Halo

07 dezembro, 2010


Três anjos são enviados à Terra com planos de se misturarem aos humanos para assegurar a paz e trazer a bondade : Gabriel, o Herói de Deus, um antigo guerreiro que se disfarça de professor de música; Ivy, serafim abençoada com poderes de cura; e Bethany, a mais nova e inexperiente do grupo, enviada como uma jovem estudante para aprender sobre a humanidade. Após Bethany se encantar com a vida humana, ela começa a viver todas as experiências de uma adolescente normal, até se apaixonar por um rapaz e colocar toda a missão em risco. As forças do mal se aproveitarão dessa situação para pôr seus planos malignos em prática. Um romance de tirar o fôlego, que responderá a pergunta: será que o amor é forte o suficiente para vencer as forças do mal?
É a primeira vez de Bethany na Terra e, ao contrário de seus irmãos – e do que lhes foi passado – ela parece ter um desejo cada vez maior de descobrir todas as sensações, sentir-se humana e conviver entre os humanos, inclusive querendo estabelecer relações como de amizade que, a vista de Ivy e Gabe, são relações desnecessárias e, principalmente, que não irão durar, pois assim que concluírem sua missão na Terra, eles deverão voltar ao Céu, então Bethany terá que deixar todos os novos amigos para trás, talvez até sem se despedir.
De início ela poderia até concordar com eles, de modo que na teoria é fácil de imaginar, caso ela tenha que partir não deve ser fácil dizer adeus, porém, ao chegar a pequena cidade de Venus Cove e depois ao colégio Bryce Hamilton, Bethany conhece primeiro Molly, que se mostra uma garota interessante e realmente empenhada em fazer Beth se sentir incluída, mesmo sendo a novata, além de ajudá-la com tudo que Bethany ainda não entende na Terra. Só essa relação de amizade já seria um grande desafio na hora de se despedir, mas então ela se depara com Xavier Woods, o aluno representante de Bryce Hamilton, que parece ser o garoto perfeito: é leal, bonito, inteligente, bem humorado... Motivos e características suficientes para fazer qualquer garota se apaixonar por ele, e bom, agora sendo uma humana e não sabendo como se desligar dos sentimentos que humanos possuem, Bethany não vira exceção na lista.
Ao saber que o sentimento é recíproco, parecia perfeito ficar com Xavier, estar todo tempo com ele, beijando-o e tudo mais, mas Bethany tem que considerar o fato de ser um anjo, não seria justo com Xavier ficar mentindo o tempo todo sobre quem ela é, e principalmente, quando chegasse a hora de ir embora, se ela simplesmente desaparecesse sem um aviso prévio, como Xavier ficaria? Poucos dias longe dele podem fazê-la enlouquecer, então como será quando chegar a hora de ir embora?
Então Bethany se encontra em um dilema: ser sincera com Xavier e lhe contar quem realmente é, sua missão na Terra e o fato de que uma hora terá de voltar ao Céu; ou continuar como se fosse uma humana normal, enquanto tenta ajudar Gabriel e Ivy em sua missão de melhorar as pessoas?
Fica mais difícil seguir em frente, sendo sincera ou não, quando um jovem carregado por energias negativas começa a fazer um estrago em Venus Cove, e mais do que nunca surge o medo de voltar para casa. Sendo esse jovem um demônio, Bethany está confiante de que Gabe e Ivy podem cuidar dele, mas e depois que a missão for concluída, será hora de voltar para casa? E eles podem mesmo destruir um demônio?

Halo foi um livro particularmente complicado de se resenhar, não só pela história, mas pelo que eu li antes dela, porque vários blogs e várias pessoas já adquiriram Halo, e vários não gostaram assim como tantos outros amaram. Na minha opinião esse não foi o melhor livro do ano, apesar da capa dele estar bem próxima disso, mas também não foi ruim. Só achei em certos pontos a história muito semelhante a outros livros que vemos esses dias, por exemplo, várias vezes Bethany parece uma sósia da Bella, de Crepúsculo, sendo do tipo “vou morrer se não ficar com ele” e todo drama que nós conhecemos bem, e o Xavier sendo meio a personificação de perfeição, como o Edward; e outro aspecto que eu achei muito semelhante foi o vilão ser muito parecido com Roman, “vilão” dos livros da saga Os Imortais, fazendo toda escola segui-lo e deixando todos contra Bethany pra que ela fique sozinha.
Assim, são pontos semelhantes, mas que foram trabalhados de uma boa maneira, e não prejudica a história. Só acaba não sendo 100% original.
E para você que quer ler Halo, esteja ciente que é puramente um romance! Os anjos têm a missão de livrar a Terra do mal, porém neste primeiro livro da saga, a prioridade não é as lutas contra o mal nem a missão, mas sim a descoberta dos sentimentos humanos por uma anja novata.
Então sabendo bem como a história é abordada, espero que ajude algumas pessoas a se decidirem sobre o livro. E perceberam, né? Quem curte Crepúsculo, provavelmente vai curtir Halo!

ps: desculpa quem não gosta de comparações a outros livros, mas com a diversidade de opiniões sobre Halo, achei que seria o modo mais simples e eficaz de entenderem um pouco dos personagens!


Beijooos :*


--
SORTEIO!
Comentem atéas 23h59 do dia 11/12 e concorram ao marcador de Halo + marcadores do blog!

RESULTADO!



Parabéns Maryzlane! Como já tenho seu endereço, logo vai ser enviado os marcadores.

16 comentários:

  1. Vale dizer q eu odeie? De novo? hahhhahahaahah
    Esse livro DEFINITIVAMENTE nao foi p/ mim. E a raiva de ter comprado a peste? aff... Antes tivesse recebido p/ resenha! hahahahaahahah A raiva ia ser menor.

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha! Eu gostei bastante do livro, apesar de realmente ser um romance água com açúcar...
    Mas mesmo assim a história é linda *-*

    ResponderExcluir
  3. Meeeeu a Livia completamente me tirou qualquer fio de vontade que eu poderia ter de ler Halo UHAHUA sério, anjo eca, romance eca, erros absurdos eca... não rola xD

    ResponderExcluir
  4. Também não gostei muito desse livro. =/
    A capa é linda... Mas a história em si é muito fraca.
    Enquanto eu lia, também ficava com a sensação de já ter visto aquilo em Crepúsculo.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Halo é um livro muito duvidoso. Veio com a moda dos anjos, e muitas pessoas têm falado mal dele. Mas vou dar uma chance.

    ResponderExcluir
  6. Acho que esse livro não é pra mim. Mesmo a sua resenha sendo positiva encontrei coisas que eu sei que não gostaria no livro. Ainda vou pensar mais antes de decidir se vou ler ele.

    ResponderExcluir
  7. A sua resenha resolveu a minha dúvida, perdi a vontade de ler, não dizendo que sua resenha foi totalmente negativa, pois não foi, mas o fato de parecer com Crepúsculo e ser muito romântico me desanimou.

    ResponderExcluir
  8. Amo resenhas sinceras =D

    Mas eu simplesmente me apaixonei por Halo... Não sei se posso definir um livro como melhor ou não do ano, mas se posso, esse estaria sim nas melhores colocações \o
    Bem, no meu blog também resenhei Halo, da uma olhada *-*
    http://caos-legacy.blogspot.com/2010/11/halo.html

    Tem uma pequena curiosidade no final ;D
    Bjooos!

    ResponderExcluir
  9. Bom o livro me parece ser bem interessante, estou doida para ler, quanto a ser parecido com crepusculo bom eu gosto da saga de twilight,então não deve ser tão dificil ler esse livro.

    Sua resenha ficou otima, comparar livros não tem nada demais quando são parecidos, agora quando não tem nada haver tipo Harry Potter e Twilight, ai não faz nenhum sentido pra mim. xx

    ResponderExcluir
  10. Eu amei este livro, tudo bem que é bem meloso, mais eu gosto de coisa assim. =D

    bjkassssss

    ResponderExcluir
  11. Livia
    O meu medinho de ler Halo era culpa sua! HASHUAUHSUHASUHASHUSHS depois do seu post fiquei com pezinho atrás.

    Nanie
    mas bem água com açúcar mesmo!!!!

    Carol Dias
    tirou de nós duas, mas como recebi da editora, tive de encarar, e confesso que estava preparada pra algo bem pior

    Carol
    na resenha eu pus crepúsculo, mas toda coisa do Jake me lembra a história de Terra de Sombras, da série os imortais, todo mundo ficando amiguinho dele contra ela 'blábláblá

    Leo
    pois é, veio pela modinha, o que é um saco!

    A. Deborah
    então se você acha que não é pra você, melhor não arriscar, vai que depois fica frustrada 'hihi

    Kauana
    nossa UHAHUSAUHSUHAUAUHSAUHSUHASAUSUHASUAHS

    Paula
    nossa você é a primeira pessoa que eu vejo dizer isso '-'
    prova de que gosto é gosto e não se discute!

    Mary
    é que algumas vezes as pessoas já leram ambos e começam a dizer que não tem sentido comparar, ainda mais se tratando de crepúsculo. mas acho que você não teria problemas para lê-lo não ^^


    confesso que tem vezes que tudo que eu quero é um livro meloso, mas eu esperava mais de Halo
    bom que você gostou ^^



    Beijooooos :*

    ResponderExcluir
  12. Amo resenhas sinceras!!
    :)

    ResponderExcluir
  13. minha amiga leu e não gostou nada! ai ja fiquei meio receosa em relaçao a ele, seu eu gostasse muito de historias sobre anjos, ate podereia considerar, mas acho que msm asim existem outros por ai que me chama mais atenção

    ResponderExcluir
  14. Eu li esse livro e achei muito bom ! Tem gente que não gostou mas eu achei perfeito , bom cada um tem um jeito de ver a historia ! Bem eu amei a historia e estou doida pra continuação ! Beijos !

    ResponderExcluir
  15. Me lembrou a música da Beyoncé, UHUHAUHAUHAU
    Tão linda a capa *-*
    Mas nunca tinha ouvido falar e nunca li um livro sobre anjos,o mais proximo de anjos que eu li foi Radiante, mas nem é de anjo direito =s

    ResponderExcluir
  16. Comecei a ler esse livro mais parei depois que li o primeiro capitulo....só comecei a ler poque achava a capa bem bonita mais acabei não gostando tanto quanto pensei que gostaria...

    xoxo

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo