Os Delírios de Consumo de Becky Bloom

28 abril, 2011


Rebecca Bloom é uma garota londrina com um péssimo hábito. É uma consumidora compulsiva. Apesar de ser uma jornalista especializada em mercado financeiro, não consegue controlar suas próprias finanças. Endividada até a alma, vive fugindo do seu gerente de banco e procurando fórmulas mirabolantes para pagar a fatura do cartão de crédito. E ainda encontra tempo para se apaixonar. Um romance muito divertido que faz um retrato de quase todas as mulheres que conhecemos.

Muita gente diria que a Becky não é diferente de muitas mulheres, pois afinal ela adora comprar. Mas não é só adorar, ela é compulsiva por compras que vão desde maquiagem a sapatos e bolsas, e tudo entra no pacote: decoração, itens desnecessários e a lista continua de forma extensiva. E com a Becky é assim: tudo que ela compra é dizendo que precisa daquilo, mesmo tendo meia dúzia de peças semelhantes, ela precisa de uma nova.
Esse é o primeiro livro da saga Becky Bloom, escrito pela autora Sophie Kinsella (que graças a Ju, do Lost in Chick Lit, eu descobri que esse é um pseudônimo da autora Madeleine Wickham). Sabe quando dizem que em casa de ferreiro o espeto é de pau? Pois então, esse é ditado perfeito para Rebecca Bloom, uma jornalista financeira que ganha a vida dizendo como as pessoas devem fazer para economizar e ganhar dinheiro, enquanto ela se afunda cada vez mais e mais em dívidas com o cartão de crédito.
É por essas contas e pela falta de pagamento, que Derek Smith surge na história, praticamente perseguindo-a e cansando de enviar cartas para que ela pague as suas contas, mas Becky só cria desculpas e mais desculpas (se machucou, viajou, alguém morreu), pagando nada de sua conta do cartão de crédito, continuando a gastar desenfreadamente e nunca falando ou respondendo as correspondências que Derek envia para ela.
E como tinha de ser, os limites de seu cartão vão se extinguindo, e é em uma de suas compras – porque ela se apaixonou pela echarpe – que Becky quase se desespera quando não consegue pagar pela echarpe, e nesse momento aparece Luke Brandon, lhe oferecendo o que falta para comprar a peça, mesmo nunca tendo visto ela antes. E mal sabe ela que ali estava o homem da vida dela...
Fora o vício de Luke por trabalho, ele poderia ser chamado de perfeito cara real – porque ele não é todo delicado e tão romântico quanto príncipes encantados, mas tem seu jeito “normal” e real que faz possível acreditar que pode existir um homem assim em algum lugar ai fora. Como ele é todo viciado em trabalho e quer tudo sempre certo e do melhor modo possível, Rebecca decide que vai bancar a intelectual e expert na área financeira, supostamente só para impressioná-lo depois da boa ação dele para com ela, mas no fundo ela já sabe que não é só isso. O problema é que um relacionamento é uma via de duas mãos, e se ele não quiser nada com ela? E se ele resolver chamá-la para jantar só para discutir assuntos de trabalho?
É entre esses dilemas e arranjando um jeito de pagar as contas – porque a situação já estava extrema demais – que Becky Bloom vive suas primeiras aventuras em Londres, tentando mudar sua situação. Será que ela consegue?

Esse livro foi lançado pela Record e é divertidíssimo! Eu ri muito com as tiradas da Becky, e com os meios dela para não pagar a conta do cartão, por exemplo, deixar a conta na gaveta até que ela suma; ou fingir que não recebeu; e tenho que dizer que ela é a pessoa mais azarada de todas, não é possível (hihi!) ela quer fazer tudo dar certo, impressionar e tudo mais, e tandan, algo sempre sai errado para metê-la em mais confusões! Sem falar que é uma consumista incorrigível...
Foi o primeiro livro que eu li da Sophie, e é muito divertido – humor que ela mantém em outros como Samantha Sweet e O Segredo de Emma Corrigan – e vale muito a pena! O único problema é que não tá sempre em um preço tão acessível, mas nada que um desconto progressivo não ajude. (Só um detalhe, os livros são enormes, então vale a pena o preço!).
Como eu, aposto que muitas pessoas acabaram ouvindo falar do livro graças ao filme de mesmo nome, e que até deu capa nova ao primeiro livro, então só vou aproveitar para esclarecer alguns pontos:
- primeiro, não se decepcione com o roteiro do filme não ter tanto a ver com a história desse primeiro livro, porque na verdade eles juntaram com o livro dois, que é Becky Bloom – Delírios de Consumo na 5ª Avenida;
- então acredito que por ter juntado os dois livros, é por isso que as filmagens do filme foram em Nova York, e não em Londres como se passa a história no primeiro livro;
- e também por juntarem os dois livros, algumas partes não estão nos livros, mas sim no filme para poder fazer sentido!

Então as aventuras de Becky Bloom continuam no próximo livro, e vou fazendo as resenhas da saga até que saia o volume seis, que ainda não tem tradução brasileira, Mini Shopaholic.

8 comentários:

  1. Não sei se este livro iria para a estante, talvez eu leria num emprestimo ou coisa assim, mas não vejo como ele se enquadra no meu estilo de leitura.
    Apesar a que a resenha me deixou bastante curiosa para dar boas risadas com o livro.
    O fato de o livro ser divertido já garante 50% do meu agrado rsss.
    Quem sabe...

    Beijocas

    Vivi
    Filmes, livros & séries
    www.filmeslivroseseries.com

    ResponderExcluir
  2. já li até o livro 4 da série, mas realmente acho que a autora perdeu a mão a partir do livro 2 - achei muito repetitivo! enfim, ainda adoro os 2 primeiros.

    J.
    -The Eater of Books

    ResponderExcluir
  3. Eu amei esse livro - é super divertido \o/

    ResponderExcluir
  4. ri demais com a becky, os livros dessa serie são os mais engraçado que ja li. as vezes me dava nos nervos a irresponsabilidade dela, mas nao tem como não se divertir com ela e se apaixonar pelo luke! o filme me decepcionou bastante, não gostei e nem foi tao engraçado, uma pena :/

    ResponderExcluir
  5. Que capa divertida ^^ HAUAUHAUUA
    E pelo que você falou, o livro também é! Adorei sua resenha!

    ResponderExcluir
  6. Que capa engraçada kkkkkk
    onde ela arranjou tanto dinheiro ? kkkk otimo resenha ! Beijos !

    ResponderExcluir
  7. Eu ADORO a Becky Bloom, me divirto horrores com ela e pago muitos micos com estes livros ao ter ataques de risos no meio da rua. :O ;S

    Quem nunca leu este livro, please em que mundo do chik-lit vc vive?!? Bora ler e se divertir com as trapalhadas da Becky. ;p


    ;**

    ResponderExcluir
  8. ela é demais, a cada livro fico mais louca por ela , adoro !

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo