse estilo. O.O Esse parece ser interessante. Aliás só vejo comentários positivos dos livros do James.

    Beijos

    Amigas entre Livros

    ResponderExcluir
  4. Adoro mistérios bem bolado mas mesmo assim ainda estou no momento de ler romances, chick-lit's e tudo o mais.. Então vai demorar pra eu pegar pra ler algo do James Petterson :/


    xoxo,
    thay # http://thaypriscilla.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Virginia de Oliveira7:49:00 PM

    Só escuto maravilhas sobre os livros de James Patterson mas nunca li nenhum livro dele, acho que tenho que tomar vergonha na cara e providenciar os livros para mim ler. Esse livro parece muito bom, gosto muito de livros de suspense e que mostrei como é a vida das que moram em outros continentes que tem uma vida totalmente diferente e sofre diversas injustiças, esses livros nos ajudam refletir, e nos tornar pessoas melhores. Ótima escolha de livro para a resenha, continue assim.
    Beijos!
    @virginiadeob

    ResponderExcluir
  6. oi menians, eu consegui parceira com a editora e quero mto receber esse livro pra resenha, ja tenho ouvido mtos elogios a ele... adorei a resenha, bjnhos Pri

    Pri e Os LIVROS

    ResponderExcluir
  7. Nossa,
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler nada do Patterson, mas só tenho visto elogios por ai.
    A resenha de O dia da caça ficou ótima.
    Quero mt ler.

    Bjok

    ResponderExcluir
  8. Adoooro um livro de misterio, mas como você disse que os primeiros capitulos são meio zzz eu fiquei com o pé atrás com esse livro.

    hahahahha

    ResponderExcluir
  9. Posso fazer uma revelação? Eu nunca leio as resenhas inteiras ): Eu sempre pulo pros comantarios de quem leu. Sei lá... O livro tem que cativar pela capa e pelo nome, ou pelo autor, a historia eu vou descobrir depois. E sei lá, esse era um livro que eu não daria O MÍNIMO de atenção numa livraria. Mas dai eu li o que voce falou sobre o livro e quase chorei de dó ): Ai quero ler...

    ResponderExcluir
  10. Tenho ouvido falar bastante de Patterson e tenho uma certa curiosidade em ler os livros deles, mas, infelizmente, não tenho nenhum.
    Sei bem como é ler um livro não muito empolgante no inicio e que depois prende a nossa atenção que a gente se pergunta como demorou tanto nesses capitulos iniciais. (tô lendo 'A Hospedeira' e o tempo que levei para ler os primeiros capítulos é maior do que o resto do livro hahaha)

    Bjs,

    ResponderExcluir
  11. Comprei esse livro a pouco tempo, mas ainda não li, porque tem vários outros na frente, logo logo eu vou ler,otima resenha (=

    ResponderExcluir
  12. Ainda não concegui comprar esse livro porque sempre esqueço de pedi pra vereficar na livraria ! Mas quando tiver chance eu vou ler ! E volta aqui pra dar minha opinião !

    ResponderExcluir
  13. suspense é sempre bom , e esse parece prender o leitor, gostei

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo