O Despertar da Meia-Noite

22 dezembro, 2011

Sinopse: Com uma adaga na mão e a vingança na mente, a bela Elise Chase percorre as ruas de Boston em busca de vingança contra os Renegados que lhe arrebataram tudo o que amava. Fazendo uso de um extraordinário dom psíquico, ela localiza as presas, consciente de que o poder que possui pode destruí-la. Tem de aprender a dominar o seu dom, e para isso pode apenas pedir ajuda a um homem: Tegan, o mais letal dos guerreiros da Raça. Tegan, que não é alheio à perda, conhece a dor de Elise. Sabe o que é a fúria, mas quando mata os inimigos só há gelo nas suas veias. É perfeito no seu autodomínio até que Elise lhe pede ajuda para a sua guerra pessoal. Forja-se entre eles uma aliança - um vínculo que os unirá pelo sangue - e os mergulhará numa tempestade de perigo, de desejo e das mais sombrias paixões do coração.


Atormentada desde a morte de seu filho, Elise busca vingança a cada dia de sua vida. Após a morte dele ela não se viu em outro futuro, se não, fazendo justiça com as próprias mãos, e desde então, saiu do Refúgio ao qual residia, e sua batalha começou. Dia após dia, ela ia atrás de subordinados, tentando eliminá-los, para que ao menos o que aconteceu com o filho dela, não acontecesse com outros jovens vampiros, até que, ela eliminou o subordinado errado, ou, do ponto de vista da Ordem, o certo, só que certo até demais.

Ele deveria receber uma encomenda muito importante para o seu mestre, mas a encomenda não havia chegado, e antes que ele aparecesse no dia seguinte, Elise apareceu e o matou, só que já era tarde da noite, e toda vez que ela fazia isso – saía para qualquer lugar que fosse – seu dom a cansava demais, e era um esforço enorme voltar para o seu apartamento, mas ainda assim o fez, só que, estava suja de sangue – do subordinado – e acabou chamando a atenção de alguns renegados, colocando sua vida em perigo, se não fosse por Tegan, membro da Ordem, que estava perto do local, sentiu o cheiro de sangue, e acabou salvando-a. No entanto, ao mesmo tempo em que a salvou, se espantou, porque conhecia aquela mulher, e sabia que ela não morava naquele lugar nem próximo dalí, e além do mais, o que havia acontecido? O que fazia ela com um arma de titânio nas mãos? Algo não estava certo...

Entre reviravoltas, mudanças, desacordos, contradições, lutas, batalhas, inseguranças, e tudo o que uma história tem direito, passamos a entender o que se passa tanto na cabeça de Elise quanto na de Tegan, em uma história que não deixa nada a desejar.


Eu ia até fazer uma resenha/resumo/whatever da história inteira, porque já ouvi muitas pessoas falando da resenha ser só uma sinopse estendida com comentário sobre o que achou, mas a verdade é que eu gosto, pessoalmente, de resenhas assim, porque odeio spoiler, então, quanto menos a pessoa contar sobre o livro, e mais contar sobre como ou porque ela gostou, melhor eu acho, por isso, vou fazer do meu jeito, ok? :)

Bom gente, em termos de história, acho que melhorou muito! Deu um super salto do primeiro pro terceiro livro, ficando empatado entre os dois, porque, eu sinceramente, AMOO o Lucan (Guerreiro do 1º livro) mas também amei a Elise, que é desse livro – não desmerecendo, é claro, a Gabrielle e o Tegan, que são ótimos também – então em questão de contexto fica empatado, e de personagem também, só que a Elise... Gente, eu não sei, eu só acho que ela representa essa força feminina, sabe? Que esses livros da Irmandade e de Midnight Breed, querendo ou não, eles são meio machistas – As “fêmeas” ficam em casa, enquanto os “machos” saem pra “caçar”? Tem mais sexista que isso? :x – mas enfim, o que eu quero dizer é que nesse livro, a Elise não liga pra o que eles dizem sobre “mulheres no campo de batalha”, ela quer ir lá, e ter a vingança dela, a justiça dela, com as próprias mãos, e não quer depender de ninguém, e é isso que eu acho legal, porque no contexto da história, dizem tanto que os homens têm quase adoração pelas mulheres, mas na hora de respeitá-las como guerreiras, eles não querem, então, quando a Elise se rebela, é tipo WOOOOOWWWW! \o/

Enfim, esse foi um dos pontos altos da história que eu mais gosto de destacar, porque, né, girl-power. Mas além disso, nesse livro, a gente vê a história se desenvolver para um lado diferente de apenas eliminar Renegados e achar Companheiras de Raça, e percebe-se que a partir dela, existe um plano muito maior do que qualquer um tinha sequer imaginado, e que vai deixar todo mundo pensando: “E agora?”

Acho que a autora criou esse “problema” no momento certo, e foi muito bem pensado o como ela introduziu isso na história, e foi ligando os pontos, não deixando nenhuma ponta solta, e eu, pessoalmente, estou super curiosa pra saber o que vai acontecer a seguir, e mal posso esperar pela continuação, ou seja, pelos próximos livros! :)

E é isso...
Preciso dizer que super-recomendo? :DDD

Beijoos :*
Thayná.

9 comentários:

  1. Ainda não li o livro, mas a capa me fisgou, rs. ^^
    Parabéns pela resenha, flor.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Recebi ele, vou começar a ler logo, espero gostar ;D

    Beijo,
    Lariane -www.leiturasedevaneios.com.br

    ResponderExcluir
  3. Livros machistas não combinam comigo :/ Anyway eu nem sabia que era uma série O.O E não sei se ela entraria na minha lista de leituras urgentes - sim, eu tenho uma lista de leituras urgentes rsrs - mas, me parece até interessante. Se puder eu leio sim! *-*

    Beijos

    Amigas entre Livros

    ResponderExcluir
  4. Virginia de Oliveira1:36:00 AM

    Eu não sabia que era uma série, esse livro realmente parece ser bom, gosto muito de livros que contam histórias de mulheres guerreiras que sabem se defender, que lutam e sabem o que querem. Pelo o que li na resenha esse livro é mais ou menos isso, e esse livro parece ser ótimo.
    @vriginiadeob

    ResponderExcluir
  5. eu quero muito começar essa série, parece ter uma pegada IAN :D

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda nao li nada dessa serie, mas muita gente já me falou que é boa, mas acho que vou dar um tempo nos sobrenaturais, eu li demais esse genero!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Sua resenha está ótima! E adoro livros sobrenaturais! AHUAHUAUHA

    ResponderExcluir
  8. Historia linda , resenha caprixada , voce conceguiu me chamar atenção pra essa serie !! Adoro romances sobrenaturais ! Muito linda a capa ! me arrepiou !

    ResponderExcluir
  9. bela historia , você fez uma otima resenha ..fiquei interessada!

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo