Identidade Roubada

16 setembro, 2011


Era para ser um dia como outro qualquer na vida de Annie O’Sullivan. A corretora de imóveis levanta da cama com três objetivos: vender uma casa, fazer as pazes com a mãe e não se atrasar para o jantar com o namorado. Naquele domingo, aparecem poucas pessoas interessadas em visitar o imóvel. Quando Annie está prestes a ir embora, uma van estaciona diante da casa e um homem sorridente vem em sua direção. A corretora tem certeza de que será seu dia de sorte. Mas o inferno está apenas começando. Sequestrada por um psicopata, Annie fica presa durante um ano inteiro em um chalé nas montanhas, onde vive um pesadelo que deixará marcas profundas.

Deveria ser um dia comum em sua rotina, discutiu levemente com a mãe, tinha um plantão de vendas para fazer, iria se encontrar mais tarde com o namorado... De fato estava sendo um dia comum, até um homem sorridente aparecer nos últimos minutos de seu plantão pedindo para ver a casa, e logo mudando a sua vida por completo.
David, foi esse o nome que ele disse ter, mas que Annie duvidava ser verdadeiro, a levou dali para um chalé em uma montanha, privando-a da vida em sociedade, sequestrando-a para que pudessem viver só os dois, juntos, e começarem uma nova era sem a corrupção das pessoas, os alimentos industrializados, remédios que na verdade são venenos... E por um ano inteiro Annie teve de suportar viver nisso, sendo posta em uma rotina que acontecia de acordo com os desejos dele, tendo de se deixar banhar e vestir, tendo de agradá-lo a todo instante e vivendo cercada pelo medo do que o momento seguinte aguardava, pois David era instável e ela nunca sabia como ele iria reagir a seguir. E, principalmente, vivendo reclusa assim sem nem entender o porquê disso.
Agora, estando de volta depois de um ano em cativeiro, Annie tem de lutar com sua própria mente para voltar a se acostumar com a vida que levava antes. Ela tem crises de pânico, não convive mais com os amigos, não tem mais coragem de voltar a ser corretora e sua volta para casa é cercada pela imprensa, seu telefone toca todos os dias com propostas absurdas para alguém se vangloriar fazendo um filme da desgraça que ocorreu em sua vida. E enquanto tenta seguir em frente, Annie acompanha também as investigações a respeito do caso, e as pistas vão levando a um esquema que ela nunca poderia imaginar estar envolvida.

Confesso que fiquei receosa em pedir esse livro para resenha, pois parece que agora sequestros são o tema da vez, sério, só esse ano esse é o terceiro livro resenhado aqui sobre o tema. Foram resenhas de outras blogueiras que me empolgaram, e a surpresa não poderia ter sido maior.
A história se passa com Anne contando a sua terapeuta o que ocorreu nesse ano em que esteve em cativeiro, mostrando os medos da protagonista, a dificuldade em se readaptar e seguir com a vida, onde cada avanço, como se habituar a ir ao banheiro a hora que quer e não nos horários que o psicopata lhe estabeleceu ou voltar a dormir em uma cama, é realmente uma conquista.
Achei uma ideia ótima essa da autora, onde cada capítulo é uma nova sessão com a terapeuta.
Identidade Roubada me surpreendeu de verdade, foi uma história muito bem escrita e desenvolvida, tratando de forma diferente do tema, ligando todos os pontos para dar em uma exposição de motivos que deixa você revoltada e sem acreditar mesmo dias depois de ter terminado o livro. Sem dúvidas super recomendo!

22 comentários:

  1. Estou esperando chegar meu Identidade roubada *-*
    Eu também fiquei meio receosa mas creio que gostarei do livro :)

    ResponderExcluir
  2. Parece ser legal, apesar desse tema não me chamar muito a atenção. =D

    ResponderExcluir
  3. estou louca pra ler esse livro desde que li a sinopse! e agora mais ainda! a tematica me atrai bastante; e uma história bem escrita é sempre boa!
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Fico meio receosa de ler livros assim ... depois q li menina quase-morta, fiquei meio traumatizada com esse tema, fiquei muito impressionada com a historia, não conseguia tirar ela da cabeça, foi meio angustiando, não sou muito fã de histórias triste, mas pela resenha vi q essa história é diferente, fique curiosa, quem sabe não tomo coragem e leio ... rss

    ResponderExcluir
  5. Eu sempre tive muita vontade de ler esse livro, parece muito bom.

    Adorei a capa, e sua resenha me deu mais vontade de ler o livro. Parabéns!

    Beijos

    Lu Tazinazzo
    http://aceitaumleite.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Assim como vocês, tô receosa de ler esse livro. Parece ser um tanto... forte (?).
    Por agora, não me lembro de ter lido algo desse tema, mas que já. :D
    Sua resenha me deixou curiosa para saber o que se passou com a Annie. E principalmente, o que aconteceu no cativeiro que deixou tantas e muitas marcas nela...
    Super curiosa! Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda não li nenhum livro com o tema sequestro, mas parece ser um livro denso, né!
    Fico imaginando quais seriam os traumas que a protagonista passou durante esse ano que ele esteve em cativeiro...

    Joelma Alves
    @joelmaalves
    joelmaalves3@hotmail.com
    http://cliqueneurotico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Essa capa é tão bonita! E livros com psicopatas e sequestros são tão interessantes, quero muito esse!!

    ResponderExcluir
  9. Oi!

    Quero muito ler esse livro. Imagina viver uma situação dessas, que coisa horrível! E pensar que isso acontece, e muito!

    Bjos!

    ResponderExcluir
  10. Livros de sequestro,como vc disse realmente estão em alta.
    Eu tbm fiquei meio ressabiada em ler,contudo após ler algumas resenhas,percebi o quão bom esse livro é.
    Tudo bem que teve uma resenha,que contou quem era o(a) mandante do sequestro,o que acabou com grande parte do suspense para mim,mas creio que mesmo assim a minha vontade de lê-lo é maior.
    =)

    Thays,sua resenha ficou ótima!!!!!!!

    bjs Nati

    ResponderExcluir
  11. quero demaaais esse livro! parece ser muito bom *--*

    twitter: @_jUH98

    ResponderExcluir
  12. Desde que foi lançado tenho muita vontade de ler esse livro. Embora eu tenha um certo receio de livros com violência, mas depois de ler inúmeras resenhas sobre esse livro, fiquei com mais vontade de ler. Você tem um modo bem diferente e muito interessante de passar sua opinião pela resenha. gostei muito. Parabéns.

    ResponderExcluir
  13. @Isabela_mss12:54:00 PM

    Noooossa parece muuuito bom! *---* Tenho uma grande queda por suspense,e essa não é a primeira resenha que leio desse livro, amei mesmo (:

    ResponderExcluir
  14. Paula C.12:14:00 PM

    Nossa! Louca pra ler, quero muito mergulhar nessa trama e descobrir o que aconteceu com a menina nesse tempo de sequestrada.

    ResponderExcluir
  15. resenha muito boa. esse livro *_* estou apaixonada pela arqueiro... li um livro do Joe Hill. me diverti a beça.
    beijos
    bom domingo!

    ResponderExcluir
  16. Ótima resenha!
    Agora estou mais curiosa do que antes pra ler esse livro *.*
    Beijinhos ;*

    ResponderExcluir
  17. pelo pouco que vi da resenha parece ser um daqueles livros que te prende do inicio ao fim, eu já quero ler amei sua resenha ^^

    ResponderExcluir
  18. Anônimo1:57:00 AM

    Nome: Russara

    OBS.: TENHO PROBLEMAS COM AS MINHAS CONTAS, POR ISSO LHE ESCREVO "ANÔNIMAMENTE". ME DESCULPE.

    Comentário: esse livro é perfeito pra eu poder madrugar folheando-o sem hora pra terminar ;D

    ResponderExcluir
  19. ainda nao li nenhum livro com o tema "sequestro", e achei que a historia fosse basicamente só isso, mas pelo visto tem mais misterio ai...

    ResponderExcluir
  20. Ainda não li esse livro ! Mas tenho que dizer que a historia não me chamou muita atenção ! Bem vou deixar esse pra proxima ! Otima resenha ! Beijos !

    ResponderExcluir
  21. Sei lá, o livro não parece me interessar muito... esse tema não é muito minha cara e eu fico depressiva quando eu vejo livros assim.
    Mas quem saiba eu leia? É sempre bom ler livros novos e temas novo não é?

    ResponderExcluir
  22. Esse livro parece ser ótimo, adorei a resenha! Adoro a capa dele tb.

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo